15 de abr de 2009

FIA considera difusores legais

Brawn GP, Toyota e Williams podem estar tranquilos.

O Tribunal de Apelação da FIA anunciou que os polêmicos difusores das equipes são legais.


A FIA esteve reunida ontem, em Paris, para decidir o futuro do campeonato 2009 da Fórmula 1, mas a decisão final só saiu hoje e foi positiva para uso dos novos difusores.

Segundo um comunicado oficial da FIA, "os carros em questão cumprem com o regulamento".

O campeonato, por tanto, segue como está e agora veremos com as demais equipes se viram para copiar os novos difusores que darão cerca de 0,5 segundo a mais por volta.

Para o próximo fim de semana é possível que outras equipes montem suas novas soluções.

Um campeonato paralelo começa a tomar forma: o das fábricas.

68 comentários:

Priscilla,
O que o Bernie quiser, será...
Uma prova incontestável do seu domínio sobre a categoria.

Todas as equipes devem ter seus próprios projetos, alguns não tão bons quanto os das três que largaram na frente.Mas não creio que o difusor seja o motivo principal da diferença de desempenho.Li em algum lugar(acho que foi no Blog do Ico) que Adrian Newey parou ao lado do carro do Barrichello e ficou alisando-o por inteiro como se fosse um robô de filme de ficção.Parecia copiar cada detalhe atentamente em sua cabeça e se deteve bastante na parte frontal da Ferr...,digo McLa...ops, Brawn.O conjunto da obra Rossbrawniana é que vem fazendo a diferença.

Bóm galera,agóra vou trabalhar! anoite agénte continua o bate papo...talvêz com mais novidade dos bastidores.

Sensacional. Agora veremos uma temporada disputadissima.

Eduardo,

na minha opiniao o carro mias bem projetado ate o momento parece mesmo o da Brawn. Eu venho falando q eles ainda não mostraram todo o seu potencial e o Adrian Newey deve ter notado isso para ficar observando atentamente c ada detalhe do carro da Brawn. Agora esse carro da RBR é muito bem projetado tbm. Com o difusor vai andar muito proximo da Brawn.

E vai começar a epoca do Ctrl+C e Ctrl+V.

Nesse GP da china ja veremos varias modificações aerodinamicas. Segundo o Flavio Briatore, a Renault ja tem pronto o seu difusor modificado.

Agora sim veremos se era apenas os difusores o responsável por esse dominio anormal da Brawn, Toyota e Williams. Eu continuo achando que não.

Teve gente que criticou, mas acho que dessa vez o Galvão Bueno acertou.Essa é a Nova Fórmula 1.Haja coração!(risos)

O polêmico difusor, vale lembrar, teve seu nascedouro em Leafield, na sede da extinta Super Aguri, quando o regulamento para 2009 foi anunciado. Um dos engenheiros do time levou a idéia para a Honda, matriz do time japonês. Mas outros dois saíram para as rivais Toyota e Williams, com o conceito na cabeça. E deu no que deu. Foram as equipes que melhor interpretaram o regulamento na questão da concepção da peça, que permite uma melhor fluxodinâmica do ar embaixo do assoalho do carro, permitindo uma velocidade muito boa na reta e excepcional em curva. Daí os mais de três décimos por volta que essas escuderias conseguem sobre as rivais.

Fonte: http://colunas.sportv.com.br/amilporhora/
Tá ai que eu não sabia dessa. É por isso, que apenas essas 3 sabiam desse tal difusor. Interessante!!!

Obrigado FIA !!!!!! aposto que Renault e quem sabe até a Ferrari já vão vir com os seus difusores.....

Claro que não é só o difusor...

O Adrian Newey parou para olhar o quê??? O aerofólio dianteiro da BrawnGP!!! Por que será???

A solução está na dianteria dos carros... Falo isso desde os testes...

E, lamento torcida "Alonsiana", mas a Renault precisa modificar radicalmente o bico do carro... Aquele 747 (como é chamado) não tem futuro...

Se houvesse mesmo um equilibrio, talvez o Alonso fizesse a diferença,pois é o "mió que tá tendo" conforme o mineirês.Mas com aquele bico quadrado fica realmente dificil.

Com certeza o sucesso desses carros nao é só o difusor. Já comentamos isso por aqui e a construçao aerodinâmica dos carros é o principal fator, que aliado ao difusor, aí sim, fazem "estragos".

B'Hengler,

Até eu que sou mais boba ia "crescer o olho" nesse aerofólio dianteiro: é o mais trabalhado do grid.

Essa história aí é boa, hein, Raphael? Mas se foi isso mesmo, mais uma vez fica comprovado que a FIA já sabia desses difusores, quando ainda eram projetos e nao disse nada. Se assim foi, pq nao arrumaram o regulamento? OU, pq nao falaram logo para as equipes protestantes que era legal e que nao adiantava chorar?

Essa FIA...Quem entende?!

B'Hengler,

Até que o pessoal da Renault tá bem confiante, viu?! Devem ter algo bom na manga. Do contrário, mais um ano perdido...

Priscilla,
Concordo com todos sobre a qualidade dos projetos BrawnGP e Red Bull /Adrian Newey como um todo, não só o difusor.

Do outro lado, tuneis de vento restritos, testes proibidos e KERS inicipiente. Golpe de Mestre da dupla...

Boas, vim por este meio pedir-vos para que adicionassem o meu blog de futebol aos vossos links sff

http://portal-futebol.blogspot.com/

O nome do blog é Portal Futebol


Depois quando adicionarem comuniquem-no no nosso blog para que nós também vos adicionemos

Saudações!

Priscilla e amigos,
Postei uma foto do aerofólio dianteiro da BrawnGP e video dos 2 carros: Red Bull/BrawnGP

http://henrychannel.blogspot.com/2009/04/ctrlc-ctrlv-ross-brawnbrawngp-adrian.html

Gracas a Deus o bom senso, a justica e a emocao prevaleceram (junto com a mao do Tio Bernie). Agora teremos um campeonato com mais equipes com chances reais ao título, e nao um feijao com arroz de Ferrari McLaren e um ou outra sortuda aparecendo. Viva a Gang dos difusores!!!!!

Esse campeonato além de ficar interesante nas pistas, ficará fora delas também.

Quem serao os primeiros a usar os novos difusores?

Aposto por Renault e Mclaren.

Te acompanho na aposta, Priscilla.As duas pareciam já contar com este equipamento e só esperavam a decisão pela legalidade ou não.Mas melhorar três décimos pode ser pouco para as duas.

Acho q nesse GP da China, a unica que vem com os novos difusores é a Renault!!!

Achei foi bom...
Ponto pros pequenos nesta briga injusta contra as majors do automobilismo.

Aposto firme na McLaren com o novo difusor... Apesar que acho que não muda muita coisa não...

Agora, sinceramente, não vejo a hora de acabar a outra pendenga judicial da F1 2009, a da McLaren e suas "versões"...

E aí os noticiários passarão a ser sobre a F1 de dentro das pistas... Esses GPs burocráticos são chatos prá mais de metro!!!

B'Hengler,
Parece que a McLaren não está tão atrás mesmo, até porque, via motores Mercedes que equipam a BrawnGP, têm algumas informações. Como todos dizem, não se trata apenas do difusor, mas de um conjunto bem resolvido. Pelo menos, não sai do zero absoluto.

Eu não gostei da decisão, pois já que vai ter muita passagem de ar concentrada ali atrás do carro com esses novos difusores, isso quer dizer que não haverá muitas ultrapassagens, além do que, se eles demoraram 9 meses pra construir a Renault do Alonso, e se vai precisar construir um novo carro, isso quer dizer que só daqui a uns 9 meses ou mais, veremos mais equipes competindo pelo primeiro lugar (isso se a Brawn não evoluir nesse meio tempo, o que eu acho improvável). Então é bem provável que já tenhamos um Button campeão quando terminar os 2/3 do campeonato. Vai ser tão monótono...vocês vão ver!

O Adrian Newey depois que ficou sabendo do veredicto do julgamento cancelou sua viagem para a China e irá ficar na fabrica da RBR para implementar o novo difusor.

Segundo informações, o carro da RBR já estará todo pronto, como as melhorias possíveis no GP de Mônaco.

Esse carro da RBR promete.

Adalgisa,

Vc tem razao. Se as equipes nao se apressarem em fazer as devidas modificaçoes nos carros, daqui 5 corridas já estaremos reclamando.

Apesar de nao achar que a culpa foi das equipes pela interpretaçao paralela, ainda acho que tudo isso se deve a questoes maFIAosas...;)

Raphael,

Se esse carro vier em Mônaco, acho que dá pra alcançar a Brawn...

O é fazer ter um bom engenheiro, né?!

Newey, Brawn...E a Renault com o Bell...Affff

Priscilla,
De repente, o Baldisserri não foi afastado e, sim, escalado para dirigir o projeto do F60a ou F61, já se prevendo a derrota...

Mas, para mim, no final da temporada, bateremos palmas para as equipes que se esgoelaram para alcançar a BrawnGP como a arrancada da Renault o ano passado. Será comovente, mas inútil. Felizmente, não vamos perceber, porque será emocionante (esse é meu palpite para o roteiro Berniano).

Se olharmos um passado não muito remoto, vemos que as equipes "grandes" deixaram seus melhores projetistas escaparem para as equipes menores, afinal o regulmanto não mudava a muito tempo e engenheiros medianos conseguiam continuar desenvolvendo os carros para manter a liderança...

Aí surgiu o congelamento do desenvolvimento dos motores, o que foi permitindo que as equipes "pequenas" diminuissem parte do abismo...

Aí surge uma temporada com mudanças radicais na aerodinâmica e o que acontece??? As equipes ditas "pequenas" estão com os melhores projetistas, consequentemente, com os melhores carros...

Vai dar uma inflacionada no salário dos projetistas para o ano que vem!!!

Priscilla,

acho q o grande problema da renault foi mudar a cor do seu carro de azul pra laranja!!! hehehehehhehehee

Bóa noite pessoal. Alguém se lembra, quém era o engenheiro da benetton, que juntamente com Piquet...denvolveram aquele bico maluco? batisado de "bico tubarão"!!

Bom dia a todos

Latueiro, o projetista da Benetton na epoca do Piquet era o John Barnard, um dos magos da epoca.
Abs.

Latueiro, acho que o projeto era assinado pelo Rory Byrne e John Barbard.Mas parece que um tal Ross Brawn fazia parte da equipe.Ouviste falar dele?

Mas agora eu fiquei na dúvida.O bico de tubarão não era uma evolução/cópia de um projeto da Tyrrel?Ou seria o contrário e vice-versa?

Valeu, IVAN E EDUARDO.[aqui é melhor que o youtube?não falha uma] Bóm...eu apenas queria tirar uma dúvida? Notaram que,quase todos engenheiros que trabalharão com Piquet...si tornarão vencedores!!!

É isso aí Eduardo...

O bico de tubarão era um aperfeiçoamento do bico da Tyrrel...

Igual o que vai acontecer daqui a alguns GPs, imaginem o bico que vai aparecer na RBR!!!

Ah, o sonho de qualquer projetista é ter um Nelson Piquet para desenvolver sua obra!A suspensão ativa da Williams é um exemplo.Além daquele tambor d'água, do qual já falamos...(risos)

Outra coisa...

Se me recordo bem, o bico da Tyrrel foi inovação da temporada de 1991... Seu piloto era o francês Jean Alesi - aquele que seria campeão em 1999 mas a Ferrari boicotou...

Um detalhe, se não me falha a memória, a principal inovação do carro da McLaren de Senna naquele ano era uma peça colocada na traseira do carro, chamada "difusor"...

E o Piquet reclama até hoje dizendo que "roubaram" dele uma vitória no Brasil...

O pior é que usaram aquela estratégia por muito tempo, ao final da corrida paravam nos boxes e um mecânico enchia de água rapidinho novamente...

Só que naquela corrida o Piquet foi parado pelos fiscais da prova para inspecionarem o carro antes da volta aos boxes...

E aí a história está escrita...

B'Hengler, se você pesquisar a árvore genealógica da Brawn GP vai encontrar quem?Ou será "Ken..."?

Hum...

Adoro essas histórias de "bastidores"...!

Alesi foi aquele que deu trabalho pro Senna em Phoenix(quando no podium foram distribuidas medalhas em vez de trofeus.O Bernie lembra!).Todo mundo achou que ali nascia um futuro campeão.Ha,Ha,Ha!O difusor da McLaren(bons tempos!) ficou conhecido como Batmóvel pois parecia uma asa de morcego.Quanto ao tambor da Brabham, o Piquet não pode reclamar.

Legal essas histórias. Pra quem tem 20 anos esse blog ta sendo um prato cheio!!!

Nunca aprendi tanto de F1 como nesses ultimos meses frequentando esse blog.

Sensacional!!!

O pior de tudo é que a maior parte das histórias daquela época estão se perdendo no tempo porque não havia internet e a notícia em tempo real igual a hoje em dia...

A maioria das coisas o cara tem que lembrar e foi de uma "história" contada pelo Galvão durante a corrida ou alguma matéria que passou no Jornal Nacional...

Não é fácil... Aos poucos, conforme os assuntos vão evoluindo, a gente liga as coisas e sai algumas "pérolas"...

Raphael, fala sério, só vinte?Se a Priscilla fizer o post que sugeri sobre o 1º de maio de 1994, você vai se perguntar porque não nasceu dez anos antes.Ou vinte e poucos...como eu!Eu lembro de perguntar uma vez porque minha mãe chorava.Ela disse, em prantos:"Elvis morreu!!!!!!!!"

É isso ai galera...eu toquei no assunto benetton?? Exatamente prá lembrarmos que era um carro bém nacido...se não me falha a m*...usava motor honda ou renault?? mas parecia um bumerang nas pistas! Com aquele bico maluco[que coisa feia,parece a boca de um tubarão...galvão bueno] Só que essa coisa feia...deu uma estabilidade aquele carro tão boa, que parou de quebrar e se tornou um carro vencedor[pena que piquet já hávia perdido..."como ele sempre fala" o [T] pela f1. E Shumacher tém que agradecer até hóje...pois do contrário téria feito sua estréia ém uma carroça daquelas. E será que téria se tornado SHUMACHER..??

Esse blog da Priscilla é realmente fantástico...

As matérias são muito bem pesquisadas e com um conteúdo supremo...

Hoje larguei a maioria dos blogs que lia e "quase" só leio esse...

E poderíamos dizer que é o maior representante dos tempos modernos...

Imaginem se nos anos 90 alguém falasse que teríamos um meio de comunicação que falaria somente de F1 e seria comandado por uma "mulher"...

Sinal dos tempos... Bons tempos estes...

Pessoal, só para vocês.Minha mãe estava enganada.ELVIS NÃO MORREU!!!
A Benettom boomerang era um projeto bem anterior ao tubarão.E sempre com motor Ford.
B'Hengler, o Chico Anisio dizia que se as mulheres parassem com essa idiotice de direitos iguais aos dos homens descobririam que são muito melhores que nós.O que já sabemos há séculos.Aqui em casa quem manda é a dona Claudia.E eu finjo que acredito...

Massa....

E isso para 2010 ein? As equipes mais ricas, vão ter que gastar tanto nessa temporada que vai ter menos para gastar em 2010... Ai em 2010 vamos ver uma temporada também muito competitiva, pois as equipes menores vão poder investir bem no próximo carro!

Cara, eu até diria que isso definiria a temporada de 2009 que Button ganhou etc... Mais sinceramente? Sei não ein! Falta 15 provas ainda... Tem muita agua para rolar! Button ainda vai bater quando estiver na liderança, o motor vai estragar em algum momento... Qualquer besteirinha alguem cola no "placar".

Desculpe EDUARDO!! engoli o restante do meu nick. Obrigado por me corrigir com o motor..realmente era fordão[antes piquet sofreu tanto com um peugot]

A propósito, uma das imagens mais lindas da F1 é do Piquet na Benetton Tubarão com o carro rodeado de faíscas.Se bem que sou suspeito, pois sempre fui Piquetista.Ah, o cara foi único, vamos considerar.Quem não riu do Street Fighter entre Piquet e Eliseu Salazar?E eu tive o prazer de assistir a prova ao vivo!Rendeu uma semana de comentários na escola.

Acho que vocês já desconfiaram que o Piquetista sou eu.Ou era eu, pois o Nelsinho ainda(mas será que um dia vai?)não mostrou a que veio.

Aquele Street Fighter em Hokkenheim foi fantástico... Deve doer o punho do Piquet até hoje... Uahusahashsahshua...

Outra vez o Piquet foi limpar o nariz e a câmara pegou... Ao perceber ele fez que comeu a "cáca", só que, esperto, trocou o dedo que enfiou na boca... O Galvão prá variar comeu mosca e não percebeu... Uashuahsuahshshuahsa...

O que eu queria, lembrando do bico tubarão...é fazer um comparativo com esse bico "quadradão" da renault. É um dos carros mais velóz do grid[mesmo com bico quadrado] Mas perde muito ém curvas...esse é o ponto. A renault...? estária preparando um bote.?? A espera da definição dos difusores,já que o seu "bico" niguém copiaria e ném copiou. Vamos aguardar o gp da china...acho que vém surpresas por ai.

Bom galera... Até amanhã à noite...

A partir das 23:00 horas eu estarei por aí tentando achar o 1º treino livre...

Apareçam!!! Quanto mais gente melhor...

EDUARDO,? já viu alguém defender O NELSINHO mais do que eu,nos blogs. A hóra que a renault lhe der condições e equipamento para ir pra pista e mostrar serviço e ele não der conta!!! Serei o primeiro a criticalo. Mas por equanto não dá. Estratégias mau feitas,carro pesado,pressão por resultados,cobranças de si próprio, isso também ajuda o piloto a cometer erros. Já notaram que é só ele estar ém melhores condições que ALONSO....aconteçém coisas estranhas com o carro dele?????

Esperaremos para ver, Latueiro.A té amanhã, amigos.Estava assistindo ao jogo Atlético/MG X Guaratinguetá.O Galo acabou de empatar através de um penalty roubado.É demais para meu coração Cruzeirense.Um abraço.

Até amanhã....espero que o meu SÃO PAULO REAJA[sera que faltando ar??]

Priscill, fala pro pessoal do site que não existe 24:00 horas he he he
O dia acaba as 23:59h.
Pede a eles para corrigir.
treino dia 18 as 00:00

Estou abismado com tamanho sucesso que este blog esta tendo,parabens Priscila,ta sendo muito visitado.Em relaçao aos difusores eu so vejo que a justiça foi feita,tiveram a criatividade que outras equipes nao tiveram,no caso da Braw construiram um foguete,e como na pista ninguem ta acompanhando essas equipes exceto Red Bull,ai vem essa chiadeira.Nao acredito em grandes modificaçoes em outras equipes por conta do difusor,ja que pra ter a eficacia que ta tendo na Braw,toyota e willians,teriam que fazer bem dizer um novo carro inteirinho,é um chefe como Braw que a ferrari precisa,simplismente genial.

Uma pena nao poder ter estado com vcs nessa "conversa" de ontem. Tô no "meio" de uma mudança mas no fim de semana já estarei livre...rs

*Sao vcs que enriquecem esse blog e eu aprendo junto*

PS:Guilherme,Obrigada!;)

Com a diferença de fuso horário da Espanha é praticamente impossível acompanhar tudo, né Priscilla...

Pois é moçada, eu não gosto muito de criticar o Nelsinho, mas dizer que tudo de errado que acontece com ele é culpa de terceiros é meio exagerado!!!

O pior é que a cada corrida que passa a pressão aumenta e aí erros infantis acabam acontecendo com mais frequência...

E o Grêmio ganhou por 2 x 0 fora... Classificado para próxima fase da Libertadores... Que dó!!!

B'Hengler??? eu não estou aliviando a barra de NELSINHO. Eu apenas gostária que a equipe,parace com essas frescura com ele. Mande o cara prá qualificação só com o cheiro de combustivél ? e si vira garoto. Se nas corridas, precisar fazer 2,3,4 paradas???que faça!!! mas dê condições a ele de pelo menos andar no ritimo dos outros. O cara larga muito bém...ganha posiçoes, mas se arrastando pela pista..não tém se manter e as chances de erros aumentam muito.

Eu sei disso Latueiro...

Mas ele não tá passando nem para o Q2!!! E olha que no Q3 o tanque tem só um cheiro de gasolina...

Quando falaram do Nelsinho na F1 tinha quem dizia que aí apareceria a verdade sobre ele, que só ganhava porque o pai comprava a melhor equipe para ele pilotar...

Não estou dizendo que isso seja verdade... Não é só a Renault, mas ele também está devendo bastante...

Não que uma certa dose de "PAItrocínio" não seja necessária no automobilismo... É fundamental, mas convenhamos que talvez com ele sobrou...

Falando em histórias do Piquet, a última dele, e a mais hilária, e que todos tiveram a chance de acompanhar, foi a "reciclagem" da carteira de motorista... Uhausahsshshabshhsua... E ele na maior cara de pau falando aos repórteres... Não estava nem aí!!!

Pessoal,

Para quem não pode ler...segue esse excelente análise do site Ultima Volta, tocado por Márcio Madeira da Cunha!


“FIA confirma legalidade de difusores de Brawn, Williams e Toyota

Quarta-feira, 15 de Abril de 2009, 17:15

Márcio Madeira da Cunha

E no fim, o “GP de Paris” não trouxe nenhuma surpresa. Após dois dias de argumentações das partes favoráveis e contrárias ao difusor “duplex”, a Corte de Apelações da FIA (Federação Internacional do Automóvel) decretou nesta quarta-feira (15) a legalidade dos desenhos utilizados nas duas primeiras corridas do ano pelas equipes Brawn, Williams e Toyota. Veja agora neste especial do UV por que tudo não passou de um bem-vindo balão de ensaio, e por que não havia outra decisão possível para a questão.

Como tudo que envolve a Formula 1 – e, portanto, mexe com interesses políticos e financeiros gigantescos -, esta questão deve ser vista não apenas sob seu viés esportivo, mas também inserida num ambiente de disputas políticas sempre sombreadas por ambições monetárias. E em todos estes campos, a FIA do calamitoso presidente Max Mosley só tinha razões para homologar o polêmico difusor “duplex”.

O retorno do uso mais efetivo dos difusores aos carros da Formula 1 foi uma indicação técnica feita pelo Grupo de Trabalho por Ultrapassagens (OWG, na sigla original em inglês), liderado por Rory Byrne (ex-Ferrari), Paddy Lowe (McLaren) e Pat Symonds (Renault), todos destacados nomes da engenharia aplicada a carros de corrida. Foi este grupo quem sugeriu toda a gama de alterações aerodinâmicas que mudou radicalmente o visual dos carros e também reivindicou o retorno dos pneus slicks, reduzindo o papel dos aerofólios, e aumentando a importância da aderência mecânica dos carros.

O difusor (também conhecido como extrator) tem basicamente a mesma função dos aerofólios dos carros, que é gerar downforce, ou carga aerodinâmica. Contudo, o caminho utilizado para a obtenção desta compressão do carro ao solo é bastante diferente (e muito mais eficiente) do que aquele tomado pelos aerofólios. Seu conceito é herdeiro direto dos proibidos e rapidíssimos carros-asa que correram na Formula 1 entre 1977 e 1982.

O regulamento 2009 da F1 limitou-se a ditar as três dimensões máximas que um extrator pode assumir: largura, altura e profundidade. No entanto, pela própria disposição dos conjuntos mecânicos do veículo – como a caixa de câmbio - e também para que a peça cumpra sua função de gerar sucção, esse apêndice não pode ser cúbico. É obrigatório que o difusor se inicie após o eixo traseiro do carro, junto ao assoalho, e vá ganhando altura (e consequentemente volume) até que termine junto com o corpo do veículo. Como existem diversas aletas laterais este fluxo de ar fica canalizado (e, por conseguinte, isolado), e assim sofre uma forte aceleração, perde densidade, e a expansão que se observa gera sucção desejada.

Visto em perfil, o difusor tem a forma de um triângulo retângulo, como se fosse uma “rampa cavada por baixo”. O ângulo reto é o encontro da linha imaginária horizontal do assoalho, após o eixo traseiro, e a linha vertical imaginária da altura da peça, junto ao fim do corpo do carro. Ocorre que conforme este ângulo de subida determinado (no caso, a hipotenusa do triângulo), as equipes perceberam que restava um espaço não aproveitado entre o difusor e os conjuntos mecânicos do carro (câmbio, motor e eventualmente KERS).

Como o regulamento dita as dimensões da peça em formato cúbico, teoricamente este espaço estaria dentro daquele volume delimitado. Diante disso, Williams, Brawn e Toyota optaram por inserir um pequeno difusor extra que ocupasse o tal espaço, dando um formado 'duplex' ao desenho. A 'falha', no fim, é do regulamento simplista demais.
Confira as declarações das equipes sobre a decisão da FIA

Dito isso, a gente observa que, na verdade, a polêmica dos difusores cresceu sobre o solo fértil de um regulamento que não foi suficientemente claro ou restritivo – o que é sempre fatal diante da criatividade dos engenheiros e projetistas do circo. O fato dessa brecha ter sido aproveitada justamente por equipes que vinham frequentando a segunda metade do grid foi apenas mais uma jogada de sorte por parte da organização do Campeonato Mundial, desviando a atenção em relação ao constrangimento que deveria existir por conta de uma situação dessas.

Sabendo que a falha havia sido interna, obviamente a FIA não teria condições de proibir esta inventiva interpretação. Muito menos sabendo que, se fizesse isso, Brawn, Williams e Toyota teriam muito a dizer sobre o caso. Agora, resta-nos observar a corrida das outras equipes rumo aos seus próprios desenhos ‘duplex’ para seus carros.

Certamente a comprovada legalidade técnica das peças já seria suficiente para encerrar a questão, mas quando falamos de Formula 1, sempre há mais pontos a se analisar. Não podemos esquecer, por exemplo, que pela primeira vez após muitos anos FIA e FOM (Formula One Management, empresa que cuida dos direitos comerciais controlada por Bernie Ecclestone) viram seus poderes serem questionados pelas equipes, que começaram a dialogar entre si.

A FOTA (Associação das Equipes de Formula Um) surgiu ano passado por força das necessidades comuns das equipes, em meio aos cada vez mais destemperados mandos e desmandos da dupla Mosley-Ecclestone. Estava claro que a dupla de dirigentes há anos vinha fermentando discórdias e tirando proveito das enormes rivalidades entre as equipes e montadoras envolvidas, e tudo isso começou a mudar a partir de fins de 2008, quando finalmente começaram a afinar seus discursos.

Evidentemente, Bernie e Max viram na polêmica instalada uma maneira muito bem-vinda de rachar as equipes e diminuir a força da FOTA. Da mesma forma como certamente tiveram muito prazer em dar razão às equipes menores, deixando em dificuldades momentâneas McLaren, Ferrari e Renault.
No jargão jornalístico existe um tipo de notícia sempre muito bem-vinda aos veículos mais inclinados ao sensacionalismo, ao qual denomina-se “suíte”. Na prática, a suíte nada mais é do que aquele tipo de notícia que gera diversas atualizações e desdobramentos durante um determinado período de tempo. Crimes hediondos especialmente chocantes, julgamentos demorados ou tudo mais que possa ser explorado em noticiários ao longo de vários dias geram suítes.

A FIA teve a sorte de ver sua brecha regulamentar ter sido aproveitada apenas por equipes que deveriam disputar posições intermediárias ou finais, naturalmente mais propensas a este tipo de caminho. Com isso, houve uma natural inversão de hierarquias, e o que se viu mundo afora foi um pipocar de notícias favoráveis à categoria, exaltando positivamente as mudanças. Primeiro, dando conta do 'sucesso' do novo regulamento, e depois gerando a suíte em relação ao julgamento da Corte de Apelações.

É o tipo de situação que o roteirista hollywoodiano Blake Edwards poderia imaginar para seu famoso inspetor Closeau da série A Pantera Cor de Rosa. Mosley, mais uma vez, apontou o revólver para o próprio peito, e deu a sorte do tiro sair pela culatra e acertar seus principais adversários.

Em suma: uma falha no regulamento técnico da principal categoria do esporte a motor mundial abriu uma brecha para que equipes secundárias pudessem superar em um simples atalho todo o milionário investimento de alguns gigantes da construção automobilística. Naturalmente isto deveria gerar críticas severas à organização do evento, mas, ao invés disso, gerou um aumento exponencial na exposição midiática, e em essência simpático às mudanças observadas.

Não obstante, o acaso tratou de plantar as sementes para um campeonato que promete ser dos mais emocionantes, uma vez que agora as grandes equipes devem recuperar rapidamente o desempenho perdido, mas já terão pela frente um sensível handicap na tabela de pontuação.

Enquanto isso, em algum canto de Paris, Max 'Closeau' Mosley deve estar se convencendo ainda mais de que é um excelente administrador...”

Priscilla,

Desculpe se o texto foi muito longo.

Caramba???? arrazou PRISCILLA!!!!.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More