24 de mai de 2009

GP de Mônaco

Um Gp de Mônaco mais interessante do que o esperado, com as Ferrari logo atrás da Brawn, porém com o mesmo resultado no pódio: Dobradinha da Brawn e Jenson Button vencendo sua 5º corrida na temporada, de 6 disputadas.


Button manteve sua posição do início ao fim sem forçar.

Rubens Barrichello roubou o 2º lugar de Kimi Raikkonen na largada e apesar de andar bem próximo a Button ao princípio, os pneus super macios não aguentaram o necessário e o brasileiro começou a perder espaço.


Com os acidentes de Vettel e Kovalainen entre os 10 primeiros, mais de um pode avançar posições. No caso, os abandonos facilitaram a vida de Felipe Massa, Mark Webber, Nico Rosberg, Fernando Alonso e Sebastian Buemi, que fechou a "zona de pontos".

Vettel, Massa e Rosberg inclusive protagonizaram os melhores momentos do GP, arriscando ultrapassagens - Massa e Rosberg - e defendendo posições em um Gp onde só de pensar em ultrapassagens já parece impossível.

Lewis Hamilton, que largava desde a última posição, devido a troca da caixa de câmbios, largando mais leve que seus rivais diretos, protagonizou algumas importantes ultrapassagens pelo circuito. Acabou na 12º posição.

Os abandonos somaram um total de 6: Nakajima, Kovalainen, Kubica, Vettel, Piquet e Buemi.

Os 8 primeiros em Mônaco:
J.Button, R.Barrichello, K.Raikkonen, F.Massa, M.Webber, N.Rosberg, F.Alonso, S.Bourdais

O Campeonato de Pilotos entre os 10 melhores fica assim:
Button - 51 pts, Barrichello - 35 pts, Vettel - 23pts, Webber - 19,5 pts, Trulli 14,5 pts, Glock - 12 pts, Alonso - 11pts, Raikkonen - 9 pts, Hamilton - 9 pts e 10º Massa - 8 pts

38 comentários:

Foi uma boa corrida e Button mostrou que é favorito. dificil alguém tirar o titulo desse ano dele...

Ganhou quem estava mais preparado e com uma estratégia mais certa pneus,gasolina e ate a cabeça pra pensar. Fantástica vitoria de Button e vamos para Turquia.Concordo com o Marcos Antônio Filho.

DESCULPE O ANONIMO NO CASO É O CORREDOR X OBRIGADO

A Ferrari apresentou melhoras e a RBR tem um carro muito bom.

A partir da Turquia a competitividade vai ser mais acirrada.

A experiencia de Ross Brawn vai fazer com ele decida(se é que já não decidiu) por um piloto para manter a vantagem adquirida, e, infelizmente, daqui prá frente o Button terá todo o privilégio da equipe. Devemos aceitar, Button, mostrou no "braço" que é muito superior a Barrichelo e sem essa de teoria da conspiração. Como já disse, Rubens vai vencer ainda nessa temporada, assim como Bergher venceu correndo ao lado de Senna, em agradecimento aos ótimos serviços prestados.

Estou trabalhando hoje, como nas últimas duas corridas.Mal pude ver alguns lances pois sempre aparecia algum cliente.Mas o que deu para 'pescar' e que valeu pela corrida foi a reclamação do Piquet:
"-É isso que dá entregar um carro de F1 a pilotos inexperientes, que podem causar um acidente."Ele não tem tanta experiência assim...
Sem falar na resposta a Mariana Becker, que perguntou como ele viu o acidente:
"-Você foi quem viu, eu senti!".
Herdou a acidez do pai.
Parece que perdi uma boa corrida, melhor do que a expectativa.A Ferrari está voltando, um pouco tarde.O Hamilton não tem mais aquele glamour em torno dele.Vai virar outro Mansell.
Se o Galvão não secar, o Button será o campeão e o Barrichello, vice.Ou quem sabe terceiro, atrás do Vettel.
Ah, o que o Galvão falou sobre o Lucas Di Grassi na RBR, se for verdade, vai satisfazer a vontade de muitos fãs que o acham muito melhor que o Nelsinho e o Bruno Senna.

Não sei se há muito para falar sobre a corrida de hoje, o vencedor, o pódio etc, nada parece ter sido, se tanto, notícia. Ao menos para mim.

Acontece que o nome deste blog nunca faz tanto sentido quanto no fim de semana de um GP de Mônaco!

Heheh..Tem razao, Daniel!

Sobre o Barrichello, talvez hj ELE deveria ter dado o troco no Button com o lance das 3 paradas.

Como começou com os pneus super macios, fazia um stint curto com ele, já que vimos que a princípio o pneu se desfez em poucas voltas, e nas outras duas usada o pneu mais duro.

Mas enfim, se ele está contente com o 2º lugar quem sou eu pra falar.

Excelente corrida do Button, foi rapido quando precisou e fez uma corrida muito boa.

Gostei da corrida do Massa também, correu forte e mostrou q se a ferrari evoluir mais um pouco terá chances de brigar pela vitoria em breve.

Priscilla...

Quem tentou fazer o primeiro stint curto com pneus macios foi o Vettel... Mas dizem que ele foi atrapalhado pelo Nakajima em sua volta rápida na classificação e perdeu a pole, comprometendo toda a corrida...

A Ferrari errou a estratégia do Raikkonen... Errou feio... Deveria tê-lo deixado na pista atrás do Rubinho o máximo possível... Essa antecipação da parada lhe fez perder a chance de brigar pela segunda posição...

E ainda a Ferrari errou feio pois fez o segundo stint muito curto, visto que os pneus moles se desgastavam muito rápido, deveria ter feito a última parada a 10/12 voltas do final...

No mais não tem o que comentar, como disse o Daniel... Mônaco é sempre a mesma "mesmice"!!!

Quanto à tabela de consumo de combustível individualizado por equipe que estamos trabalhando, essa corrida foi complicada porque houve a antecipação da parada dos carros que largaram com pneus supermacios, mas foi possível observar que a Renault tem o motor mais econômico, e gasta próximo de 1,6Kg/volta em Mônaco, já a Ferrari gasta perto da média, algo como 1,71Kg/volta...

Outro detalhe, isto demostra claramente que o primeiro pitstop de F. Massa em Barcelona foi antecipado para ele não perder a posição para o S. Vettel... E, muito provavelmente, o segundo também!!!

Piquet Jr prá ter se tornado o Piquet Sr só faltou sair no tapa com o Buemi, assim como o pai fez com o Eliseo Salazar, com a resposta que deu a reporter Mariana Becker e a sua declaração sobre a "inexperiencia" do Buemi lembrou porque o competente piloto Piquet Sr sempre ganhava o trofeu "Limão" da imprensa mundial.

Boa corrida e a Ferrari está a começar a melhorar mas continua a errar na estrategia...

Hoje a BrawnGP nem precisou tentar ajudar o Button que o Rubinho não foi páreo, mas teve um lance meio que "hilário"...

No segundo pit stop do brasileiro o mecânico responsável pela troca do pneu dianteiro esquerdo não conseguia achar o encaixe da porca para prender o pneu... Ai, ai,ai... Seria a maior pauleira!!!

E realmente o discurso do Piquet Jr parecia o Fischella falando...

O verdadeiro "faça como eu digo e não faça como eu faço"...

Uhaushauhasshau...

Essa do Piquet foi ótima! Pena que essas declaraçoes nao saem por aqui...rs

Eu gostei muito, e desta vez Jenson se consagrou mesmo.
Foi bonito ve-lo vencer lá e com o campeonato que esta fazendo então... Mereceu.

Achei a declaração do Piquet sobre Buemi de mal gosto:

"Isso que dá colocar piloto sem experiência"

1- Que experiência a mais que o Nelsinho teve?

2 - Em 6 corridas Buemi já pilotou mais do que Nelsinho em 24.

3 - Pilotos experientes já fizeram burradas parecida em Mônaco onde muitas vezes não dá tempo de parar. Lembram Sutil x Räikkönen em 2008?

Pode parecer engraçadas suas declaraçoes, porém depois não adianta reclamar ser o piloto brasileiro com menor espaço na mídia. Mídia que ele precisa já que ele foi contratado pela Renault para aumentar o interesse dos brasileiros pela marca..

Abração!

Sinceramente, recuperei o dia assistino as 500 milhas de Indianápolis. Apesar de ser oval, foi bem melhor que Mônaco e teve um desfecho feliz!

Eu não pude assistir às 500 milhas, mas foi sensacional a volta por cima do Helinho.Quem gosta de carros de corrida no fundo não liga se o circuito é oval, de rua ou indoor.Vale a emoção ao ouvir o ronco dos motores.Depois da morte do Senna, acompanhei muito a Indy com Christian, André Ribeiro, Gil de Ferran, Raul Boesel, Emerson...
Pena que não vingou aqui no Brasil.

É Eduardo,eu acompanhei essa época da Indy também...Mas depois, veio a divisao de categorias e f... tudo.

Espero que isso nao ocorra agora com a F1.

Sobre o Helinho, parabéns pra ele, mas ainda desconfio muito desse lance na justiça..Mas enfim, dentro das pitas nao há o que discutir.

Análise,

Vai entender de onde o Piquet tira essas declaraçoes, né?rs

Mas vc tem razao, com relaçao a marketing:0 pro Piquet.

Priscilla...
Seus informantes sobre as cargas de gasolina estão certíssimos, mas somente sobre o consumo do motor Renault... Eram 1,6Kg/volta mesmo, tanto que o Alonso deu 28 voltas no primeiro stint... Os demais bate o consumo de 1,71Kg/volta... Por aí dá prá perceber o tanto que é ruim de chassis e aerodinâmica o ClioJumbo que o Alonso tem a árdua tarefa de pilotar!!!

Indy 500...
Foi uma boa prova mesmo, e apesar de não gostar muito dos "ovais", tem muito mais ultrapassagens do que a maior parte dos circuitos de F1... Engraçado que na Indy os pilotos podem fugir do traçado que não ficam sem grip por causa dos detritos, e olha que eles fazem curvas a 380Km/h!!!

Cara Priscilla:

Mais uma vez a velha e chata procissão de sempre...

Nelsinho Piquet fez essas declarações em um momento de pura raiva, tbm quem manda andar devagar isso na giria automobilistica seria ¨VO EMPURRA¨,JA AS 500 MILHAS PONTO POSITIVO Helio Castroneves q deu a volta por cima como o Ronaldo no futebol ganhar as 500 milhas não é facil pois os carros são praticamente a mesma coisa em termos de mecanica ,so tendo diferencial no que diz resoeito a chassi.Uma pergunta q não quer se calar será que o contrato do Rubinho tem uma claúsula de que ele vai ser so escudeiro e mais nada.KKKKKKKKKK

Anônimo...
O Rubinho não precisa dessa cláusula... Geralmente ele fica prá trás mesmo... E quando ele consegue se superar, basta fazer uma estratégia "vencedora" e ele cai prá segundo... O máximo que ele via fazer é uma cara de "c* com cãimbra" no podio... Kkkkkk...

Ferrari...
Começou a ficar sozinha... Williams já assinou com a F1 de 2010... Mesmo assim acho que tudo vai virar em "pizza" ao final disso tudo...

Latueiro...
Cadê você!!! Prá falar sobre o Piquet!!! Até rimou... Kkkkkk...

B'Hengler, minha avó costuma dizer que "o homem que rima sem querer é bobo sem saber".Lembro direto dessa frase pois tenho o costume de rimar quase sempre.Devo ser o maior bobo do mundo!O Latueiro parece urso.De vez em quando dá umas hibernadas.Puxei o assunto sobre as declarações do Nelsinho para ver se ele se manifestava e ...nada!
Falando sério, o Nelsinho disse aquilo de cabeça quente, já que foi atrapalhado quando tem que provar para os outros e para si mesmo que tem potencial para estar na F1.Garanto que ele deve ter se arrependido até porque o Buemi foi pessoalmente pedir desculpas.
Essas trapalhadas até o Senna já deu.Até mesmo o pai Piquet já cometeu erros grosseiros.
Antes de chegar a F1, ele tinha feito a pole numa corrida.Na largada houve uma batida horrível envolvendo vários carros.O chefe da equipe do Piquet veio transtornado reclamar que haviam prejudicado seu piloto.O Piquet calado.Aquele bate boca danado.O Piquet calado.Um empurra-empurra, confusão.O Piquet calado.Seu chefe perguntou se ele não ia reclamar e, o que ele disse:"-É melhor ficar quieto.Na hora da largada, eu engatei a ré em vez da primeira!!!!".Taí um exemplo que erros/barbeiragens acontecem com qualquer um.

Priscilla, vou tentar ser o menos técnico possível no caso do Helinho:

Pelo o que eu pude ler na imprensa, o ponto que foi decisivo a favor dele foi o fato de que a defesa provou que as "off-shore" onde eram depositados os salários e premiações da Penske pertinciam ao seu pai, responsável pelo gerenciamento de sua carreira.

Ou seja, sob o ponto de vista da Lei Americana, Helinho, sua irmã e seu advogado não cometeram qualquer crime. E como seu pai não é residente nos EUA, os promotores federais da Flórida não podem processá-lo.

Mas aí você pensa: "ah, então ele vai ter que pagar imposto de renda no Brasil, certo?"

Também não é assim.

Primeiramente, os rendimentos são do Helinho e não do seu pai. Mesmo que esse dinheiro seja considerado renda do Sr. Hélio, a Receita Federal daqui só tributa os rendimentos auferidos no exterior, desde que sejam trazidos para o Brasil. É o que se determina nos casos onde a pessoa receba nos chamados "paraísos fiscais".

Helinho tem a condição de "não-residente" no Brasil e perante a Receita, recebidos os valores fora do território nacional e lá permanecendo, não se pagará imposto.

O Ministério Público Federal, com o auxílio da Receita, abriram investigação em nome do Sr. Hélio (pai). Mas, com bons advogados, dá para se defender de eventual autuação. Isso sem levar em consideração que a burocracia aqui é muito maior.

Há outro fato que limita a atuação do MPF e da Receita: o tempo. Pela lei, os fiscais têm 7 anos para apurar e "cobrar" (o termo correto é exigir, mas isso não vem ao caso, ainda) o IR devido. Ou seja, o que foi recebido até 2001 (incluindo a primeira vitória na Indy 500) já não pode ser mais cobrado. No final desse ano, cai 2002 e assim por diante.

Finalmente (ufa), mesmo que a Receita considere algum valor devido dentro do período de 7 anos (possível, mas, como disse, tem defesa, plausível perante nossos tribunais, administrativos e judiciais), se houver pagamento do imposto antes do começo de eventual ação penal, o crime desaparece.

Simples, não? Rs.

Bjs.

Priscila,


E o Rubinho hein?Infelizmente ele não consegue chegar nem perto do Button,e fica só naquelas desculpas,agora foi o macarraozinho,amanha vai ser o molho e depois?

Button está deixando o campeonato sem graça.


abraço

Putz, nunca vou falar mal do Don Corleone, pois tudo o que eu disser poderá ser dito contra mim no Tribunal.
Marcelonso, ainda faltam as almôndegas, o alho, o óleo, a sardinha... desculpas, meu caro, não faltarão.Mas parece que agora que ele já se colocou em seu lugar e já fala em conseguir uma vitória e não se lança como um pretendente ao título.Quem sabe assim, mineiramente, ele consegue reverter essa desvantagem...

E que não é uma vantagem assim tão grande, Eduardo...

No fritar dos ovos, o Button está a apenas 16 pontos à frente do Rubens, e isso é uma vitória e um tereceiro lugar... Não é nada...

Se formos analisar a corrida de maneira fria, sem nossos corações magoados com o Barrichello, ele saiu no lucro em Mônaco, largou em terceiro numa pista sem pontos de ultrapassagem e chegou em segundo... Fez o máximo possível para evitar que seu companheiro de equipe dispare na liderança, apesar das 5 vitórias em 6 provas...

Claro que gostaria de ver mais ímpeto no Barrichello, mais resultados... Mas não vai ser assim com ele, se um dia ele for campeão vai ser na surdina, comendo os pontos pela beirada e se mantendo vivo no campeonato... A cada corrida a disputa fica mais entre ele e Button... Quem sabe!!!

Bem lembrado! Eduardo Campos o episódio do Piquet (pai),quanto ao episódio da familia castroneves melhor nem comentar já viro pizza. E o Rubinho,B`Hengler tem toda razão . Realmente o Numero de pontos de Barrichello para Button não é nada ,mas... se tratando de barrichello sei não ... acho q tá mais para as ferrari do q para Mrs.barrichello kkkkkkkk.

Que é isso Don?!Eu entendi a história melhor agora do que lendo na imprensa...;)Thanks

Eduardo,

Mais uma história do Piquet que eu nao conhecia. Ótima!

Sobre o Barrichello, eu nao sei pq mas o Barrichello ainda tem minha simpatia. Eu até pensei em apostar um dinheiro nele como campeao de 2009, mas sei lá...acho que se ele nao arriscar agora, no início do campeonato, lá na frente já nao vai dar pra fazer muita coisa.

Eduardo, fique tranquilo. O único do contra por aqui sou eu...

No fundo, todos nós temos razão em alguma coisa.A diferença de apenas 16 pontos pode ser descontada em duas, três ou quatro corridas.O problema é a moral/tranquilidade que o Button está criando em torno de si.Além da aparente submissão que o Barrichello mostrou na Ferrari e que parece estar se repetindo.
Torço para o Rubinho.Mas confesso que às vezes dá raiva de tão difícil.E ainda vem o Galvão encher nossos ouvidos de esperança e ufanismo.Dá nisso.Frustração.

O problema não é só o Galvão, mas a espectativa que o próprio Barrichello cria. Se ele falasse um pouco menos não seria tão cobrado.

Nesse fim de semana, ele disse que queria vencer para calar a boca dos críticos. Precisava falar essa parte final? Era totalmente desnecessário. Fala que "a vontade de vencer é enorme" e que "lutará com todas as forças", o que não seria mentira.

Isso só aumentou a expecativa que todos tinham, quando ele foi muito bem na quinta. Mas daí veio o sábado e o castelo de cartas ruiu, mais uma vez, com um Button impecável.

Button foi muito bem e já estão comparando-o com o "Dick Vigarista"... Se fosse ele eu "escomungava" parelho, já que o estão comparando a um trapaceiro... Mas essa é mais uma prova da "capacidade" do alemão poder ser contestada, afinal o Button sempre foi um piloto mediano, quando conseguiu um carro extremamente melhor do que os outros está vencendo tudo, o que é bem parecido com o dito cujo... Antes disso não era nada além de uma promessa que não vingou, o que cabe direitinho no N. Rosgerg atualmente...

Voltando ao Barrichello, ele tem que continuar fazendo pontos enquanto não conseguir acompanhar o Button... Pode ser cruel para nós brasileiros, mas é isso mesmo... Fazendo com que a diferença para o inglês aumente o mínimo possível, e aí, se um dia ele der bobeira, ganhar a prova e descontar o máximo possível de pontos...

Se o campeonato fosse decidido nas medalhas já estaria definido quem era o campeão, mas é nos pontos e apesar de toda superioridade o inglês está apenas poucos pontos a frente do brasileiro... Isso já aconteceu ao Rubinho em um ano na Ferrari e aí ela mostrou quem era o favorecido na equipe ao deixá-lo erguido no cavalete durante a volta de apresentação na França, evitando que caso um imprevisto ocorresse com o primeiro piloto ele se sagrasse campeão...

Por isso fui crítico das táticas "perdedoras" de 3 paradas que a BrawnGP fez ao Rubinho na Espanha e no Bahrein, pois ela seguia no mesmo caminho da trapaceira equipe italiana do exemplo citado, que por sinal tem o mesmo estrategista, nosso "amigo" Ross Brawn...

Esse é o fundamento da coisa, apesar do Button estar melhor, ele precisa se garantir de que, num imprevisto de não pontuar, o Rubinho possa superá-lo nos pontos e, ao final do ano, sagrar-se campeão... Por isso nada está decidido ainda, nem mesmo em relação ao Vettel e Webber...

Estava eu a pensar estamos cogitando q o nosso Barrichello esta apenas 16 pontos atras de Button, mas devemos considerar que
esses pontos são 16 se o button não marcar nenhum mais,seria isso? Porque a grande vantagem de pontos coloca button numa excelente posição.teriamos q calcular quantas provas faltam ,numero de pontos nas colocações e tudo mais
.Mesmo que o barrichello chegasse em todas em primeiro lugar se o button chegasse em segundo e/ou terceiro daria na mesma a não ser que o button amarrasse as mãos.
Analise pratica:
1- 6 provas ---- 5 vitorias
2- Melhor carro
3- piloto de bem com a vitoria
4- equipe ja escolhendo o piloto
numero 1
5- Equipes em processo de crescimento (ferrari).

Por favor analisem isso.

Concordo Juan...

Mas estamos analisando probabilidades, e a F1 não é uma matemática pura, muitas vezes o cara tem o melhor carro, está em uma fase excelente, mas fatalidades acontecem...

É sobre isso que estamos falando... O Rubinho é pior que o Button e está em pior fase, mas nada impede que alguma fatalidade aocnteça e o Button não pontue em alguma prova, por isso é importante que o Barrichello fique o mais próximo possível do Button enquanto isso não acontece...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More