27 de mai de 2009

A "politicagem" da F1

Ultimamente, o que acontece fora dos circuitos de F1 ganha mais destaque que as próprias corridas de Fórmula1.


Em parte, a culpa é de Jenson Button e sua imparável Brawn, mas até quando teremos que aturar uma "briga de galos" pra saber quem tem mais poder?

Esses foram os acontecimentos "extra-pista" dos últimos dias:

22, 23, 24/05:
Fim de Semana de GP de Mônaco.

A FOTA, com a presença de Bernie Ecclestone, se reúne na 6ª-feira, no iate de Flávio Briatore. Logo depois, no Automóvel Clube de Mônaco, e também no motorhome da equipe Toyota. Na manha de domingo, nova reunião, dessa vez, no motorhome da Renault.

Já se fala de um possível rompimento de acordo por parte da equipe Williams que pretende se inscrever para o campeonato de 2010.


25/05: Após várias reuniões durante o fim de semana do GP de Mônaco, a FOTA envia uma carta a Max Mosley que pedia a desistência das medidas anunciadas pela FIA para 2010 ou nenhuma das equipes participantes da FOTA faria sua inscrição para a nova temporada .

25/05: A FIA nega o pedido de extensão do prazo para inscrição das equipes - 29 de Maio - para a temporada de 2010.

25/05: Nada mais abrir-se o prazo para a inscrição das equipes para o Mundial 2010, a equipe Williams, participante da FOTA, confirma sua participação. Duas novas equipes também o fazem: Campos Meta F1 e USGPE.

27/05: Após o incumprimento do acordo entre os membros da FOTA, a Williams é suspensa, momentaneamente, da Associação.

27/05: FIA e FOTA parecem estar próximos de um acordo.

Max Mosley ofereceu uma solução as equipes que seria a de considerar o ano de 2010 um ano de transição na F1. Para isso, as equipes pedem que o limite seja subido para 100 milhões de euros ao invés dos 45 milhões propostos pela FIA.


Em 2010, as equipes se comprometeriam a ajudar tecnicamente as novas equipes, e inclusive a fornecer carros-clientes.

Em 2011 o orçamento voltaria a baixar já com consentimento de todas as equipes. Além disso, todas se comprometeriam a assinar um contrato de permanência na categoria, no mínimo, até 2012.

A história ainda não teve fim.

Estamos a 2 dias para que o prazo final de inscrição dado pela FIA chegue ao fim. O limite de equipes que será aceito para 2010 é de 26.

Duas novas equipes já se garantiram, além da equipe Williams. Rumores dizem que Mclaren, Brawn, e Force India estão a ponto de se inscreverem.

Pra que lado a corda roerá primeiro?

Fonte:ww.f1-live.com
www.marca.com
www.thef1.com

3 comentários:

@Priscilla

acrescentando algumas informações ao seu exceletne post sobre os ultimos fatos acerca desse episódio.

A proposta da FOTA é de que não haja uma auditora externa fuçando em suas contas, mas que as equipes se policiem para que ninguem tente gastar mais que o teto.

Na minha opinião td isso vai terminar em Pizza
A FOTA ow sai da Fórmula 1 com várias equipes e monta sua própria categoria
Ow a FIA volta atrás nesse regulamento
Para mim seia om parar d tanta política e ter mais esporte.
Gostei do seu blog
Q tal parceria???? entre no meu blog e comente:
http://omelhordaformula1.blogspot.com/
Obrigado

Com a suspensão da Williams a Fota mostra que está rachada e sem um norte.
Ninguém sai, Bernie e Max autmentam o teto e unificam o regulamento.
Penso assim.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More