20 de fev de 2009

Equipes se animam com a F1

Dentro de 3 dias conheceremos oficialmente o projeto da que será a mais nova equipe a alinhar um carro no grid da Fórmula1, em 2010: A USF1.

Equipe americana, que pretende levar o "espírito americano" para a F1: engenheiros, carro, pilotos e tudo o mais que se puder "americanizar".

Comenta-se que já teriam um piloto americano para ocupar uma das vagas, que atualmente corre em uma categoria de "base" do automobilismo europeu.

Claro, para uma das vagas também soa fortemente o nome de Danica Patrick, apesar da própria afirmar que não foi procurada, porém, sobre isso falamos em um próximo post.

Sobre o que quero falar é sobre a possibilidade de novas equipes surgirem a partir das medidas de redução de custos levadas a cabo por FIA e FOTA, e que serão ainda mais drásticas a partir do ano que vem.


São essas medidas as que permitem que equipes como a USF1 surgam no panorama da Fórmula1.

Digo equipes porque em um futuro não tão distante, uma outras equipe, dessa vez espanhola, poderia, também, alinhar seus carros pelo grid: Epsilon Euskadi.

A equipe, que provavelmente cederá espaço à nova equipe USF1, para que seja sua sede na Europa, está a ponto de receber todos os equipamentos necessários, inclusive um túnel de vento, para equipe nenhuma de F1 botar defeito.


Joan Villadelprat, dono da equipe, explica porque o sonho, de ter uma equipe espanhola na F1, está mais próximo de se tornar realidade:

"Isso era inviável até pouco tempo atrás. Com as novas medidas de redução de gastos, se (os gastos) realmente caem para 50 ou 60 milhões, é possível".

Mas enquanto isso, a grande usuária de toda a tecnologia ali insertada será a USF1.

A Epsilon Euskadi, participa em várias competições e as mais expressivas são a Le Mans e a Worls Series by Renault. Vale lembrar que na equipe trabalham nomes que já passaram por grandes equipes da F1.

O jornal espanhol El Mundo Desportivo esteve nas instalações e contou que a fábrica contará com tudo relacionado a desenho e fabricação, banco de provas , um super computador(dizem que o mais potente da Espanha) e terão um lugar destinado a um futuro simulador, entre várias outras coisas.

Enquanto isso não passa de uma possibilidade, um anúncio oficial sobre a "ex-Honda" será, finalmente, dado na segunda-feira(23) e, um dia depois, teremos o, também oficial, anúncio da USF1.

Aí será o momento para comentar sobre cada uma delas.

De momento, uma pergunta: Alguém imagina a temporada de 2010 começando com um grid de 24 carros?


Fotos:www.elmundodesportivo.es

7 comentários:

Oi Pri,

Sinceramente não imagino a F-1 com 24 carros já para 2010. Se tivermos 20 já será de bom tamanho. Mesmo que alguém compre a Honda ainda existem fantasmas rondando a Toyota caso tenha outro ano morno, a STR (até quando a Red Bull vai gastar com duas equipes?) e a própria Renault caso tiver um ano fraco e Alonso deixar a equipe...

Mas vamos torcer pela permanência de todas elas (as equipes).

Sobre o PS3 que o blog "Análise F1vai dar, respondi sua pergunta lá no tópico!

Abração!

Nesse caso, eles iriam despachar o USF! de suas instalações... Curioso.

Mas tomara que gostem da idéia e se engajem de verdade, porque qualquer equipe na F-1 é bem vinda.

Tomara mesmo que outras equipes entrem para o circo.
Existe um numero grande de pilotos que infelizmente ficaram a pé porque não existe equipes para eles.
Vc vê o caso do campeão da GP2 de 2008, Giorgio Pantano, se quer foi convidado para testar numa equipe.
É o cumulo o cara batalhar pra ser campeão e ninguem dá o minimo de valor para isso. Agora o piloto que foi apenas 5º colocado (se não me engano) na GP2 em 2008, Sebastian Buemi, já vai estrear na F1.

Olá Pri,
acredito que este selo vc ainda nao tem...

http://analisef1.blogspot.com/2009/02/premiado-e-premiando-parte-iii-iv-v-e.html

Poxa, Aderson...

Mas o Pantano é um fracassado na F1... Ele já é passado... Teve sua chance e não aproveitou...

Apesar que a F1 não seja lá muito justa, mas quantos os que sequer sentaram em um cockpit???

Particularmente, sei que o Ricardo Sperafico dava pau no "Jungle Boy", enquanto piloto de testes da Willians, e sequer foi cotado para ficar como reserva em alguma corrida, enquanto aquele perna de pau foi até piloto "titular" (pensa!!!)...

Lamentavelmente, a F1 vive de momentos particulares de cada piloto... O que seria do Senna sem aquele Mônaco 84???

Ou melhor, muito mais lamentável... O que seria do "Dick Vigarista" sem a Tamburello 94???

E falando em novas equipes...

Não esqueçam da Prodrive e seu projeto nada secreto de entrar na F1...

Ou da McLaren/Mercedes que, ao invés da fusão, tendem a divisão e formação de duas equipes...

Sei lá... Eu adoraria uma F1 com 28 carros ou mais, com um regulamento com mais de 10 anos de idade, onde o equilíbrio de forças seria inimaginável, com a comercialização de chassis permitida, e pequenas equipes pudessem escolher seus componentes, tipo assim, motor Mercedes, chassis Ferrari, carenagem da RBR e a pintura preta e dourada da Lotus 87 (ô memória, quanta saudade!!!)...

Já pensou???

A "birinight's" é uma coisa terrível...

Lotus 85/86...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More