5 de dez de 2008

Honda abandona a F1

Custei a acreditar. Além do mais, pelo fuso-horário, aqui já seria tarde e só pude falar sobre isso agora.

Já é oficial. A equipe Honda fecha suas portas e não seguirá na F1 em 2009.


A explicação dada por Takeo Fukui, diretor executivo e presidente da Honda Motor Company, foi a crise mundial, que afetou diretamente a companhia japonesa, e que não podem seguir investindo e gastando dinheiro em uma competição que não lhes dá resultado.

"Nós da Honda, depois de finalizar a temporada 2008 da Fórmula 1, decidimos retirarmos do esporte"- assim dizia o comunicado.

A equipe Honda agora está em venda. Quem compre a equipe deverá saber que os gastos anuais estão em torno de 424 milhões de dólares.

Os primeiros rumores já começam a surgir e dizem que a Dubai Internacional Capital (DIC) que esteve a ponto de comprar a Super Aguri, pode ser um comprador em potencial.

O fato é que se alguém quer ter a equipe pronta para o mundial de 2009, deve se apressar, pois restam apenas 3 meses para isso.

Ross Brawn já estaria negociando com a equipe Ferrari para que estes fornecessem os motores para a possível nova equipe.

Segundo o site Globosesporte.com, Nick Fry anunciou que nesse curto espaço de tempo, do anúncio até o momento, 3 investidores se interessaram em comprar a equipe. Ele espera realmente vê-la pronta para Março.

E como fica a situação dos pilotos?

Jenson Button e Alex Wurz que já tinham contratos renovados com a Honda, ficam momentaneamente desempregados. Digo momentaneamente porque caso a equipe seja comprada, Button tem chances de conseguir um posto.

Takeo Fukui pediu desculpas publicamente ao inglês:

"É uma verdadeira vergonha e me sinto triste por Jenson Button, mas não temos outra opção na atual situção econômica".

Isso complica as possibilidades de renovação de Rubens Barrichello e a entrada na F1 de Lucas di Grassi e Bruno Senna, que esperavam uma resposta da equipe japonesa.

Todos os testes da equipe foram cancelados, portanto, o motivo pelo qual o "enfrentamento" entre Barrichello e Senna não ter sido feito oficial se deu por esse motivo.


Fonte:www.thef1.com
www.f1-live.com
www.marca.com

9 comentários:

Pois é Priscilla, uma das noticias mais chatas deste ano.
Logo a equipe que tinha como palavra chave o "Dreams" (Power of Dreams e Earth Dreams). Hoje o sonho veio por agua abaixo.

Fui dormir matutando com umas coisas:

-Essa crise da Honda tambem vai afetar a F-Indy? Todos os motores lá são da Honda.
-Petrobras e Nelsinho Piquet já sabiam que o barco tava furado?
A petrobras não anunciou sua associação a Honda e nem anunciou (que eu lembre) sua saida oficial da Williams. E o Nelson Jr disse não quando a Honda convidou ele pra assinar.

Com o Nick Fry ainda a frente das negociações de venda, Button tem lugar garantido. Acredito que umas das clausulas pra a venda da equipe, seja levar o Button de brinde.
Barrichello agora não tem pra onde (e por onde) correr.
E Bruno Sena ainda deve conseguir alguma vaga de piloto de testes.

Estava aí a explicação que eu cobrava do "porque a Honda não decide logo???" de outros comentários...

Ela estava decidida, só que era em abandonar a F1... E agora ferrou tudo pro lado do Barrichello...

Apesar das notícias animadoras sobre a venda da equipe eu não acho que vai ser assim tão fácil...

Acho mais parecido com um blefe, "mal anunciamos a venda e já temos três interessados"...

E também não tenho tanta certeza assim se o "provável comprador" gostaria de manter Jeson Button, que fez apenas 3 pontos contra 11 do Rubinho...

Se já estava indefinido, agora...

....e M.C., manda: Já vai tarde a dona Ronda. Fracasso em cima de fracasso. Sabem construir motores confiáveis e civics como ninguém. Tão dizendo que a bloa da vez é a Renault ? E aí, Priscilla. A Montadora francesa está mal das pernocas ?

E não acho que o sonho da Terra acabou... Mas o sonho da Honda sim...

O que na verdade não passava de um jogo de marketing, apelando para o lado ambiental para se conseguir vantagens econômicas...

Se bem que, a maior parte do que se vê por aí, em questão ambiental, não é diferente do que a Honda estava fazendo...

As pesoas ficam falando o que os outros devem fazer... E ninguém faz a sua parte...

Outra coisa que eu fiquei pensando como seria, caso aquela historia (e acredito que tenha sido verdade) da contratação do Alonso pela Honda tivesse se concretizado.
Imagina só: Alonso desempregado.

Será que alguma equipe tiraria alguem só pra abrir uma vaga pro Bi-Campeão??

Priscilla,
Sinceramente, para além da crise:
o desempenho da HONDA era muito ruim e os testes iniciais do carro 2009 foram frustrantes (JEREZ - setembro). Final previsível.

Bjs,

Vou tentar resumir...

Essa desistência da Honda já estava premeditada, na minha opiniao. Esses testes foram pra atrair publicidade nada mais. De qualquer forma serviu para pilotos e equipe, pois quem sabe surgia um patrocinador interessante?

Sobre a Renault o que se comenta é que nao há qualquer possibilidade de que a ING os deixe na mao. Inclusive li em um fórum que contrataram mais funcionários para a fábrica da Renault.

Sobre o Alonso na Honda, ao final vou acabar acreditando no espanhol,quando disse que nao houve nenhuma oferta oferecida a ele, a nao ser a da Renault. Pode ter sido marketing da Honda também...

Se existem compradores, aí já nao sei...É no mínimo estranho.

Bjs

Pri, abra os olhos, menina...

A Honda ofereceu um cheque em branco para o Alonso, lembra???

O Alonsito pegou e escreveu lá no cheque... U$100.000.000.000,00 de dólares... é isso mesmo.. cem bilhões de dólares e depositou a bagatela numa conta fantasma nas Ilhas Cayman, quebrou a Honda e agora anuncia que vai se aposentar da F1 usando a desculpa do motor único.

Brincadeiras a parte... o dragão das quebradeiras está à solta.

Bjs!

Parece que um dos possiveis compradores da Honda é o ex-dirigente da BAR, David Richard.
Se for verdade, a ex-Honda estara em boas mãos.
Richard qdo esteve a frente da BAR, em 2004, transformou a equipe da agua pro vinho.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More