15 de dez de 2008

Citroën/Peugeot: Possíveis compradores para Honda

O fabricante francês PSA, que vende carros sob o nome de Citroën e Peugeot, poderia estar interessado em comprar a equipe Honda.


Segundo informa a revista belga Autosportnieuws, o fabricante, que era o fornecedor de motores para a equipe Prost, mostrou interesse na equipe de Brackley, com o intuito de participar ativamente da F1.

A equipe Citroën é a atual campeã de WRC, tanto de piloto como de construtores e a Peugeot participa da Le Mans Series.

Apesar da crise que assombra os fabricantes de carros, a PSA não se viu tão afetada como outras montadoras, e o Governo Francês promete apoio financeiro, desde que os cortes de funcionários nas empresas seja reduzido. A proposta serve também para a equipe Renault.

Se a compra se concretiza, o francês Sebastián Bourdais poderia ter um lugar na equipe, ao lado de Jenson Button.

Fonte: www.thef1.com

6 comentários:

Seria uma ótima... Saem nicômicos e entram os franceses.

O grande beneficiado seria o Sebastian Loeb, campeão de rali pela citroen, que agora tem intenção de mudar pra F1.

Essa historia de que Button mantevesse fiel a escuderia, preferindo não ir pra Toro Rosso, é conversa pra boi dormir.
Ele preferiu a lei do menor esforço ficando num time onde já conhece as pessoas e essas mesmas pessoas gostam dele.

Pro Barrichello tudo leva a crer que é fim de carreira obrigatoria mesmo.

Detalhe, Priscilla,
O site da HONDA ressuscitou hoje...

Bjs, Henry

Piloto inglês em equipe francesa???

Sei lá, a "Guerra dos 100 Anos" (que durou mais do que isso, se não me engano) ainda não acabou em determinados setores de ambas as sociedades...

Além do mais, o motor Peugeot não deixou saudade nenhuma na F1...

Não dá para comparar a Peugeot na época do Prost com os tempos de hoje. Acredito que se o grupo PSA entrar na Fórmula 1 vamos ter uma grande força.
Tomara que isso aconteça mesmo.
Bj.
SAVIOMACHADO

Também torço para que a Peugeot se dê muito bem na F1, afinal, quanto mais gente andando bem melhor é para o telespectador, que somos nós...

Só que a Honda saiu da F1 ao final de 1992 com um dos melhores motores da história da F1 e na sua volta, uns 10 anos depois, ela só decepcionou...

A coisa gira muito rápido na F1, um piscar de olhos e tudo vai pelos ares... E como a Peugeot nunca foi muito bem na F1 fica a dúvida...

Porém, a Renault voltou depois de vários anos (acho que ela parou em 1986) e logo estava com os motores em ponto de bala... E olha que no tempo da saudosa Lotus preta do Senna o motor da Renault sempre deixava ele na mão, ou era falta de potência ou era consumo exagerado de combustível (que na época era limitado)...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More