20 de dez de 2008

Ecclestone responde a Montezemolo

Luca de Montezemolo, a uns dias atrás, em uma encontro com a imprensa, atacou o atual administração de Bernie Ecclestone.

É sabido que o Presidente da Ferrari, e também Presidente da FOTA, com o apoio de Max Mosley, quer garantir um porcentagem maior de lucros para as equipes da F1. Bernie Ecclestone detém aproximadamente 50% dos ganhos adquiridos.


"O que está claro é que a época de dividir e conquistar para mandar na F1 se acabou" - disse o italiano.

Além de sugerir a aposentadoria a Ecclestone, que já passa dos 78 anos, Montezemolo também sugeriu que a administração da F1 deveria ser mais transparente:

"Queremos saber sobre o reparto de dinheiro."
"Temos que abrir uma página importante com Ecclestone e Mackenzie (CVC), não só pelo tema da quantidade de dinheiro, mas também por como fazer muitas coisas - circuitos, espectadores, televisão, tipos de pista, e tempos de corrida", e ainda acrescentou que " a F1 não se está administrando como um negócio normal".


Ecclestone não tardou mais que dois dias em contestar a Montezemolo:

"A única coisa que Montezemolo não mencionou entre suas queixas foi o dinheiro extra que a Ferrari recebeu com relação às outras equipes e todas as ajudas extras que a escuderia conseguiu todos esses anos", replicou ao jornal The Times.

"(Montezemolo) Não pode se queixar de nada porque sabem que ganham mais dinheiro que qualquer outro".

"Eles sabem exatamente o que tem, não são estúpidos, mas tão pouco espertos. Ganharam o campeonato de construtores e obtiveram 80 milhões de dólares a mais do que se tivesse sido a Mclaren"- fuzilou o chefão da Fórmula1.

Tudo isso tem uma explicação: Em 2003, com a ameaça da equipe de Maranello de abandonar a F1 - foram criadas as regras "anti-Schumacher"- , a FOM teria "comprado" a estância da Scuderia na categoria.

"Compramos a Ferrari. Compramos sua lealdade. Nosso acordo com a Ferrari era que a "compraríamos" para que eles não fossem para outras categorias".


Fonte: F1-Live e Tazio

9 comentários:

¿Bernie, por qué no te callas?

A coisa tá realmente séria na F1...

Quando as pessoas envolvidas em alguma coisa começam a distribuir pontapés para todos os lados, contra amigos e inimigos, é porque a situação está MUITO FEIA...

As palavras de Bernie deixam aparecer muita suspeita sobre o que todos já desconfiavam, como um certo favorecimento para a Ferrari, por parte da FIA, em diversas questões polêmicas ao longo dos últimos anos...

Não é, assim, uma confissão de culpa, mas deixa no ar muita coisa MUITO suspeita...

O pior é a previsão de lavagem de roupa suja, e isso, eu espero, que não seja o início do fim da F1...

Cara Priscilla:

Parece que está virando moda a troca de farpas entre o capo da Scuderia e o dono da F1, né? Será que o italiano está querendo tomar o lugar de Mr.Ecclestone ???

B'Hengler,

Lendo essas declaraçoes do Bernie eu pensei mais ou menos como vc.

O cara pra se defender desvela um acordo que envolve dinheiro entre federaçao e equipe. Agora, nao é ele o chefe? Entao foi ele quem ofereceu a grana e os serviços,nao? A que vem agora essa de lavar roupa suja publicamente???

O que o Ribeiro falou também é verdade: tá virando rotina o quebra pau entre eles. Algo "gordo" vem aí!

Outra coisa: Qual será a reaçao das demais equipes lendo esse "testemunho"?

Que há e sempre houve favorecimento pra Ferrari pra mim não é novidade.
Mas o Montezemolo, presidente da FOTA, não quiz puxar a sardinha só pra ele. Falou pelas outras equipes tambem.
Já Bernie desviou a conversa soltando seus dragões e atingindo a Ferrari.

É, esse lance de favorecimento à Ferrari ficou claro em X situaçoes, mas até entao eu nao entendia o pq. Agora sim....

Por isso a dúvida: Qual será a reaçao das demais equipes? Ou será que elas sabem do acordo e sabem que existe um "nao-me-toques" com a Ferrari?

Priscilla,
Essa estória de favorecimento e 'outras máximas' da F1 precisam ser vistas caso a caso.

Uma delas, por exemplo, de que a Bridgestone favoreceria a FERRARI. Ninguém ferrou mais a Ferrari este ano do que os pneus.

Outra: Max Mosley favorece a Ferrari (?) - o defensor do KERS é Max Mosley com seu MAKE CARS GREEN. Pela Ferrari, o KERS ficaria para 201...

Ecclestone tem a chave do cofre - o presidente da FOTA quer a chave...

Bjs, Henry

Em vez de trocarem farpas e acusações mutuas, deveriam se preoculpar com a sobrevivência da F1.Que sempre houve jogos de interesses,ninguém duvida ou contesta.Mas o que se pode fazer agora para que a categoria não se torne vazia diante da crise (financeira e de caráter)?

Você está coberta de razão Priscilla...

"Qual será a reação das outras equipes"???

E aí, nós saberemos a resposta "facinho"... Se ficarem "p#t@s" da vida é porque a coisa foi bem escondida, e pode ser o fim da categoria mais fantástica do automobilismo... Mas se ficar por isso mesmo, fizerem algum alvoroço e depois deixarem passar batido, é porque tinha "MUTRETA" braba e podre em um monte de resultado no passado recente e "sombrio" da F1...

E aí como é que fica a torcida e os PATROCINADORES no meio dessa bagunça???

Quer dizer que eu fiquei torcendo contra as falcatruas do "Dick Vigarista" à toa, já que estava tudo arranjado???

Quer dizer que eles tentaram montar todo um esquema para amenizar a fatalidade da "Tamburello", fazendo surgir um novo "ídolo" (ídolo???) às pressas para evitar perdas econômicas à F1...

Não gosto de "teorias conspiratórias", mas este tipo de declaração é um prato cheio para tudo o que é suposição, e elas vão surgir rapidinho....

Sinceramente, estou desapontado demais com as pessoas da F1...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More