5 de jun de 2009

Novo comercial - Danica Patrick

Danica Patrick segue sendo uma excelente referência na Indy Car, inclusive, em Indianápolis, corrida vencida por Hélio Castro Neves, a americana chegou na 3º posição, depois de largar em 10º.

Mas o que também temos que reconhecer é que Danica "manda muito bem" diante das câmeras.

Patrocinada pela Boost Mobile/Motorola, Danica aparece nesse novo comercial, que não tem desperdício.



Danica participa em várias propagandas, de seus inúmeros patrocinadores, cada um melhor que o outro.

Alguém duvida do bem que Danica Patrick faria para a F1?!

10 comentários:

úia, primeiro a comentar por aqui e sobre um assunto que eu mais entendo, Indy rs
Realmente, a Danica é sinônimo de $$$ ainda mais com o sucesso que ela consegue na Indy e nos EUA. Embora achem que ela é pura jogada de marketing, ela está melhorando a cada prova (como vc citou o 3º lugar em Indy-500, não é qq um que consegue). Mas na F1 não sei se seria tão "rentável" assim, pois lá ela não seria uma estrela solitária como está sendo na Indy.

Se formos falar em marketing, ela realmente é fenomenal.Adora aparecer!É muito boa piloto, caso
contrário não teria conquistado os bons resultados que tem.Mas já para a F1..., não sei não.Disputar uma freada com Kimi Heineken, Massa ou Mansell Hamilton é muito mais difícil do que só virar o volante pra um lado nos ovais.
Mas uma coisa certa, se ela estivesse no lugar do Kimi quando o Hamilton o atropelou na saída dos boxes, veríamos uma sessão de luta livre.Nunca vi ninguém tão cricri como ela.Não gosta de levar desaforo para os boxes.Procurem no Youtube Danica Patrick X Mika Duno.
Agora, que a F1 iria ficar muito mais interessante, ah isso iria.Muita gente iria torcer para a PILOTO BOA que ela é...
(Desculpe-me o trocadilho, Priscilla.Foi inevitável!)

Nunca um piloto da Indy conseguiu resultados expressivos na F1, exceto o Montoya (mas deram um jeito de boicotá-lo).

A diferença de exigencia entre os carros da F1 e Indy são gritantes, mas seria um belo marketing para USGPE.

Já se ele seria capaz de pilotar um F1, seria uma incógnita completa.

Axo q se a Danica entra eh por marketing, eh bioa pilota,mas tem varios melhores na indy,e como o Eduardo e Lee disseram a diferença de exigencia entre os carro de f1 e indy sao enormes,andaria no maximo no pelotao intermediario mesmo se pegasse um grande carro.

Eu entendo o lado de vcs e acho que que pela parte de vendas seria magnífico pra F1 mas faço uma pergunta a vcs:

Será que com um pouquinho mais de preparaçao a Danica nao faria um melhor trabalho,por exemplo, que o Nakajima?!

Talvez ela nao chegasse a ser Campea do Mundo mas acho que poderia dar guerra dentro das pistas, até pq ela nao parece ser do tipo que tira o pé...rs

Sei não Lee, mas o pai do Michael Andretti foi campeão de F1 após sair da Indy...

Acho que uma mulher pode disputar a F1 contra qualquer piloto homem, o que não significa que este piloto mulher seja a Danica... É tudo uma questão de adaptação... E para isso seria interessante a presença de mulheres nas categorias de base e acesso à F1...

Priscilla, realmente, pé pesado ela tem, mas F1 é mais do que pé pesado. A comparação que você fez, com o Nakajima: sinceramente, acho que seria trocar 6 por meia dúzia, técnicamente falando. O que ela pode oferecer tecnicamente que o japonês não possa?

Como marketing, seria um tiro certeiro para a F1. Como piloto, tenho lá minhas (muitas) dúvidas. A começar que, de carro mesmo, ela não entende tanto assim. Ela pilota bem, mas que faz todo o acerto é o Kanaan, dos 4 carros da equipe. Na F1, ela não terá a mesma moleza de copiar setup como faz na IRL.

Não sei também se ela se adaptaria tão bem ao ambiente gélido da F1. Ela tem muita personalidade e isso, na F1 atual, não é tão bom (o que particularmente acho uma lástima). Na F1 ela não poderá falar o que fala na IRL. Lembra dos entreveiros dela com o Wheldon? Na F1, isso jamais ocorreria de maneira clara, a não ser que fosse piloto disputando título.

Como você escreveu, a F1, na média, ganharia com chegada da "mluher-maravilha". Mas acho que ela, Danica, perderia. E muito.

B'Hengler

é claro q sempre existe as excessões. E O pai do Micheal é o único da família Andretti que relamente presta. Mas mesmo assim antes de correr pela Lotus ele já vinha correndo na F1.

A disparidade entre as duas categorias atualmente é ainda muito maior.

Tenho certeza que o Nakajima não faria feio na Indy.

Concordo parcialmente Lee... O nivel dos pilotos da Indy é reconhecidamente menor do que os da F1, até por uma questão de competitividade das categorias de acesso... Mas até o Senna reclamava com a McLaren para que dessem um carro competitivo ao Michael Andretti em 1993...

A verdade é que a Indy é uma categoria rival da F1 e não é do interesse da FIA que os pilotos dela se saiam bem na categoria principal do automobilismo mundial, apesar que a maior prova é a Indy 500 de Indianapolis!!!

Eu sinceramente não consigo ver graça alguma em pista oval. rsrsrs

Tipo, a exigencia em pistas ovais em um piloto é de resistencia física, saber economizar combustível na hora certa. Tem um pouco de estratégia, mas a adrenalina não sobe vendo aqueles pilotos dando voltas e mais voltas com o pé em baixo. rsrsrs

Mesmo a FIA e a FOM boicotando pilotos da Indy, ainda acho q existe uma grande diferença de nível técnico entre, por exemplo, o melhor da atualidade da Indy e o melhor da atualidade da F1.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More