14 de jul de 2010

Sobre a HRT e o caso Senna

A revista alemã Auto Bild Motorsport afirmou e o mundo inteiro agora faz eco dessas informações.

Segundo a revista, a substituição de Bruno Senna no GP da Inglaterra não foi por um tema financeiro, como alegou a equipe, mas sim, por um email enviado errôneamente ao correio eletrônico de Colin Kolles, chefe da equipe espanhola.


Bruno teria enviado um email onde não falava muito bem do trabalho de Kolles e sem querer, adicionou o envio a seu chefe.

Portanto, a causa real seria um "castigo" ao mau comportamento de Bruno com seu chefe.

A verdade é que Bruno e Kolles nunca se levaram bem. Kolles teve que aceitar Senna na nova equipe HRT, porque o brasileiro já havia assinado um contrato com a "falecida" Campos Meta, mas o piloto não era de seu agrado.

Senna voltará a pilotar seu Hispania no seguinte GP, mas a situação dentro da equipe, se já não era boa, agora deve estar pior.

Pra piorar um pouco mais, informações da mídia comentam que Karun Chandock estava quase fora da equipe ainda nesta temporada por falta de patrocinadores.

O índio trabalhou forte e conseguiu o patrocínio necessário para continuar na equipe...

A maré não está pra peixe na HRT...

2 comentários:

Não faz sentido nenhum... Errou o destinatário de email... Putz.
Mais mau contado que história do congresso brasileiro.

Groo,

Também acho essa história muito fantasiosa...Algo tem que ter de verdade pra que a revista soltasse essa informaçao, mas que o cara agregou o chefe no email e tal...acho improvável!

Talvez houve um email do Bruno, depois de saber de tudo, de certo modo incornformado, mas nao sei, história mal contada essa ai...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More