14 de jul de 2010

Nova versão sobre a polêmica de Silverstone

Após todas as críticas recebidas pela decisão em Silverstone, Charlie Whiting decidiu falar sobre a decisão de penalizar a Fernando Alonso com um drive-trough após a ultrapassagem , por fora da pista, do piloto a Robert Kubica.

Fernando não devolveu a posição a Kubica porque a equipe considerou correta a ultrapassagem e porque, segundo eles, quando recebeu o aviso de Whiting, Kubica já estava longe e lento, a causa dos problemas que o forçaram a abandonar.


"Sugeri ( a Ferrari) que se devolviam a posição não haveria razão para que os comissários atuassem"- disse Whiting. E completou: "Avisamos a Ferrari umas 3 vezes de que, na minha opinião, deveriam devolver a posição a Robert Kubica".

De momento, o que não encaixa é o espaço de tempo em que tudo aconteceu: Passam apenas 2 voltas entre a ultrapassagem de Alonso a Kubica e o abandono do polonês. Ainda que seja certo o que diz Charlie, porque a demora de 9 voltas para penalizar o piloto?

E, se enquanto avisava a equipe sobre a troca de posições ainda não era um tema para os comissários, apenas uma sugestão, o que realmente consideraram os comissários já que Kubica não estava mais na corrida? Em que artigo está escrito a puniçao a ser aplicada?

Já temos duas versões sobre o ocorrido:

- Whiting adverte a Ferrari, que faz caso omisso, e não avisa seu piloto sobre a troca de posições;
- Ferrari não recebe nenhuma informação de Whiting mas sim, diretamente, a punição;

Haverá novos capítulos?...

9 comentários:

Enquanto as novatas correm com seus carros horriveis, tem um projeto dito com inovador parado e largardo no tempo

http://f1around.wordpress.com/2010/05/21/tf110-%E2%80%94-o-carro-com-o-qual-a-toyota-competiria-em-2010/

Aposto q se alguma das novatas tivesse comprado esse projeto, não estariam andando tao atrás.

Só que a f1,atual, meu caro RAFHAEL...tém sido movida, atravéz de interesses né! Talvês não seria interesante uma nova BRAW...tão rapidamente né.

Sobre o carro da Toyota, sinceramente, a simples vista nao parece ter nada demais.

Ano passado a Toyota começou forte e terminou disputando lugares no meio da tabela...

Nao sei, poderia ser a nova Brawn de 2010,, como o Latueiro comentou, mas vai ver ninguém acreditou que o raio cairía no mesmo lugar duas vezes...

Nossa essa é a cópia mais parecida de todos da RBR, agora se seria uma copia bem feita ou não, nunca saberemos. rsrs

Mas há um pore´m minha cara PRI...

O que faltou a toyota para vencer corridas nos dois últimos campeonatos...foi braço,e pra falar a verdade...piloto.

Mas realmente! se esse projeto niponico iria ser vencedor...ficou bém guardado.

E ess é a realidade nua e crua da f1 atual...Todos os pilotos que conversaram alto um pouco? tiveram que "enfiar" o R, entre as pernas e pronto...o último felizardo...Webber..de repente ficou mansinho né.

Lembrando o ZACARIAS ano passado..." eu não faço isso e ném aquilo, e não aceito isso ou aquilo" kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
Fáz e aceita caladinho...igual agóra...tá mansinho da silva.

"Se até o bi-campeão Alonso...teve que ficar manso"...kkkkkkkkkkkkkk..

"CYPHER E A 13 VAGA DA F1 2011"
Tudo escuro no momento, mas começam a aparecer nomes. E nomes bém recentes, vindo de dentro da f1...e nomes vencedor...Obscura ou não,essa história! Existe aquele ditado..."onde a fumaça, costumar aver fogo" é aguardar o próximo capiltulo.

A anônima e secreta Cypher tem na cabeça de seu projeto um homem que tem passado — e recente — na F1. O Grande Prêmio pode confirmar que Steve Brown é o responsável pela equipe que quer ingressar na categoria no ano que vem.

Brown foi o responsável pela área de pesquisa e desenvolvimento da Brawn no ano passado — ou seja, trabalhou com Rubens Barrichello. Steve havia se desligado no fim do ano passado da equipe campeã da temporada para assinar com a USF1 e ocupar uma vaga diretiva, que não existiu porque a equipe, praticamente, não existiu.

O engenheiro participou do acordo com Jonathan Summerton, que hoje está incluso no plano da Cypher. Agora, quer a família Piquet, Nelson e Nelsinho, para encorpar seu projeto de entrada na F1 em 2011.

A reportagem exclusiva e completa sobre a Cypher, com entrevista feita com o então anônimo Brown e seu projeto, está na edição deste mês da Revista WARM UP.

Uma coisa a revista eletrônica, já conseguiu...atrair curiosos.

Eu não dei importancia a esse assunto [já sabia desde o inicio dessa intenção americana, novamente] E Nelsinho, tá parecendo gato escaldado...se esquiva de todas as formas e não responde nada.

Podemos mesclar as duas teorias para ficar mais fácil de entender.

Whiting adverte a Ferrari, porém não é claro, já que usa termos como "recomendo" ou "deveria", a Ferrari faz caso omisso, e não avisa seu piloto sobre a troca de posições.
Dai Whiting avisa em uma segunda oportunidade diretamente a punição.

O que acham?

A primeira versão é mais plausivel.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More