11 de mar de 2010

Rapidinhas

A FIA aprovou o polêmico aerofólio traseiro da equipe Mclaren.

A Federação esteve analisando o novo aerofólio da equipe - o capô do motor está ligado ao aerofólio, que contém uma pequena "brecha" entre a parte superior e a inferior do aerofólio, e que através de um dispositivo, limita ou não o ar que passa por ele- e aprovou.


Charles Whiting, diretor de corridas levava uma semana avaliando a inovação e deu luz verde para que possa ser utilizado pela Mclaren no Bahrein: "Simples porém brilhante", dizem alguns.

Através de um dispositivo, Hamilton e Button poderão controlar o ar que passa por uma pequena entrada, acima da cabeça do piloto.

Essa simples invenção dará 6 Km/h a mais aos carros prateados ingleses, nas retas.



A Hispania Racing Team, HRT, após rumores de que não participaria do GP do Bahrein, o primeiro do ano, parece que finalmente correrá.


Segundo o jornal Marca, as peças seguem chegando a Bahrein e sim, há um pouco de atraso, mas a equipe de engenheiros e mecânicos está fazendo em poucos dias o trabalho de meses.

O motor Cosworth já foi testado e aprece ser que a equipe espanhola começa a engrenar.


Seguem divididas as opiniões sobre as novas equipes. A equipe Ferrari transmitiu, através de sua web todo seu descontentamento com as novas equipes e a Red Bull parece fazer eco. A Mclaren já tem um discurso politicamente correto.


Christian Horner, diretor da Red Bul foi bem claro: "Trataremos de estar fora do caminho(deles)" - comentou ao The Times. E explicou: "O perigo é a grande diferença de tempo que vai existir, até 5 segundos por volta e a diferença em velocidade é enorme".

Os "novos", obviamente, não pensam assim. Timo Glock, por exemplo, que correrá pela Lotus, acredita que para os aficionados e para a F1, a entrada do novatos é boa...

0 comentários:

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More