28 de fev de 2012

Ferrari e Red Bull não poderão testar na 2ª feira

Ferrari e Red Bull não poderão testar durante a segunda-feira, dia 5, em Montmeló, como tinham previsto.

As duas equipes começariam seus testes no dia 2, 6ª feira, para finalizar na 2ª feira, dia 5, algo que o regulamento da FIA não permite e que obrigou as duas equipes a voltarem atrás em suas decisões.


Segundo o artículo 22.4 do Regulamento Esportivo, a FIA estabelece que as equipes não podem treinar durante a semana anterior ao primeiro Grande Prêmio da temporada:

Art.22.4C - Não se poderão realizar testes em pista entre o começo da semana que precede o primeiro evento do Campeonato e o 31 de Dezembro deste mesmo ano.

À noite, Red Bull e Ferrari receberam a notificação da FIA e portanto, ambas equipes já ajustaram suas agendas para participar dos testes desta semana.

Pela Red Bull, Mark Webber estará nos dias 1 e 3, enquanto Vettel se colocará ao volante do RB8 durante a 6ª e o domingo. Na Ferrari, Felipe Massa pilotará durante a quinta-feira e o sábado, e Fernando Alonso durante a sexta-feira e domingo.

13 comentários:

Este comentário foi removido pelo autor.

Tudo bem, mas o começo da semana que precede ao primeiro grande prêmio se inicia no DOMINGO!!! Então o dia 4 dos testes é ilegal...

Essa FIA não sabe nem que a semana começa no domingo??? Kkkkkkkk...

Sobre o episódio da Ferrari ser proibida de testar fora das regras o que posso dizer é:
"CHUUUUUUUUUUPA FERRARI!!!"

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

E Chuuuuuupa RBR!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Dançaram.

Dizem q a Red Bull queria usar esse dia extra para testar o seu escapamento. Pelo q comentam, que eles tem um sistema bem diferente do q foi mostrado e q funcionaria enviando mais gases pro difusor.

Outro q tem um escapamento q pode ter ganhos é a Maclaren e por isso eles tem andado bem lentos para não levantar suspeitas sobre o real potencial do carro.

Raphael,

Por isso a Ferrari já reclamou da situaçao. Parece que os "envolvidos" sao todos que usam motor Renault ou Mercedes, principalmente os Renault. Dizem que a marca francesa encontrou um mapa motor que segue mandando gases pra lá. "Uma" equipe (Ferrari!)reclamou com a FIA e até Austrália nao saberemos nada, pq, por regulamento, nos treinos tudo é permitido.

Agora, se na corrida existirem certas coisas ilegais, aí sim a FIA pode atuar, mas de momento só advertiu a essas equipes.

A FIA e suas brechas no regulamento.
Sempre dá espaço para invenções.

Todo mundo fala que a F1 é um laboratorio para a industria automobilistica, mas aonde raios um difusor soprado seria usado num carro comum?

Então, não seria mais logico acabar logo com esse difusor de uma vez?

Bota o escapamento virado pra cima e acaba logo com essa coisa.
kkkkkkkkkkkkkkkkkk

E já acho que o mais fácil seria um artigo no regulamento onde tudo que fosse alterado no carro deveria primeiro ser autorizado pela FIA para só depois poder ser utilizado, mesmo que fosse permitido pelo regulamento...

Assim não teríamos motivo para esse esconde-esconde e tampouco o velho e hororroso método da FIA de permitir determinados componentes em algumas provas e depois dizer que está proibido e não pode mais ser utilizado...

Mas se tá permitido pelo regulamento eles vão alegar a FIA que a maracutaia é legal.
Tá dentro do estabelecido pelo regulamento.

Por isso que digo que a FIA tem que ser mais definitiva no seu regulamento.

Se é no escapamento que as equipes querem fazer controversias, manda o troço apontar para cima e zéfini.

É que hoje a "maracutaia conhecida" é no escapamento, mas já foi no combustível, na suspensão, nos aerofólios móveis, etc, etc e etc...

Então é mais fácil colocar um dispositivo onde as equipes deveriam informar à FIA o que de novo colocaram nos carros para ser avaliado e aprovado antes de liberar... Se descobertos pela FIA haveria punição, mesmo que os itens fossem legais...

Assim se evita os problemas atuais e futuros...

Isso é que eu acho estranho.
Se é legal, porque vai ser punido?
Fica um negocio esquisito.

Eu acho assim, se é proibido o difusor soprado, a FIA checaria cada carro e se visse algum escapamento direcionado para o difusor ou algum mapeamento de motor suspeito, proibia e punia.

A Ferrari anunciou um contrato até 2014 com o energetico brasileiro TNT.
Será que a equipe já percebeu que o carro é uma bomba e resolveu juntar o nome à pessoa?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

A idéia é a seguinte Aderson, lembra quando a Ferrari dominou a F1 por 5 anos consecutivos??? Pois é, boa parte do desempenho se devia a uma descoberta de que se o combustível estivesse gelado o motor aumentava consideravelmente a potência...

Pois é, se as regras fossem como falo ela seria punida por não ter comunicado a FIA da mudança, mesmo que fosse dentro das regras, e isso nivelaria a F1...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More