13 de mar de 2009

Entrevista com Fernando Alonso

Os testes em Montmeló terminaram e Fernando Alonso se "abriu", antes do início da temporada, para os microfones da rádio espanhola, Cadena Ser, no programa El Larguero.

Como de praxe, deu seu parecer à respeito da temporada 2009. Repasso pra vocês algumas respostas interessantes:


O R29 é tão bom como parece?
"Acho que vai bem, estamos contentes com ele. Mas daí a ser favoritos ou a vencer, acho que não é para tanto. Existem equipes que estão mais fortes que a gente. Mas não é como no ano passado que começamos com um carro que estava a 1 segundo e meio dos primeiros, e as 4 ou 5 primeiras corridas foram um desastre para nós. Este ano chegamos muito mais preparados à primeira corrida".

Qual é a vantagem de não usar o Kers?
"Basicamente duas: uma, que são 40 kilos(peso do Kers) para distribuir pelo carro; e duas, a confiabilidade. Não podemos esquecer que o sistema Kers é um sistema novo que pode provocar averías. Toyota, Force India, Brawn, Toro Rosso, Red Bull e Williams não vão utilizá-lo. Metade das equipes utilizará e a outra metade não. A largada será um pouco bagunçada porque largar sem ele será uma desvantagem. Haverá circuitos em que o Kers te fará mais rápido e em outros não".

Estão próximos da Ferrari?
"Tem dias que sim e outros que não".

Quais são suas equipes favoritas agora?
"Nesse momento, a Brawn está na frente de todo mundo".

E a Mclaren?

"É a outra cara da história. Imagino que se recuperarão de última hora".


Irão realmente mudar o sistema de pontuação?
"Está no ar. Eu não acho legal porque se muda a pontuação e no próximo ano temos mais pontos, teremos que pagar mais pelas super licenças. Hamilton, por ter sido o que mais marcou pontos ano passado terá que pagar esse ano 250000 euros pra correr esse ano".

De 0 a 10, que nota você dá ao R29?
"Sete"

Se vê com chances de ganhar o campeonato?
"Senão não faria as malas para ir a Austrália. Com opções você se vê sempre. Me vejo com opções razoáveis".

Aceitaria ser vice-campeão?
"Não. Ou você vence, ou é quinto ou sexto. Vice-campeão é f*da!"

Se apostamos por você como ganhador na Austrália, temos mais possibilidades de ganhar ou de perder dinheiro?
"De perder. Na Austrália vencer seria uma surpresa. Estamos pensando a longo prazo. Temos que evitar o começo desastrado que fizemos ano passado. Temos que fazer um campeonato constante, talvez não ganhar muitas corridas mas somar mais pontos que os outros e no final estar na luta pelo título".

21 comentários:

Uau! O homem foi bem sincero. Analisando o que falou, o R29 é apenas um pouco melhor que o R28. Vão tentar pontuar mais no inicio da temporada pra ver se na segunda metade repetem o que fizeram em 2008.
Fiquei surpreso com a opinião dele sobre o Vice-Campeonato. rsrsrs

Vamos esperar pra ver o que acontece.

Também acredito que ele foi sincero...

Achei interessante o que ele disse sobre o KERS, e completa o que discutíamos ontem... Vale a pena???

Pelo que entendi, quem não usar vai adicionar 40Kg de peso no carro, mas pode distribuir onde quiser e equilibrar o carro... Quem usar vai ter que improvisar um espaço enorme no meio do carro...

Talvez por isso que os carros sem o KERS estão andando mais, apesar da menor potência, estão mais equilibrados... Acho que a FIA poderia contornar isso liberando o uso do KERS, contra as duas possibilidades de uso por volta apenas...

Mas uma coisa é certa... Se já achávamos que ia dar bagunça as largadas por causa do tamanho do aerofólio dianteiro, some a isso o aumento de potência de alguns carros que estarão no meio do pelotão e imagine o tamanho do rolo no final da reta...

Vai ser um caos...

O Alonso falou direto ao ponto. Pelo visto, a equipe vai ter que ir buscar rendimento durante o campeonato, mas a proibição dos testes com certeza vai diminuir o ritmo de crescimento. Parece que se trata de um outro ano difícil, mas pior que 08 não deve ser.

Quanto à Brawn, ele anda muito assustado. Num sei se é tudo isso aí não, hein...

Concordo com Alonso quando ele diz que a Mclaren vai recuperar na ultima hora.

Beijo!

Kimi_Cris

Pode ser só uma expressão de cansaço mas de certa forma demonstra a preocupação do Alonso com esse carro e o campeonato:
http://images.gpupdate.net/large/119789.jpg

Amanha vou postar um vídeo do Alonso bem legal. Nova entrevista e reveladora...Tô legendando.

por isso que na maior parte dos testes eles não focaram em fazer voltas rápidas mas sim testar o máximo de peças e diferentes acertos para q tenham dados para evoluir o carro ao longo da temporada sem os testes.

Enquanto a Renault tem chances de ascender, a a tendencia da Brawn GP, por exemplo) é que (caso o ritmo seja realmente aquele) de descender uma vez que é o time com menor milhagem em testes.

Priscilla...? só uma curiosidade! o KERS, essa energia extra que ele acumula...não é gerada atravéz do uso dos freios???? se for, então na largada..? ele não terá muita influencia não!! ou estou equivocado....?

Ola a todos. Como fan de F1, qdo procuro informacoes de carros e pilotos sempre venho neste blog, e sempre as encontro, esta de parabens Priscilla, excelente blog.Latueiro, sempre leio seus comentario, coesos, quase sempre coincidem com a minha visao de ver as coisas. Com relacao, seja bem. Ele acunula energia com as freadas que piloto da em una volta. Portanto, na largada do grid, a energia aculada esta na volta de apresentacao, quanto mais freia mais energia. Nao me surpreenderei se na volta de apresentacao alguns carros baterem. Comico, pra nao dizer tragico.
Abcs a todos.

Realmente Ivan....vai ser interessante observar os carros equipados con o KERS! na volta de apresentação.....??

Moyhenry,

Tem razao. Estive pensando sobre isso outro dia...rs

Ivan,

Seja sempre bem-vindo e, Latueiro, é isso mesmo que ele comentou: na volta de apresentaçao, eles acumularao energia pra largada.

Bjs

Mas aí tem uma regra que diz que quem dita o ritmo da volta de apresentação é o pole position... Vale lembrar que a regra impede que os carros do meio do pelotão fiquem para trás!!!

Se o pole não tiver KERS e andar bem devagar, impedindo freadas bruscas, vai evitar que os carros equipados com o KERS acumulem energia suficiente para fazer a diferença na largada...

Vai ser interessante ver uma volta de apresentação durar 5 minutos... Uahuahsusahasushshua...

Esse blog da Priscilla....é um "SHOW"....!! perfeit observação do B`HENGLER...

B´Hengler

Não esqueça que o piloto pode muito bem carregar as baterias do KERS na volta de ida pra alinhar no grid de largada. Não estou falando da volta de apresentação, mas sim qdo o piloto sai dos boxes para ocupar sua posição de largada.
O problema será se a corrida for interrompida antes de completar a primeira volta. Ae quem for esperto já recarrega as baterias na volta pra alinhar no grid novamente.

Dificilmente concordo com ele, mas nesta entrevista sou obrigado a reconhecer que ele mandou muito bem!

Olá Pri,

Aposto no Alonso entre os três primeiros ao fim da temporada, mas título acho difícil.

Difícil mas nao impossível, piloto pra isso ele é, só que tem concorrência (Räikkönen, Massa, Hamilton, Vettel e "BMW?") e falta um carro melhor para Alonso.

Sinceramente quero que a Renault e McLaren resolvam seus problemas, quero ver os dois juntos com Ferrari e BMW disputando o campeonato. Além de que um carro melhor ajudaria também no desenvolvimento do Nelsinho Piquet.

Abração!

Tá certo Aderson... Além disso tem a volta para os boxes após a classificação, etc... Mas também temos que ver por quanto tempo essa energia toda cosegue ficar armazenada nas baterias - o que acho que é muito mais do que o tempo de uma ou duas voltas...

O segredo do KERS vai ser o piloto ter energia armazenada para os momentos mais propícios, largada, relargada, etc... Vai levar um tempo para eles se adaptarem, mas com o tempo estarão craques...

Mais o Kers tem que guardar a energia até a hora que o piloto quiser utilizar. Se nao nao tem muita graça. Imagina! o cara apertando o Kers toda hora pra nao perder a carga?! rs

Mas o piloto pode utilizar o KERS SÓ duas vezes por volta.... E, para compensar o peso extra, eles vão apertar o botão DUAS VEZES por volta com certeza...

E é por isso que, TALVEZ, as baterias não tenham a capacidade de armazenar a energia por muito tempo (prá quê???)...

Acredito que para compensar o peso extra do KERS a FIA deveria liberar o uso deste equipamento quantas vezes o piloto achasse necessário...

Isto permitiria um rápido desenvolvimento do equipamento e compensaria o peso extra que o carro leva (pior que o peso extra é a dificuldade em equilibrar a distribuição de peso no carro)...

Até agora não vi nenhum porem relativo ao tempo de armazenamento da carga das baterias.
Então a bateria fica lá carregada até o piloto decidir quando deve apertar o botão pra "dar uma animada".
Por outro lado a ideia de auto-descarregamento apos certo tempo seria legal, pois os riscos de choques seriam menores.

I am glad you took the time and wrote this post.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More