31 de mar de 2009

Como funciona o difusor da Brawn GP?

Até o dia 14 de Abril, quando o Tribunal Internacional de Apelação define o "futuro" dos difusores da Brawn GP, esse será um tema muito discutido entre os amantes da Fórmula 1.

No vídeo abaixo, você vê como funciona o difusor da Brawn.



O deslocamento do ar causa o downforce e, dá maneira como está construído o difusor da Brawn, o downforce é ainda maior.

Apesar de tudo, a força não parece estar somente no difusor: o carro está projetado de forma que todo o ar seja direcionado para a parte baixa do carro e não apenas para trás.

O ar que passa pela parte de cima do difusor é o que provoca a pressão ao se "chocar" com o ar que sai do difusor, o que permite diminuir o ângulo do aerofólio traseiro do carro, evitando a resistência do ar e conseguindo assim, maior velocidade.

Isso explicaria a certeza da equipe Brawn de que a "mágica" não está somente no difusor.

Vídeo: F1 al día
Fonte: Qué Formula1!

19 comentários:

Sensacional esse video. Muito explicativo.

Mandou bem Priscilla!!!

Oi Priscilla, primeiro comentário que posto no teu blog. Só para complementar, no vídeo é dito também que aqueles orifícios inferiores servem para sugar o ar que escorre pelos flancos do carro. Boa parte dessa porção de ar normalmente "bate" nas rodas traseiras, que são enormes, e provoca um verdadeiro caos aerodinâmico...
Só por curiosidade, tu não acha um absurdo os carro de F1 terem as rodas descobertas, é um heresia aerodinâmica, provavelmente a parte do carro que mais arrasto causa.

Att.
Natal.

Excelente vídeo...

Natal, o objetivo é esse mesmo... O perfil aerodinâmico de um F1 deve ser umas 4 vezes piores do que de um carro de rua... As rodas descobertas evitam que os F1 cheguem aos 500 Km/h...

O que os engenheiros da BrawnGP conseguiram é inventar uma maneira de direcionar o ar de cima do carro para "sugar" o ar que está abaixo do carro... É quase um efeito solo, e isso faz o carro colar no chão...

Briatore reclamou abertamente do difusor porque o Ross Brawn fez parte da comissão que alterou as regras da F1 na busca de um maior equilíbrio, e ele garantiu que a regra do difusor não tinha margem para interpretações diferentes...

Além do mais, dizem que ele mandou o difusor dividido em três partes separadas para ser aprovado pela FIA...

Sei não, ele sempre foi o mestre da estratégia na Ferrari... Tá começando da mesma maneira na BrawnGP, mas vários de suas "artimanhas" nos tempos da Benetton do "Dick Vigarista" (1994/95) foram proibidos mais tarde!!!

Natal Antonini,

Pode ser que seja uma regra da FIA...

Ou...

O fato das rodas trairas estarem atrás de uma asa que joga o ar para cima faz com que quase nada de ar passe pela as roads dianteiras... E o mesmo vale para e o mesmo vale para as aletas aerodinâmicas para as rodas traseiras..

Com certeza um aparato tão grande quanto esse para evitar que o ar passe pelas rodas deve causar um arrasto muito grande, também.

É bem provável que o ar contribua para manter as temperaturas dos pneus, que mesmo que precisem está quente, com freiadas tão fortes em poucas curvas eles poderiam "derreter". É como se fosse um grande cooler, que baixa a temperatura porém não evita o aquecimento.


De qualquer forma. A F-1 é uma corrida entre carros de monopostos de rodas descobertas... É o que caracteriza o esporte. Todos esses penduricalhos (asas etc) são feitos para minimizar os efeitos da turbulência causada pela roda.

Tecnicamente falando, todos esses penduricalhos só atrapalham, e só estão lá solucionar os problemas de ter rodas descobertas.

Esse é o desafio da categoria.... E foi por esse motivo que o carro asa foi proibido. Existem outras categorias mais velozes que a F-1, porém não possuem todo o primor da aerodinâmica de um carro de F-1 simplesmente por não sofrerem do mesmo problema. Acho que a F-1 é mais como o top dos desafios dos engenheiros de automóveis. Como fazer um carro de monoposto e rodas descobertas andar mais de 300km/h?

Posso está errado, porém com certeza esse não é um desafio para qualquer um e por isso é considerado o top das categorias de automobilismo.

B'Hengler, acho que não é para evitar que chege a 500 km/h... Acho que a própria definição da categoria, desde sempre, foi a de ter rodas descobertas.

Tudo bem, mas eles sempre acham um jeito de mudar as regras para evitar que os carros fiquem muito rápidos (mesmo com as rodas descobertas)...

A aeordinâmica perfeita está mais perto dos carros que disputam as 24 horas de Le Mans...

Agora, se a F1 precisa ter rodas descoberta para ser F1 eu não sei, nunca li nada a respeito, a não ser seu comentário... E até prefiro assim, dá um certo charme que só tem na F1...

Existem competições automobilísticas com monoposto com rodas cobertas e com rodas descobertas. A F-1 é no caso de rodas coberta... O que torna dificil não só passar dos 350km/s como também a dificuldade para implementar "outras coisas". Não é atoa que a F-1 é geralmente conhecido como um grande laboratório para inovações tecnológicas. É muito difícil implementar algo em um ambiente tão adverso quando um monoposto descoberto. Porém depois de implementado, pode ser portado para toda ou qualquer outra categoria que com certeza vai encontrar um cenário menos adverso.

Não sei ao certo o que levou a essa decisão, porém tudo indica que é o desafio tecnológico.

Vale ressaltar que os primeiros carros de rua, não tinham rodas cobertas, só depois que os pára-lamas passaram a ser usados e tudo mais... Porém nos carros de corrida não eram usados porque era muito pesado... Depois a aerodinâmica foi se aprimorando, percebeu-se que a roda descoberta era um problema, porém continuaram assim, com rodas descobertas.

Na década de 50 alguns carros chegaram a correr com rodas cobertas.

Dai nos anos 60 o regulamento passou a exigir que todos a categoria só teria carros monopostos e com rodas descobertas...

Apesar de eu ter dito "pode ser" acima em outro comentário, na verdade a questão é que realmente é uma regra... Eu só estava querendo explorar os possíveis benefícios dessa regra...

Na verdade só estava tentando tapar o sol com a peneira, rodas cobertas vão ser sempre melhores que descobertas...

OI Natal,

Seja bem-vindo e obrigada pela contribuiçao.

Sobre sua pergunta já viu que o que nao falta é gente entendida aqui, né?

Minha opiniao é que algo tem que freiar esses carros.

Os aerofólios dianteiros estao construídos com a intençao de justamente, desviar o ar das rodas dianteiras evitando o atrito.

Agora, quanto as rodas traseiras, nunca ouvi nada a respeito. Talvez alguns "penduricalhos" que tenham existido...

Mas aí está o "pq" do difusor: puxar todo o ar possível e usá-lo a favor do carro, tentando desviar das rodas.

Oi Priscilla...

Não acredito que o mérito do difusor "turbinado" é desviar o ar das rodas...Como disse acima, acredito que o maior mérito do difusor da BrawnGP, Willians e Toyota é que ele suga o ar de baixo do carro...

Para isso eles utilizaram um artifício que é comum em filtros de ar de máquinas agrícolas (acredite!!!), onde você usa a força do ar que sai do escapamento para sugar a sujeira pesada do filtro de ar...

Eles inovaram e fizeram o ar de cima do carro sugar o ar de baixo do carro... Isso provoca um aumento de velocidade do ar que passa por baixo do carro, resultando em uma espécie de efeito solo, o que é proibido...

B'Hengler

Foi mais ou menos isso que eu quis dizer. Talvez tenha me explicado mal.

Quando disse "puxar o ar desviando das rodas", quis dizer que a intençao nunca é que o ar se resista a algo.

E o lance da Brawn é justamente esse, assim como já vimos no vídeo e comentamos: o carro está desenhado para que todo o ar que passa por ele, seja por cima ou por baixo, vá em direçao à parte baixa da traseira.

Outra coisa como é esse lance dos filtros de ar das máquinas agrícolas, nao entendi bem...

Quanto ao Briatore, uma coisa que esqueci de comentar antes, sinceramente, começo a dar razao a ele. Ok, é um chororô sem fim, mas começo a entendê-lo.

Ross Brawn participou da equipe que "inovou" a F1 e meses depois aparece com esse foguete nas maos.

Agora, mais uma vez, a culpa é total e completa da FIA que deu "asas à cobra", no caso o Brawn.

Pricila,

Para as rodas de trás existe a propria baixa do radiador. Eles direcionam o ar para as asas. (Ainda sobre as rodas descobertas).


Já que, pelas novas regras a entrada de ar do radiador precisam ter aquele formato lá estranho, e muito mais ar vazava para trás.

Acredito que ai que está a tral brecha no regulamento... Afinal, ninguém disse que não poderia aproveitar o ar que passa por baixo da entrada de ar do radiador e mandar para o difusor, esse que por sua vez sempre teve o papel de acelerar o ar que passa por baixo do carro para criar downforce. O que eles fizeram foi acelerar mais ainda.

Podem olhar que nos outros carros de F-1 o ar que passa ao redor das caixas laterais, também é mandado para trás, e para cima (para gerar downforce) só não para o difusor, o que parece ser bem mais eficiente.

Na foto de apresentação do MP4-24 da para ver claramente que tem uma "curvatura" na chapa entre as rodas traseiras e a caixa lateral, essa curvatura aponta para "dentro" e para cima.

Estou meio sem tempo para procurar na net um demonstrativo de como funciona o filtro de ar das máquinas agrícolas... Se achar te mando... Como a quantidade de sujeira onde estas máquinas trabalham é muito grande este sistema foi feito para diminuir a quantidade de impurezas retidas pelo filtro de ar e aumentar sua vida útil...

Basicamente ele funciona com um pré-filtro onde o ar gira e as impurezas pesadas são arremessadas em uma câmara lateral... De lá, há um cano fino que vai até o escapamento do motor - imagine uma mangueira fina dentro de outra mais grossa...

O ar que sai do escapamento suga o ar desta mangueira fina, que acaba sugando a sujeira grossa do pré-filtro...

O segredo do difusor da BrawnGP são aquelas canaletas que fazem o ar de cima do carro passar para dentro do difusor e sugar o ar que está abaixo do carro... Pode parecer pouco, mas como o carro é bem baixo, a quantidade de ar que está lá é relativamente pequena e, ao ser sugada, provoca o aumente de downforce que faz o carro colar no chão...

Quanto mais ar passar por aquela canaleta do difusor vindo da parte de cima do carro, maior a sucção do ar inferior do carro, maior o downforce...

Priscilla,
O Briatore está fazendo certo o papel dele como dirigente da Renault e da FOTA.
Ninguém iria aceitar algo do tipo: "giros do motorzão Ferrari, tá liberado".
O fim dos penduricalhos aerodinâmicos não adiantaram nada com a supereficiência desta nova solução - méritos para BRAWN e cia., sem dúvida, mas o desequilíbrio é aquele que o Alonso e o Massa já ressaltaram - nessa balada, só vai dar BRAWN.

Agora o que dá raiva são os pneus de 5 voltas - pelo menos as medidas da BRAWN são de maior eficiência, enquanto a BRIDGESTONE criou um espetáculo ridiculo - fazer pit stop, dar 5 voltas e o pneu se desfaz.

Bjs

~Foi a melhor explicação que tive deste treco. Mas ainda não me convenço que seja só isto que faz o carro grudar no chão. O ovo de Osiris deve estar em outro lugar já que o Ruimbinho detonou o difusor dele na largada e o carro continuou pregado no chão.


Ps. Natal, é pelo fato das rodas serem descobertas que se dá o nome de "carro de formula" a ele.
Fosse o contrario seria GT, Grand Turismo. ou GS, Grand Sport.

Galera,

achei o video onde o Hamilton ultrapassa o Trulli em bandeira amarela:

http://www.blogdocapelli.com.br/2009/04/trulli-merecia-a-punicao/

E depois o Hamilton devolveu a posição. Será q o Trulli mereceu a punição????

Raphael,

Na verdade nesse quesito(de puniçoes) eu tô meio por fora mas:

Se o SC estava em pista e o Trulli saiu da pista, pelo motivo que seja, o cara que vem atrás nao vai freiar, parar e ficar esperando o outro se recompor, nao?

Até aí, pra mim o Trulli perdeu a posiçao e pronto, realmente se passou o Hamilton nao pode e pronto.

Agora, dessa história toda o que me surpreendeu foi a Mclaren mandar o Hamilton deixar passar e depois ir lá reclamar que foi sobre bandeira amarela!

Se de fato isso aconteceu a FIA nao tinha nada que punir o Trulli.

Problema é da Mclaren que nao entende de regulamento.

Essa pra mim é a questao!

Mas parece que a Toyota, inclusive, já desestiu da apelaçao.

Este comentário foi removido pelo autor.

Ron Groo

esse papo de difusor quebrado é para despitar se não percebestes rsrsrsrs

uma peça rigida daquelas não se quebra sem afetar o chassi do carro e consequentemente na estabilidade do carro.

o segredo é o difusor e a aerodinamica do carro inteiro indo para lá.

o detalhe é se a corte aprovar, todas as equipes vão ter refazer os carros. Saiu uma noticia que a Ferrari gastou 20 milhões para projeter a F60 usando um difusor alá Brawn. E isso pq a FIA quer q as equipes gastem menos.

Só colocando o difusor o ganho no máximo será equilaver em performace à Willians e Toyota. Para chegar na Brawn eles vão ter q refinar o carro todo. Até lá pode ser tarde demais. E assim fica algo parecido como 2003.

É pura ironia.

Por favor se alguém tiver esse vídeo manda pra mim !

e mail :
Pinho_marcio@yahoo.com.br
OBRIGADO!

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More