6 de jan de 2009

Rapidinhas

Michael Schumacher confessou ao jornal alemão Bild que por duas vezes resistiu à tentação de voltar á Fórmula 1. O alemão afirmou não ter mais motivação para a categoria, o que o teria impulsado a dizer não imediatamente às propostas.


Falando em Schumacher, sua chefe de imprensa, Sabine Kehm, desmentiu o possível envolvimento do 7 vezes Campeão Mundial de F1, na compra da equipe Honda.

Um site especializado havia sugerido que Ross Brawn teria tentado negociar a compra da equipe com "Schumi".



A equipe Ferrari pretende voltar a usar o famoso pirulito eletrônico que, por várias vezes, prejudicou a equipe na temporada passada.

"Agora contamos com um programa eletrônico que impedirá que o carro deixe os boxes com a mangueira ainda em funcionamento"
, explicou Luca Bladisserri, Diretor da Ferrari.


Mark Webber segue com seu programa de reabilitação, devido a um acidente de bicicleta, sofrido em Novembro na Austrália. O piloto espera voltar a andar em um F1 já em Fevereiro.

Sebastian Buemi tem toda a "pinta" de ser o novo piloto da Toro Rosso. O anúncio ainda não é oficial, mas Franz Tost e Gehard Berger, ex- proprietário da equipe, já falam do suíço como se a decisão já tivesse sido tomada.
Off - Em uma entrevista com Jaime Alguersuari, atualíssima, o piloto, que faz parte da Red Bull Júnior, disse que a dupla oficial para esse ano será Buemi e Bourdais, e que provavelmente, ele será o piloto de testes.


Fonte:www.f1-live.com



7 comentários:

'O objetivo é salvar os empregos', diz Ross Brawn sobre a venda da Honda...

Que é isso!!! Você acha que alguém vai se arriscar a comprar uma questão trabalhista, ao invés de uma equipe competitiva???

Fala sério... Nestas horas o cara tem que ficar quieto e dizer: "É uma pena que ninguém esteja interessado na Honda porque o pacote que temos é extremamente competitivo"...

Se não for, o negócio já vai estar fechado e nós teremos o grid com 20 carros pelo menos...

Eheheheh...Só quero ver se vai aparecer algum comprador afim de arcar os gastos com 700 funcionarios.

700 funcionarios?? Pra que tudo isso?
Eu acho que um coloca o parafuso, o outro ajeita a chave de boca e um terceiro funcionario aperta.

Esse papo de "Schumi F1" parece que vem só para dar uma mexida no caldo que já está frio.Seria bom, se não fosse um sonho difícil de se concretizar.Será que os exemplos dos Fittipaldi,Stewart e Prost não deixaram o alemão esperto?

E quanto ao pirulito eletrônico...

Bem, como torcedor anti-ferrari...

Eu tô adorando...

Uahsusahushushua...

O pirulito não estreou em Cingapura.
Já vinha sendo usado muito tempo antes e funcionou perfeitamente.
Então não dá pra condenar o equipamento por uma falha Humana.
Na pressa de devolver Massa pra pista e liberar a vaga pro Raikkonen, o mecanico fez aquela caca.

A questão do pirulito eletrônico é que, uma vez dada a luz verde ao piloto, já era... Não tem volta... Pois o piloto, ao arrancar com o carro, sai do campo de visão do pirulito...

No caso do Massa em Cingapura foi nítido que após apontar o sinal verde o mecânico se redimiu e voltou o vermelho, mas aí já era tarde...

Mas houve falhas em Valência em dois pit stop's, no do Massa ele voltou lado a lado com o Sutil (acho) e o do Kimi foi uma lambança (do Kimi, que saiu com a luz vermelha)...

O fato é que com o pirulito manual o mecânico responsável pode buscar o carro depois que ele saiu... Em cingapura aconteceu algo assim com o Coulthard...

É a velha história da caneta do espaço, a Nasa gastou 300 milhões de dolares para desenvolver uma caneta que escrevesse sem gravidade e os Russos utilizaram um lápis... Prá que mudar o pirulito, ele funciona e não vai haver melhoras no desempenho do equipamento por ele ser eletrônico... É jogar dinheiro fora na busca do mesmo desempenho já alcançado com algo mais simples e mais barato...

Como frisei antes, como torcedor anti-Ferrari, tô adorando...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More