21 de nov de 2011

De la Rosa fecha com a HRT

A equipe HRT segue renovando todo seu staff e mais. O mais novo anúncio feito pela equipe espanhola pegou a todos por surpresa: Pedro de la Rosa será piloto HRT em 2012 e tem contrato assinado até 2013.

De la Rosa se unirá a equipe em Janeiro e será o primeiro espanhol a pilotar um carro de Fórmula 1 de uma equipe espanhola durante a temporada.


A contratação de Pedro chega depois da contratação de Luis Pérez-Sala e de anunciar uma nova sede operativa, em Valência, "espanholizando" a equipe, como prometeu a Thesan Capital quando adquiriu a antiga Hispania.

De la Rosa e equipe darão uma coletiva de imprensa, amanhã (22), para esclarecer todos os pontos dessa união.

Resta saber como a equipe administrará o tema dos pilotos. Liuzzi tem contrato vigente para o próximo ano. Dani Clos, também espanhol e que testou em Abu Dhabi com o HRT, era uma aposta da equipe. Talvez com um espanhol já garantido, Clos não tenha lugar, de momento. Mas, optariam por outro piloto de pago ou manterão a Liuzzi? Ou será De la Rosa o piloto de pago?

Amanhã atualizaremos o post, se possível com todas as respostas... Nenhuma novidade sobre os futuros movimentos da equipe com relação aos pilotos.

Declarações de Pedro de la Rosa, novo piloto HRT
"Sem dúvida é um passo muito importante na minha carreira esportiva e um dos mais meditados. Estou em um bom momento de experiência e preparado para assumir esse desafio que, além de tudo, me motiva muito. Para que eu me unisse a esse projeto foram determinantes 3 fatores: minha vontade por voltar a competir, que a equipe HRT seja espanhola e conhecer a equipe que lidera esse projeto, entre os quais se encontra Luiz Pérez-Sala".


"Venho para trabalhar duro, com modéstia e humildade, aceitando qual é o nosso ponto de partida, mas tendo bem claro onde queremos estar em dois anos. Por minha parte é o momento de aplicar tudo o que eu aprendi durante esses anos em equipes estrangeiras de primeiro nível para crescer juntos. Me sinto muito orgulhoso de que Espanha tenha uma equipe de F1 e que eu possa ser o piloto. Só posso agradecer a HRT por ter confiado em mim. E finalmente, também agradecer a Mclaren por ter permitido que eu dê esse passo. Fui muito feliz durante essas oito temporadas com eles onde me formei como piloto e como pessoa. Sem eles não estaria aqui".

6 comentários:

Deus do céu... E ainda querem ser levados á sério.
Os dois, time e piloto.

Piloto espanhol...
Equipe espanhola...
Economia espanhola...

Vai ter tudo o mesmo desempenho!!!
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

Nossa, não quero nem ver... de la rosa na HRT... hahahah

Juntou a fome com a vontade de comer...

Dando mau exemplo ao Rubinho...

Esses caras não têm mais velocidade no sangue para domar um F1 e serem velozes e combativos.

Tinham que cassas as super licenças de todos esses vovôs!

Este comentário foi removido pelo autor.

Mas sabe que o De la Rosa sempre teve muuuuita vontade de correr...Acho que já falei disso por aqui: O Gené por exemplo a muito tempo nao quer saber da F1.

O de La Rosa sempre demonstrou que mataria por sentar em um F1 e fazer uma temporada. Entao, sei lá...é complicado, pq vontade ele tem...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More