18 de jun de 2010

Ressaca do Canadá

Parece ser que o acordo entre Pirelli e Bernie Ecclestone já foi assinado. A marca italiana se convertirá portanto na marca fornecedora dos pneus para a F1 de 2011 até 2013.


Porém, Michelin poderia aparecer como "surpresa" e compartir protagonismo com Pirelli, já que essa é a vontade da FOTA, e que recebe também o apoio de Jean Todt, Presidente da FIA.

A decisão ainda está no ar...



Falando em pneus, Bridgestone já tem "a solução" para tornar as corridas mais interessantes: serem mais agressivos na escolha do composto dos pneus.

Assim como no Canadá, onde a degradação dos pneus condicionou as estratégias dos pilotos, Bridgestone tem pensado repetir eleição. A marca japonesa quer complicar a vida dos pilotos e equipes, sem comprometer a segurança.

Veremos a "nova política" da marca de pneus no GP da Alemanha.



Peter Sauber, cansado dos fracassos desta temporada tem claro: Ferrari, os antigos donos da BMW e Willy Rampf, antigo diretor técnico, são os culpados pelos maus resultados desta temporada.


"Vamos deixar as coisas claras: o C29 é um carro horrível. Foi um desagradável presente de despedida da BMW e Willy Rampf, além disso, 5 quebras de motores em oito corridas é inaceitável".


Sauber já pensa no C30 apesar dos rumores que dizem que a equipe pode ser vendida na próxima temporada.



Ainda não chegamos à metade da temporada e algumas informações sobre os contratos dos pilotos para a temporada 2011 já começam a surgir.

De la Rosa, Petrov e Kobayshi são os que, de momento, não tem certos seus lugares em suas equipes atuais.


Porém, nas "grandes" equipes parece não haver a mais mínima dúvida: Ferrari acaba de confirmar a renovação de Felipe Massa e, portanto, repetiram dupla de pilotos para 2011.

Mclaren está mais que satisfeita com seus dois Campeões Mundiais. E em Red Bull, Webber seguirá por, pelo menos, mais uma ano na equipe, ao lado de Vettel.

Williams está a ponto de renovar tanto a Barrichello como a Hulkenberg e a Renault provavelmente contará com Kubica por pelo menos mais um ano.

O mesmo se pode dizer da equipe Mercedes confirmados com Rosberg e Schumacher.

12 comentários:

Há!!! tava com saudade do blog ém Priscilla.

Tomara mesmo que tenhamos duas marcas de pneus.

Sinceramente...acho que não teremos mudanças nenhuma ém relação aos pilotos...a não ser com relação a dinheiro...somente nesse quesito poderemos ter algúma mudança.

33 a 31 !!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

[32 a 1]

Bóm, não sei se é um retrocesso ou a única solução, para um gp extremamente chato. A não ser que S.Pedro dê uma força né.

Não vejo outra forma de se tentar tornar o gp de Valência menos monòtono e com algúm atrativo durante a corrida.

Essa reportagém abaixo...é uma pequena ou grande esperança né.

A Bridgestone deu a melhor notícia dos últimos tempos da F1. Nesta quase meia temporada que falta, vai ousar e prover às equipes pneus semelhantes aos que foram levados para Montreal, isto é, com desgaste excessivo. “Seremos ousados”, disse Hirohide Hamashima, diretor da companhia.

A ousadia da Bridgestone também está relacionada com sua saída da F1. Evidente que a fornecedora quer deixar sua marca na despedida, sendo aquele asterisco no campeonato. Daqui pra frente, ainda que de forma limitadíssima em termos financeiros, vai estudar e se especializar em pneus que tenham uma deterioração que leve os times a repensarem suas estratégias. E enquanto oferecer produtos bons, seguros e iguais a todos, ninguém tem do que reclamar.

Em Valência, os pneus super macios estarão de volta, como já estava definido antes. Pelo jeito, aquela maçante corrida de rua haverá de ter um atrativo.

Meio que na base do sem-querer, o Canadá e a Bridgestone explicaram para Bernie Ecclestone que a F1 não precisa de chuva nem de atalhos na pista para que as corridas sejam minimanente boas.

A galera ta de férias...mas tenho certeza que estão acompanhando as poucas noticias da f1.

Mas me chama a atenção, essa reação de Peter Sauber...contra a BMW e Ferrari.

Tém razão?? Claro que tém!! Mas não justifica vir a publico dessa forma. A BMW....ele era parceiro minoritário...más era! Então sabia de tudo que se rolava com o C29...que erdou de graça.

Os motores Ferrari...ele conhce muito bém e não é de agóra. E sabe muito bém que a marca jámais vai lhe dar um motor ém igualdade com o titular...um bóm exemplo é a STR?? Não tém muitas quebras, mas também não anda.

O que fazer então??

Sao desculpas, Latueiro. Peter Sauber nao é bobo e sabia exatamente onde estava se metendo. O problema foi que na pré-temporada o carro pareceia dar mais de si e agora tao vendo que nao é assim.

AH! E no caso dos motores dou razao a ele. O o problema da Sauber fosse o mesmo da STR eles estavam felizes. O problema é que com a Sauber o motor quebra sempre.

Ém relação aos motores tém toda razão Priscilla. Mas se bém me lembro a ferrari ofereceu motor a preço de banana, não? ou foi dado??

De toda forma...um dos maiores próblemas dele tém sido a condução equivocada de seus pilotos...um experiente de mais e quê nunca disse a que vêio a f1..e outro??? bém o outro, pilotou uma toyota que só não venceu corridas por incompetência de seus pilotos...por duas corridas...e já o colocaram no pedestal mais alto...e com carro ruin, tá mostrando que o degrau dele..tá bém mais embaixo né.

Além de tudo, os dois pilotos não conseguiram os tão sonhados patrócinios que o Sauber esperava dos japa e espanhois...o que torna ainda inviavém o desenvolvimento do carro, não??

E muita gente achou que a Panasonic iria patrocinar o Koba na Sauber.

Pior!! meu caro e sumido Eduardo de Campos. Ném panasonic e ném a própria toyota. Pois pensei que nesse primeiro ano...o japa iria receber todo apoio da ex equipe niponica.

Também pensei algo parecido, meu caro e sempre atuante amigo Latueiro.Parece que desgostaram mesmo da F1.
Mas confesso que não tenho tesão nenhum em ver as grandes ultrapassando as nanicas.Lembro da Era Turbo dando um show sobre os aspirados...Putz... fui longe, heim?!?!

É verdade!! Mas ali, existia uma diferença para hóje.

Hávia a equipes que fizeram opção pelos turbos e as que preferiram se manter nos aspirados.
[E nessa, o N.Piquet quase fatutrou 3 titulos]

Claro que além dos gastos com os turbos...ainda tinha a falta de confiabilidade dos turbos. Quê explodiam muito!!!

Agóra? só não me lembro se havia prmiação para as duas categórias.

Más a f1 sempre teve e vai ter as "nanicas"...só não precisam exagerar né.

Pô, mas "supostamente" a sauber nao deveria ser considerada uma nanica.

Ela tem um desempenho melhor que os das novatas, mas talvez o erro tenha sido na construçao do carro mesmo.

Obviamente o carro está adapatado ao motor Ferrari, mas será que nao falaram em algo mais e por isso o motor "fuma"?

O fato de nao ter grana também influi muito pq nao podem evoluir o carro, mas poxa, estamos falando de Peter sauber, ele também deveria rebolar pra conseguir apoio.

Ele sabia que tava contratando um novato e um velhaco, entao nao pode agora jogar a culpa nos demais.

Concordo Priscilla. E pensar que o Nelson Piquet, só não comprou ou foi dono de parte da equipe, pelo fato de só aceitar se fosse 60% dele.

Não sei se o Sauber também é um dos que não aceitaram. Mas acho que deram bobeira.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More