29 de jun de 2011

Helmut Marko deixa no ar a continuação de Webber

Interessantes declarações de Helmut Marko sobre o futuro da dupla da equipe Red Bull.

Mal chegamos a metade da temporada, porém, os rumores sobre a troca de lugares na Fórmula1 aumenta cada dia mais. Dessa vez, o tema tem a ver com um dos lugares mais cobiçados para o próximo ano: o 2º carro da equipe Red Bull.



Mark Webber renovou seu contrato por apenas um ano e apesar de várias "namoradas", Webber só quer uma: a Red Bull.

Helmut Marko, assessor esportivo da Red Bull, não vê tão clara a continuação do australiano na equipe Campeã do Mundo...ou sim?

"Ele(Webber) nos disse que gostaria de permanecer um ano mais com a gente. Estamos vendo, a estabilidade é muito importante para a equipe.


Precisamos de alguém que seja tão bom quanto o Sebastian porque o título de construtores é muito interessante economicamente e você só pode consegui-lo com dois pilotos fortes."

Ao final, o que quis dizer Helmut Marko?! Webber sim ou Webber não?

Muitos são os rumores que falam de Hamilton, Massa, "Paulo pepino", mas se realmente Webber se aposenta, um dos pilotos da Toro Rosso - Buemi ou Alguersuari - deveriam tomar o relevo do australiano.

Mas, é o melhor o velho conhecido ou o novo por conhecer???

Comentem!

18 comentários:

Eu posso estar enganado, mas Webber me parece cansado. De saco cheio.
Marko não vai insistir se ele quiser parar.

O Marko só tah puxando saco pq sabe q se o Webber quiser fu@#$ a RBR ele ainda pode fazer isso. kkkkkkkkkkkkk

Acho que o Webber não vai querer parar por conta própria... Ainda mais ele estando a bordo do carro mais poderoso da atualidade, ele vai tentar ficar mais um ano... Ano passado ele deu, digamos, um pouco de "azar"... Vai que na próxima corrida o Vettel se arrebente!!! Ou que na próxima temporada a coisa não saia tão bem quanto nesta!!! Ele tem chances... Qual a chance dele a bordo de uma Lotus???

E acho também que a equipe fará tudo que for possível para que ele fique realmente até o final de 2012, pois os pilotos da STR não tem a mínima condição de fazer 10% do que o Webber está fazendo, imaginem compará-los com o Vettel... Se a RBR quer um piloto forte para ganhar o mundial de construtores mas que não ameace a supremacia de S. Vettel, Webber é o nome certo!!!

O Buemi nao é piloto para equipe de ponta. Nem pra ser o segundo piloto.

O Alguesuari nao merece nem estar na STR, quanto mais na RBR.

Se a Red Bull quer uma dupla como a da McLaren, só existem três opcoes.

Roubar um piloto da McLaren.

Torcer para o Kubica recuperar-se e contratá-lo

Trazer o Kimi de volta a F-1.

Eu aposto no velho conhecido, neste momento, principalmente pelos motivos já expostos pelos colegas acima: os pilotos da Toro Rosso não aparentam possuir maturidade e capacidade suficiente para merecer o cockpit da Red Bull.

Resta-me torcer para o Webber, que há muito batalha por um título, e em 2010 foi quando chegou mais perto de obtê-lo. Este ano anda meio apagado, mas ainda acredito nele.

E aí talvez, a equipe segura o Webber mais um ano e coloca o Ricciardo na STR como um ano de experiência para depois substituir o Webber...

Já que a equipe aposta nos novatos da STR vai testar a grande promessa primeiro para depois promovê-lo... Acho engraçado eles terem segurado tanto tempo o Alguersuari e o Buemi se não são competentes!!!

O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, divulgou nota oficial sobre as seguidas especulações que envolvem o nome do atacante Neymar, de 19 anos.

No texto, Luis Alvaro trata o atleta como "inegociável, por razões técnicas, mercadológicas e afetivas."

Só faltou falar, lembrando o velho Vicente Mateus, que o Neymar é "insubstituível, invendável e IMPRESTÁVEL".

Hahahahahahahahahahaha

Sinto muito muito "caro pelé" Neymar fica no Santos até algún clube depositar a multa de 45 mi.
e proposta com o dobro do salario atual dele. Quem viver....verá.

essa Raphael ai não sou eu ... rsrs

Este comentário foi removido pelo autor.

E meio que confirmando nossa "teoria", a RBR já colocou o Ricciardo na Hispânia!!!

Ano que vem coloca ele na STR e em 2013 no lugar do Webber???

Ou colocam o Ricciardo direto na RBR.

Do pior carro do mundo, direto para o melhor carro do mundo.

é quase o caso da Xuxa... de puta à Rainha!

Bom dia galera. É uma bóa,mas rui por terra as chances do zaca pilotar os touros vermelhos.[ao menos sonhado por muitos brasucas né]

Ricciardo ?? se vai ser outro piloto vencedor...so o tempo dirá. Vai estreiar do jeito que todos gostam...tranquilo e sem pressão.

Vai fazer o que o carro permitir...tera um companheiro que mau sabe se orientar nas pistas. Bola pra frente e ver no que dá.

Alias falando em bola pra frente...parece que logo após a aprovação das ajudas finaceiras para a costrução do estadio do curintia....a prefeitura de SP.....aumentou as contribuições dos contribuintes paulistanos né.

kkkkkkkkkkkkkkk....o prefeito de SP vai "doar" todo o reajuste salarial a que teve direito,para uma instituição do cancer.

Obs....Instituição essa que foi fundada pelo proprio pai do prefeito paulista. Então ta tudo em casa mesmo né.

Esse é Fernando Alonso [ mais conhcido como o EL-FONDON DAS ASTURIAS]

Fernando Alonso falou sobre seus companheiros de equipe, sua frustração em não conseguir acompanhar Vettel no campeonato e a relação com as críticas que sofre em entrevista à repórter espanhola Nira Juanco. O piloto da afirmou que não se arrepende do insucesso das negociações com a Red Bull em 2008 – “é mais importante para um piloto correr para a Ferrari do que ser campeão do mundo” – e que se orgulha do desfecho do mundial de 2010 – “sou vice-campeão mundial de F-1, o que é um desastre para todo mundo, menos para mim.”

“Não tenho problemas em dividir equipe com ninguém. Tenho sorte de ter estado com grandes nomes, ainda que, quando são meus companheiros, parecem que perderam sua velocidade e se tornaram maus pilotos. Gosto de bater meu companheiro, gosto de dar o máximo e se vem um grande piloto e também consigo batê-lo, talvez valorize mais.”

Questionado se voltaria a dividir equipe com Hamilton, único companheiro que conseguiu batê-lo ao final de um ano – pelo número de segundos lugares – o espanhol perguntou: “Por que não? Não tenho problema nenhum com ele, nem na época da McLaren. O respeito muito. Contando que não seja na McLaren, ser companheiro dele seria bom.”

O asturiano disse ainda que não se importa com pessoas de fora que o criticam.

“É difícil que alguém vendo a TV possa criticar sua pilotagem. Se é uma crítica de algum amigo que lhe diz que fez algo errado, ela dói. Felizmente não recebi muitas desse tipo e as que recebi guardo comigo. Mas se dizem que meu boné é muito grande, logo depois compram um igual. É isso o que acontece normalmente com os faladores anônimos, então não ligo para essas críticas.”

Para o espanhol, a pior sensação deste ano é não poder competir mano a mano com a Red Bull.

“Estamos a muitos pontos da liderança e o pior deste ano quem sabe é Vettel ter ganhado quase todas as corridas e não ter cometido nenhum erro. De resto, é igual ao ano passado.”

Vettel, inclusive, pilota o carro que poderia ser seu. Afinal, Alonso negociou com a Red Bull no final de 2008.

“Talvez tivesse três ou quatro campeonatos mundiais, mas não seria tão feliz como sou agora e não pilotaria para a Ferrari. Acho que é mais importante para um piloto correr para a Ferrari do que ser campeão do mundo.”

E pensar que o bicampeão chegou tão perto de ganhar seu terceiro mundial ano passado, quando chegou na última prova liderando o campeonato. Será que isso não lhe perturba ao se ver tão longe da disputa em 2011?

“Não. Lutei pelo mundial quatro vezes, ganhei duas, nas outras duas perdi na última corrida. Sou vice-campeão mundial de F-1, o que é um desastre para todo mundo, menos para mim.”

Desastre para o espanhol foi ficar um ano como piloto de testes, em 2002, aquele que considera o pior de sua carreira. “O pior foi 2002, com certeza, depois 2001, 2009, 2008... depois vêm 2007 ou 2004”, lista.

Perguntado o que torna um piloto de F-1 diferente dos demais, Alonso apontou a cabeça. “Manter-se frio e tanquilo em momentos importantes. Todos sabemos pilotar, todos ganhamos nas categorias em que competimos anteriormente, todos chegamos à F-1 com um talento mínimo necessário, mas há momentos em que há muita pressão e tem de manter a calma. Imagino que esse controle faça a diferença.”

Putz!

A Red Bull agora terá 5 pilotos em pista e praticamente 3 equipes... Um dia serao "uma Ferrari da vida" e dominarao o mundo...rs

Pois é Pri!

Red Bull se dá asas!

haha...temos viva almas no blog. Isso é bom.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More