25 de nov de 2009

Último ato de Alonso como piloto Renault

O piloto espanhol Fernando Alonso esteve ontem, em Madrid, para participar do que foi seu último ato "publicitário" com a equipe Renault.


Fernando, que ainda leva as cores e o símbolo da equipe francesa, entregou 270 becas para alguns estudantes da Universidade de Emílio Botín, dono do Banco Santander.

No evento não se falou sobre Ferrari, ou melhor, tentou-se não falar:

"Tenho que ganhar a confiança da equipe e começar uma nova relação com engenheiros e mecânicos" - respondeu Fernando a uma das perguntas feitas por alunos.

"Não vou levar nenhum engenheiro da Mclaren ou da Renault, ainda que eu me leve muito bem com muitos e sejam muito bons, mas se supõe que os que estão na Ferrari são os melhores do mundo. Inclusive, já conheço meu engenheiro de pista"- completou.

Alonso já pôde se reunir com Felipe Massa e Luca di Montezemolo e segundo as palavras do chefe da equipe italiana, deixou as coisas "bem claras" aos dois:

"Os dois correm para Ferrari, para a equipe e não para sí próprio".

12 comentários:

Uma garrafa de pinga??

Poxa, não podiam dar um premio melhor pro cara.

Ainda se fosse o Kimi Raikkonem!

"Os dois correm para Ferrari, para a equipe e não para sí próprio". Quantas corridas ira durar essa frase???

Esse comentário é tipico de um dirigente italiano mesmo, seguindo a cartilha de Don Corleone, digo,Enzo Ferrari que sempre acreditou que suas máquinas é que ganhavam corridas.Não os pilotos, uma peça que ficava entre o volante e o banco dos carros.
Eu quero é ver o circo pegar fogo dentro da equipe já na primeira curva, quando os dois(Massa e Choronso)se tocarem.
Aderson, aquela "pinga" faz parte da indenização que a Ferrari dará ao Haineken...

"Os dois correm para Ferrari, para a equipe e não para sí próprio"...

Eu já acho que isso é uma clara declaração de "jogo de equipe"... Este ano isso vai ser mais do que necessário, afinal a RBR vai ter somente o Vettel na disputa e "teoricamente" deve ter um carro vencedor...

Já McLaren e Ferrari devem ter uma competição interna muito forte e isso leva a jogos de equipe intensos desde o início do campeonato!!!

Vai ser uma marmelada em cima da outra!!!

Ha, e essa pinga "amarelinha" deve ser uma delícia!!!

Kkkkkkk...

Eu interpretei essa frase de outra forma B`HENGLER! ou seja...1,2,3 corridas para seus dois pilotos se ajustarém. E pode ter certesa. O que se ajustar primeiro? vai pra luta com mais prioridade...contra Hamilton e Vettel,como voçê disse. E o outro vai ser ajudante querendo ou não. Isso só não ocorreu ém 2008/09...por causa dos sucessivos erros da equipe,dos pilotos e a ruindade do carro.

hehehe...É uma garrafa de azeite, minha gente!Apesar de que parece um licor...rsrs

Enfim, pra essa declaraçao aconteceu pq já deve ter tido pique entre os dois pilotos. Talvez por aquelas declaraçoes do Massa sobre o Fernando em Cingapura e o "Tio Monte" já foi lá colocar os pingos nos i's.

Nesta quita-feira Alonso esteve novamente "trabalhando" na Ferrari.
Ele andou na pista de Fiorano com dois modelos de rua da fabrica italiana.

Como provavelmente a Ferrari irá fazer testes com seu carro 2010 nesta pista, Alonso já vai se familiarizando com o traçado da pista de testes da Ferrari.

Provavelmente em janeiro Alonso deve novamente andar em Fiorano guiando a F60 pra ir se adaptando ao motor Ferrari e aos comandos do volante.

@Latueiro...
Então interpretamos igualmente a frase!!! Hehehehe...

@Renault...
Acho que teremos um piloto de peso desempregado por aí logo, logo!!! Será que o companheiro de N. Rosberg não será polonês???

blá blá blá...e ném uma novidade! tá feia a coisa. "Apesar de quê para mim,Kubica,não é tudo isso que pintam por ai...principalmente através do G.Bueno. Mas se ele for mesmo para a Mercedes...acredito que N.Rosberg,sentirá saudades da mordomia que tinha na Wilhans.[ele é um webber rejuvênicido]....

"UM ANO SABÁTICO"???...Não sei não,mas pode ser interessante.!!!
[Enfrentar um ano de descanso, paz e harmonia poderia ser mais uma das alternativas de Nelson Piquet Jr. para 2010. Longe dos holofotes, ele poderia tratar melhor do futuro dele na Fórmula 1 e, quem sabe, fortalecer o projeto uma possível equipe própria para 2011.

No entanto, essa parece ser um dos projetos mais distantes atualmente. É pouco provável que ele fique de fora do próximo campeonato, principalmente com as novas vagas que surgirão na F1. Resta saber se, caso não venha uma proposta interessante, ele vai se sujeitar a passar outra temporada com um carro que precisa ser carregado ao invés de pilotado.]

Mas talvêz,ném tudo esteja perdido como muitos penssam!! Eu mesmo,aredito que estará ém um grid,ano que vém...só não me pergúntem onde!! Mas, deve correr em 2010. Seja na Nascar, na Indy ou até mesmo voltar para a Fórmula 1, a preferência do piloto. E a Force India é o destino mais provável caso o retorno aconteça.

Embora houvesse o desejo de Bernie Ecclestone para que ele fosse companheiro de Senna na Campos, isso não deve acontecer. Se é bom ter dois sobrenomes tão famosos no mesmo time, é ruim ter pilotos da mesma nacionalidade. Principalmente para uma equipe estreante.

Já a Force India precisa de um piloto capaz de atrair acordos publicitários. Queira ou não, mesmo depois do caso Cingapura, Nelsinho Piquet é bom comercialmente. Mas, além disso, a ida de Piquet para a equipe seria benéfica para ambos, tanto para o piloto quanto para a equipe.

Na Force India, a chance de evoluirPiquet não encontrará o melhor carro do mundo lá. Mas terá condições de brigar por bons resultados. Será uma chance de redenção na carreira dele, afinal essa é a melhor de todas as equipes já cogitadas.

Nesse curto período no qual disputou a Fórmula 1, Nelsinho Piquet adquiriu uma vasta experiência. Talvez maior do que qualquer outro piloto estreante. Se ele voltar para a categoria, eu tenho a certeza de que estará mais maduro e pronto para novos desafios, como é o caso da Force India.

A equipe demonstrou uma evolução interessante nessa temporada. Vijay Mallya, chefe da equipe, promete ter um carro brigando pelo pódio em 2010 e por vitórias no ano seguinte. Difícil? Nem tanto…

O projeto da Force India é audacioso e desafiador. Nelsinho Piquet teria a melhor chance de evoluir dentro da Fórmula 1. Seria uma oportunidade grandiosa para, quem sabe, ele retomar a carreira de forma brilhante.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More