6 de out de 2010

Raikkonen diz não a Renault


Após vários rumores sobre seu possível retorno à F1, como piloto Renault, Kimi Raikkonen decidiu falar.


Em declarações para o jornal finlandês Turun Sanomat, Raikkonen negou sua relação com a Renault:

"Nunca considerei seriamente correr para a Renault. E posso garantir, 100%, que não correrei com eles no ano que vem".

Além disso, se mostrou bastante decepcionado com os responsáveis pela Renault, por tamanha repercussão do tema:

"Estou muito decepcionado por como usam meu nome para sua promoção".

Raikkonen revelou que o contato com a equipe francesa foi feito "apenas uma vez" e que "ficou nisso".

5 comentários:

Bóa noite sumida dona do blog guard-rail.Esses comentários sempre partiram por parte da equipe Renault.

E eu sempre me perguntei...e a Renault tém bala, para ter Kimi Raikkone...e principalmente carro?? Claro que não.

Kimi já deu varias declarações de que só volta a f1...se for ém carro competitivo. Ou sejá...se for para vencer corridas e brigar por titulo. Do contrário...nada feito.

Por esse tipo de declaração franca que considero o Kimi Heineken "O Cara"...
Poderiam existir mais uns três iguais a ele na F1.E mais uns quatro Piquet também...

hehehe....A verdade é que Raikkonen é ímpar e faz falta na F1, mas...

Carro competitivo, melhor que a Renault, nao vai encontrar, a nao ser em 2012, quando o Webber parar.

Este comentário foi removido pelo autor.

Ímpar é a palavra Priscilla...

Tanto o Kimi quanto o Piquet, que o Eduardo citou... Se fosse possível colocar um monte de cada um na pista eles não seriam referência, seriam a "mesmice"...

Alguns pilotos são insubstituíveis... Infelizmente custamos a aceitar isso e ficamos buscando comparações com pilotos atuais na ânsia de voltar aos velhos e bons tempos!!!

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More