5 de set de 2012

Hamilton na Mercedes em 2013?

Segundo o ex-piloto Eddie Jordan, sim. O agora comentarista da BBC, que retransmite a categoria para o Reino Unido, assegura que Hamilton não seguirá com a equipe Mclaren e substituirá a Michael Schumacher na Mercedes na próxima temporada.


Além da longa novela sobre a continuidade, ou não, de Felipe Massa na Ferrari, outra que requer atenção dos holofotes é a renovação de Lewis com a equipe que lhe acolhe desde 1998. O inglês confirma estar em negociações, mas em uma de suas últimas declarações sobre o tema afirmou que sempre é bom esperar já que "as primeiras ofertas são sempre uma merd*".

O que se lê por aí é que a Mclaren não poderá melhorar, na questão econômica, o contrato atual de Hamilton. Sem falar que a partir do próximo ano a equipe terá que pagar cada motor à fabricante Mercedes, o que diminui as chances de Hamilton de conseguir um aumento.

A partir dessa informação tudo gera histórias e mais histórias ao respeito.

Teorias e mais teorias...

Bernie Ecclestone fez um comentário, à própria BBC, em Spa, sobre Michael Schumacher que "levantou poeira": "Lamento que se retire sem vencer, porque é um vencedor". 

Schumacher tratou de desmentir rapidamente porém, a falta de notícias sobre a participação do Kaiser na temporada 2013, os maus resultados do piloto e a falta de ritmo da equipe levam a pensar que no ano que vem Mercedes terá uma vaga livre na equipe.

O herdeiro natural da vaga de Schumacher na Mercedes, segundo as especulações de sempre, seria Paul di Resta. Porém o escocês agora tem novo manager, John Button, o que lhe aproxima um pouco mais da equipe das flechas de prata em caso de uma possível "baixa" na equipe de Woking.

A telemetria exposta por Lewis no twitter que tanto mal-estar causou dentro da equipe, segundo as más línguas, não seria de tanta utilidade para as demais equipes tanto como para a Mercedes, já que levam o mesmo motor.

Enfim, agora mesmo tudo são apenas especulações, e as afirmações de Eddie Jordan apenas abriram a "caixa de Pandora", mas é difícil acreditar que Lewis trocará a vitoriosa Mclaren pela problemática Mercedes.

Nos esperam dois meses expectantes.




3 comentários:

Pode ser verdade mesmo essa ida do Hamilton para a Mercedes... e pode provocar um rodízio enorme em várias equipes.

E acho que o Rubinho já deve ter ligado várias vezes pra McLaren reafirmando juras de amor eterno à equipe inglesa... he he he

Kkkkkkkk...

A McLaren não sei, mas na Mercedes até acho que o Rubinho tem chances... Afinal lá está o Ross Brawn, que só foi campeão colocando o Rubinho de capacho!!!

Mas, sinceramente, duvido que o Hamilton vá para uma equipe alemã, com motor alemão, mecânicos alemães, dirigentes alemães, com um companheiro de equipe alemão, poster do Hitler na estante, etc, etc e etc...

Além da questão salarial (o dele é bem alto e não vai ser renovado por menos do que ganha) ainda tem a série de twiters dele pondo a culpa na equipe por erros dele.

Se for pra Mercedes, desaparece logo.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More