10 de set de 2012

Gp da Itália

Mais um fantástico Grande Prêmio da Itália que dessa vez terminou com a vitória de Lewis Hamilton. O inglês era o favorito para ganhar a prova uma vez que largou na pole e demonstrou um ritmo incrível de seu Mclaren durante todo o final de semana.

No segundo degrau do pódio, Sérgio Pérez. O mexicano largou na 12ª posição e escolheu o composto mais duro para o 1º stint da prova. Com uma das melhores velocidades máximas do GP, uma condução cuidadosa para os pneus e com a pista melhor na segunda parte da corrida, com mais grip para o composto mais macio, Pérez remontou 10 posições, terminando a prova a 4s do líder, Hamilton.


Fernando Alonso completou o pódio em um fim de semana quase perfeito para ele. O F2012 tinha ritmo para ganhar a prova, mas o problema no sábado lhe privou de tal fato. Porém, o espanhol recuperou em pista o que perdeu na classificação. Várias ultrapassagens durante a prova foram suficientes para alcançar o pódio, tendo apenas a Lewis Hamilton como rival direto pelo título a sua frente.

Quarto lugar ficou com Felipe Massa em ótimo fim de semana. O brasileiro largou na 3ª posição, chegou a ser 2º ao ultrapassar Jenson Button, mas sofreu muito com o desgaste de pneus. Não pôs dificuldade na ultrapassagem de Alonso sobre ele no intuito de ajudar a equipe e faria pódio se não fosse a "surpresa Pérez" que atacou já no final da prova.

No 5º lugar, Kimi Raikkonen, que fez o que pode em uma corrida muito discreta da equipe Lotus. O carro sofria com a velocidade máxima, imprescindível no circuito de Monza.

Sexta e sétima posição para Michael Schumacher e Nico Rosberg, respectivamente. Os dois pilotos foram os únicos do top10 da corrida que escolheram uma estratégia de dois pit stops. O excessivo desgaste de pneus da equipe Mercedes é algo já conhecido e a equipe tentou minimizar danos com duas paradas. Funcionou, já que os dois conseguiram se manter entre os dez melhores, brigando por posições importantes durante a corrida, sem se "desinflar".

Paul di Resta ganhou uma posição em relação a sua posição de largada. Oitavo lugar para ele, que mostrou bom ritmo no sábado talvez tenha um sabor agridoce. A estratégia de dois pit stops das duas Mercedes fizeram Di Resta sofrer um pouco mais em pista.

Kamui Kobayashi conseguiu dois pontos mais para a equipe Sauber este fim de semana com sua 9ª posição. O japonês tentou uma estratégia diferente que a de seu companheiro, fazendo apenas um pit stop e largando com com o composto mais macio, ao contrário, também, de Pérez.

E fechando o top10, Bruno Senna que conquistou o último ponto em jogo na última volta, com Daniel Ricciardo. O brasileiro não teve vida fácil com várias disputas dentro da pista.

Abandonos importantes para o campeonato
Mark Webber, Sebastian Vettel e Jenson Button. Três possíveis aspirantes ao título que agora vêem mais distantes suas possibilidades. Button abandonou por um problema com o sistema de gasolina. Vettel abandonou mais uma vez, assim como ocorreu em Valência, por culpa do alternador. E Webber sofreu o abandono mais estranho: ficou praticamente sem pneus traseiros na tentativa de se defender de Rosberg e, muito agressivo rodou, deixando o pouco que lhe restava de pneus "quadrados". A vibração provocada pelos pneus poderia comprometer o resto do carro e por isso, decidiram abandonar.

Assim terminou o Gp da Itália:

1 – Lewis Hamilton (GBR) - McLaren – 53 voltas 
2 – Sergio Pérez (MEX) – Sauber – a4s3 
3 – Fernando Alonso (ESP) - Ferrari – a 20s5 
4 – Felipe Massa (BRA) - Ferrari – a 29s6 
5 – Kimi Raikkonen (FIN) - Lotus – a 30s8 
6 – Michael Schumacher (ALE) - Mercedes – a 31s2 
7 – Nico Rosberg (ALE) - Mercedes – a 33s5 
8 – Paul di Resta (GBR) - Force India – a 41s0 
9 – Kamui Kobayashi (JAP) - Sauber – a 43s8 
10 – Bruno Senna (BRA) - Williams – a 48s1 
11 – Pastor Maldonado (VEN) - Williams – a 48s6 
12 – Daniel Ricciardo (AUS) - Toro Rosso – a 50s3 
13 – Jérôme D’Ambrosio (BEL) - Lotus – a 1min15s8 
14 – Heikki Kovalainen (FIN) - Caterham – a 1 volta 
15 – Vitaly Petrov (RUS) - Caterham – a 1 volta 
16 – Charles Pic (FRA) - Marussia – a 1 volta 
17 – Timo Glock (ALE) - Marussia – a 1 volta 
18 – Pedro de la Rosa (ESP) – HRT – a 1 volta 
19 – Narain Karthikeyan (IND) – HRT – a 1 volta 
20 – Mark Webber (AUS) - Red Bull – Abandonou 
21 – Nico Hulkenberg (ALE) - Force India – Abandonou 
22 – Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull – Abandonou 
23 – Jenson Button (GBR) - McLaren – Abandonou 
24 – Jean-Éric Vergne (FRA) - Toro Rosso – Abandonou


A Fórmula 1 se despede da Europa e volta no dia 23 de Setembro para o GP de Cingapura.

12 comentários:

Corrida boa, como de costume... em Monza!

A facilidade com que Alonso ganhou algumas posições antes mesmo da liberação do Kers foi fantástica. Passou como quis...

Alonso passaria o Massa tranquilamente, mesmo que fossem adversários ferrenhos...

A punição ao Vettel pareceu rigorosa, mas naquela situação a grande maioria dos pilotos teria rodado ou estaria fora da corrida. Méritos ao Alonso...

Perez já fazia ótima corrida com pneus duros e atropelou no final...

Hamilton vai precisar apenas colocar os nervos no lugar nas próximas corridas para chegar em condições favoráveis para disputar o título.

Ainda acho que o Raikkonen vai chegar com chances de ser campeão e o Vettel não está morto.

E o Lee desembestou a fazer pontos... e agora vamos pra Ásia, que é o campo dele... ficou bom!!!

Ah, e no pódio ontem estavam os mesmos que foram abalroados pelo Grosjean em Spa... como é a vida, hein...

A punição do Vettel foi de acordo com as novas regras.

Excelente corrida como sempre. O melhor com certeza foi o Alonso. Fez as ultrapassagens necessárias e possíveis. Se não fosse pelo problema na classificação, não tenho dúvidas que ele disputaria pela vitória.

É Guilherme, menor vantagem que vc já teve desde a primeira corrida. kkkkkk

Voltei das férias no mesmo ritmo da McLaren, com tudo!!!

Kkkkkkk...

E eu voltei das férias no "alucinante" ritmo do MepASSA!!! Kíêkéýülçôn!!!

O Latueiro vai adorar isso, mas vamos lá... Que diferença houve entre a manobra do Vettel sobre Alonso e do di Resta sobre o B. Senna???

Um fez rally com as quatro rodas na grama e o outro só colocou duas patinhas.

Sem contar que um chamou a equipe pelo rádio ordenando punição e a seguir obrigou a RBR a se retirar da pista italiana tamanha indignação pela disputa do campeonato...

A outra situação passou quase despercebida... só você reparou, B'Hengler...

he he he he he he he he

E o Bruno Senna não tem moral para peitar ninguem kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

hehehe...Esses dois lances estarao no nosso tira teima ;-)

Teve uma imagem aérea que mostrou o Dick fazendo zig-zag na frente do di Resta também...

Mas essa a FIA também não viu!!!

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

O Vettel tinha como idolo o Dick Schumi vigarista e acabou aprendendo a fazer barbeiragens na pista.

Coisa feia Muleke!!

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More