1 de out de 2009

Massa não aceita decisão da FIA

Felipe Massa, que continua se recuperando do acidente sofrido este ano no GP da Hungria, em entrevista ao Globoesporte.com, comentou o caso "Piquetgate".

Segundo Felipe, o acidente provocado por Nelsinho Piquet alterou o resultado do campeonato de 2008:


"Meu mecânico errou, não posso esquecer isso, mas em um pit stop muito complicado, com dois carros entrando ao mesmo tempo e mais dez no pit lane. Ele apertou um botão em uma situação que nunca ia acontecer em um pit stop normal. O que fico chateado é que a Renault roubou. Apareceu alguém para falar: "Realmente eu bati por querer". Tudo bem. Tiraram o Briatore da parada? Tudo bem. O engenheiro? Os pilotos? Um piloto ganhou a corrida por um roubo. Deveria ter acontecido alguma coisa com os pilotos também" - disse o piloto.

O brasileiro não aceita a decisão da FIA:

"(...)O resultado continua o mesmo. Isso não está certo. Para mim, deveria ter mudado, deveria ter voltado atrás. O roubo mudou um campeonato. Perdi por um ponto. (...)Com a gente, apenas mandaram o Briatore para casa. Não consigo entender e não acho certo o que aconteceu. Estamos falando também de uma disputa de campeonato que ninguém falou. Um roubo criou uma diferença numa disputa de campeonato".


E ainda teve palavras de "carinho" para Nelsinho Piquet:

"Foi uma atitude muito feia, né? Uma atitude de um piloto... Muito feia em geral. (...)Jovem, errou, assumiu o erro. Acredito que assumir o erro é bom, porque o cara contou a verdade, tudo bem. Não deveria ter esperado tanto tempo para contar a verdade. Contou porque foi mandado embora, isso não é legal."

Entendo a revolta do Felipe mas, será que ele tem razão? Será que ele realmente perdeu o campeonato em Cingapura? Comentem!

17 comentários:

Este comentário foi removido pelo autor.

Esse brasileiro é ridículo... Cita uns exemplos nada a ver com a situação, aquela do juiz de futebol onde os jogos foram refeitos é sem comentários!!!

Como o ocorrido foi ano passado tem que ser feito o mesmo que o caso do doping americano no 4 x 100m rasos... Os americanos roubaram, foram punidos e desclassificados... Os brasileiros, antes segundos colocados, passaram a vencedores...

A justiça é a FIA desclassificar Alonso da prova de Cingapura 2008 e declarar N. Rosberg vencedor, consequentemente L. Hamilton 2º colocado, o que aumentaria a vantagem final no campeonato do ano passado de 1 para 3 pontos...

Simples...

O que não pode é o asturiano ficar com o troféu!!!

B'Hengler

O exemplo dado pelo Massa é perfeito. Porque houve uma manipulação em todos os lances durante as partidas todas.

O doping é trapaça mas ela não é um bom exemplo para a batida do Piquet. O doping poderia traçar um paralelo com correr com o carro abaixo do peso mínimo, usar um software de largada, asa flexível.

O caso do Piquet manipulou diretamente todos os fatos da corrida. Assim como o árbitro Edilson Pereira. E ambos tiveram um retorno financeiro por suas atitudes.

O correto é a anulação da corrida, não da desclassificação do Alonso. Porque o "acidente" do Nelsinho é muito mais grave que uma ação que seja contra a ética esportiva.

Não concordo Lee...

É diferente... Seria o equivalente a um juiz interferir em todos os jogos da rodada... A equipe Renault agiu sobre todas as equipes e a Ferrari de Massa foi prejudicada pelo "pirulito eletrônico", que já havia apresentado o mesmo problema em Valência mas continuava em uso pela equipe...

Falar assim é dizer que o Hamilton teria corrido de maneira diferente em Interlagos e chegado em 3º, conquistaria mais pontos e não faria diferença no resultado final...

Ou que a equipe americana (no 4 x 100 km) ocupou o lugar de uma equipe de "Eternia", que tropeçaria nos metros finais e derrubaria o Valdinei Quirino!!!

Os fatos aconteceram e a Ferrari não soube agir, simplesmente isso!!!

Temos que saber é o que diz o Regulamento.Se lá está escrito que a prova deve ser cancelada assim como todo o seu resultado desconsiderado, então é Massa campeão.
Agora, se apenas a vitória do New Dick Fofo Choronso deve ser cassada, paciência.O que não deveria valer é ele ser considerado vencedor da prova, pois é uma imoralidade.
Vale lembrar que o Massa e a Ferrari perderam o título não apenas em Cingapura.

Não tem cabimento tirar o título do Hamilton e dá-lo ao Massa só porque houve 'irregularidade' ou sei lá o nome que se dê ao escândalo da Renault... depois de ter acabado o campeonato.

Se o Massa reclama então o Kubica também pode reclamar, pois a corrida teve outro destino assim como o restante do campeonato. E antes de Cingapura os 3 estavam bem embolados... e quem garante que se não houvesse a batida o Kubica não teria marcado pontos importantes?

Sou a favor de deixar como está da mesma forma que não tiraram o título da Argentina na Copa de 1978, mesmo alguns jogadores peruanos terem confessado que facilitaram o jogo que acabou eliminando o Brasil.

A FIA deveria tirar o troféu do Alonso e dá-lo ao Kazuki Nakajima, pois tava na cara que o japonês ia vencer aquela corrida... rs rs rs

Não é equivalente a um juiz interferir em todos os jogos da rodada. Pq tem que se analisar individualmente as partidas. 90 min.

Doping é trapaça, não é manipulação de eventos. Você está confundindo trapaça com manipulação de resultado de um evento inteiro. Uma partida é um evento inteiro. O que o Nelsinho fez não foi trapaça foi manipulação num estagio cedo da corrida. Se fosse feito no final da corrida, seria muito menos grave que alterar no inicio da corrida como ele fez. Tanto que em qualquer esporte quando se atinge uma determinada quantidade de tempo jogado, se por um acaso a partida vier a ser encerrada antes o resultado continua válido e acabou não se continua ou se faz um novo jogo porque aquela altura do jogo não se justifica. Claro que se o Nelsinho tivesse feito aquilo faltando um terço de terminar a corrida o mais sensato seria desclassificar os envolvidos na armação, não a anulação da prova.

É fato concreto que o resultado de uma corrida inteira foi manipulado. Independentemente se isso for favorecer o Massa ou o Hamilton. As consequencias a longo prazo que é humanamente impossível "corrigir".

O Nelsinho fez isso por dinheiro, ele tava nem ai se o Alonso iria ganhar desde que conseguisse a renovação de contrato. Ele fez aquilo para conseguir privilegios financeiros. É diferente, se ele fosse lá bater e garantir um mundial de pilotos para o Alonso com a vitória dele. Seria tão grave mas ainda sim ambas situações são diferentes.

Bem, já eu se fosse o felipe não aceitaria a taça ganha no tapetão...

Eu concordo com o Lee,mas sinceramente,nao acredito q isso aconteça,se Nelsinho falasse isso logo após a corrida tenho certeza q ou ela seria anulada ou fariam uma nova corrida,sei la,o problema foi essa demora.Massa ta certo em reclamar,qualqr um na situaçao dele tentaria ué,se conseguir eh cmpeao,se num conseguir permanece vice.Eu axo q tem q ver oq o regulamento fala nesses casos e segui-lo,agora oncordo num ponto com Eduardo,manter essa vitoria do choronso fofuxo eh de lascar,o minimo q deve ser feito eh desclassificar o Alonso e entrega o trofeu pro Rosberg.Eu acredito q Cingapura foi essencial pro Massa perder o titulo,mas tipo,o q realmente tirou seu titulo foi a imcompetencia de seu mecanico,realmente ele nao perdeu so em Cingapura,mas vale a pena ressalta q ele estava simplismente liderando a corrida,ou seja,dez pontos transformarao-se em nada.

Como eu disse no texto, entendo a revolta do Massa, mas nao dá pra falar que ele perdeu um campeonato por culpa da Renault. prejudicou? sim! Mas e o péssimo início de campeonato dele(por erros próprios)? E o motor da Hungria? E o cara da mangueira? entre outros "detalhezinhos".

Sobre Cingapura, o que eles poderiam fazer seria o mesmo que com o Schumacher quando bateu no Villeneuve: perdeu os pontos mas as vitórias e podios e etc, seguiram sendo seus.

Portanto, EU, se fosse o Alonso, pelo menos, devolveria o troféu, mas nao acho que a FIA deveria dar a vitória para outro. Ao final de contas, com falcatrua ou nao, o cara passou 62 voltas correndo pelo circuito.

Agora é tarde demais para se contestar alguma coisa.Se houvesse justiça na F1, muita coisa já teria que ser revista.Alan Jones jogou Nelson Piquet pra fora quando os dois disputavam o título de 1980.Os embates Senna X Prost.A fechada do Dick I no Damon Hill.O caso Áustria entre o Dick I e Barrichello e agora essa vitória do Dick II em Cingapura.Há mais casos, mas estes são os que me lembro agora.
O erro faz parte do esporte/competição, mas o roubo deliberado como foi o último caso, não.Envergonha e faz com que tenha vontade de não acompanhar mais a categoria.
O Alonso realmente é dos melhores pilotos da atualidade.Mas tal como o Schumacher, está se transformando também num vilão.Por isso já está tendo uma legião de torcedores antipáticos a ele.
Quanto ao campeonato de 2008, apesar da falcatrua, não creio que se deva alterar alguma coisa.Mesmo que haja respaldo no regulamento, tudo deve ficar como está.O título está bem entregue, já que o Hamilton fez por merecer desde o ano anterior.
Já a vitória do Alonso deve ser contestada sim.O troféu deve ser devolvido sim.Só quem não quer ver acha que o espanhol não sabia da armação que foi criada pela Ruimnault.Mas os políticos(sempre eles!) já se dão por satisfeitos apenas com a expulsão do Briatore.Vergonhoso saber que não houve punição ao Nelson Angelo(cassação da Super Licença já estaria bom),à Renault(tadinha, doida pra abandonar a F1!, deixa ela aí, gente!Vamos dar motivo, não!) e ao Choronso Fofuxo Dick II.

Se bem que, lembram quando comentamos sobre a possível volta do jejum da Ferrari?
Taí.Se ele se concretizar, fica como punição ao último dos Queixudos.

Sim Priscila, mas vale lembrar que todos os outros detalhezinhos que fizeram o Massa perder o campeonato aconteceram dentro dos limites da ESPORTIVIDADE e honestidade, casualidade, e não de ROUBO como bem disse o Massa. Mas por maior que seja meu amor ao esporte há 3 momentos da F1 que me dá vontade de párar de assistir, ler , opinar enfim....:Rubens parando pro alemão ganhar,Glock deixando o ingles passar em interlagos e o espanhol dizer que não sabia de nada! Chega a ser rídiculo, do tipo: "Ei palhaços que acompanham a F1, participei de um roubo, fui o único beneficiado mas nada vai acontecer nem ao menos no papel, vou ser considerado inocente e não vou precisar devolver o material do crime, portanto, continuem assistindo até que alguma outra circunstância favoreça aos meus interesses e dos meus patrocionadores".

Ah Taíto! Nao penso que foi assim(sobre Alonso saber).

Como eu já disse em outros comentários, pq nao, dar o benefício da dúvida pro cara.Tipo, ele pode ter sido enganado tanto quanto eu e vc. Ele ainda nao tinha contrato fechado com a Renault e seu contrato vigente dizia que se a equipe nao rendesse ate´"tanto" ele poderia sair da equipe sem maiores problemas. Pra solucionar isso, o que os "3 mosqueteiros" fizeram? Inventaram a batida, o que deu a vitória pro Fernando que achou que a equipe merecia outra chance e renovou para 2009.

É, ou nao é, possível que o que eu contei tenha acontecido?

Nao digo que foi assim, mas cabe o benefício da dúvida.

É sim possível, porém acredito que seja muita ingenuidade pensar assim. Ele pode ter sido enganado, porém como todos os grandes golpes, só são bem executados se todos os envolvidos estiverem ciente. Imagina se o Alonso disse "não" para sair dos boxes com tão pouca gasolina, ou outra coisa qualquer durante o processo da falcatrua.

Droga, fiz de novo... postei com a conta do cachorro da minha namorada (literalmente).

Então Priscila, pode até caber sim o BENEFÍCIO da dúvida para algumas pessoas inclusive para a FIA, mas o PREJUÍZO da certeza, de que ele sabia de td, foi muito maior pra carreira dele, já que a opinião d várias pessoas ligadas ao automobilismo profissionalmente falando(não apenas nós fãs), é de que era impossível ele não saber de nada...mas enfim...como já disse anteriormente o maior prejudicado foi o próprio Fernando apesar de não ter recebido punição...acho que ele não precisava disso...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More