GP da Espanha

Espanha volta a ser "território Alonso"

GP da China

Alonso vence o "quebra-cabeça" chinês

GP da Malásia

Vettel "dá o bote" em Webber e vence a corrida

GP da Austrália

Raikkonen vence a primeira do ano

Vodafone deixará Mclaren no fim da temporada

Parceria terminará após 7 anos

31 de dez. de 2010

Feliz 2011!

Não, não esqueci de vocês...Apenas uma gripe, que me derrubou por alguns dias, mas não poderia faltar para desejar a todos vocês um fantástico 2011!!!



Que esse ano que entra supere em coisas boas o de 2010! Uma feliz noite pra vocês, e não exagerem na comemoração!;) Ano que vem tem mais!!!

OBS: Prometo que volto ano que vem!.. Espero que vocês também!..rs

24 de dez. de 2010

Feliz Natal!!!

A todos os amigos do blog, quero desejar um Feliz Natal e que Papai Noel seja bem generoso essas festas com vocês e suas famílias ;)



Grande beijo, que passem um feliz dia e Feliz Natal!

23 de dez. de 2010

FIA irá propor para-brisa para os carros de F1

Segundo a revista italiana "Autosprint", a FIA irá propor as equipes para-brisas para a proteção dos pilotos.

O dispositivo seria feito de plexiglas - acrílico - para o cockpit do piloto e suportaria impactos de mais de 700 kilos. Obviamente, tudo teria de ser feito de acordo com a aerodinâmica dos carros.

A foto abaixo é uma foto-montagem da própria revista italiana:



A "ideia" do para-brisa surgiu no ano passado após o acidente de Felipe Massa na Hungria, e da morte do jovem Henry Surtees, na F2, após ser atingido por uma roda solta.

Bernie Ecclestone então, naquela época, pediu a uma comissão que se ocupasse do assunto e desde então não voltou-se a falar do tema.

Na época, inclusive, surgiram algumas "propostas" - ou "soluções" -  para o tema, como a que postou o companheiro Sávio Machado, em seu blog:


Obviamente, um dos pilotos a favor dessa ideia é Felipe Massa que, uma vez recuperado de seu acidente, em 2009, comentou:


"Não estou dizendo que tenhamos que cobrir o cockpit totalmente, mas talvez existam muitas outras coisas que podemos fazer no carro para evitar que uma roda golpeie sua cabeça."




Não sou muito a favor de fechar totalmente o cockpit e, fechar a metade...dependeria um pouco da proposta. Pra falar a verdade, sou um pouco "conservadora" neste tema e, pra mim, F1 é F1 e não deve se parecer com outra categoria...


Opinem!

22 de dez. de 2010

Kubica e o celular no cockpit da Renault

"Hello, hello baby, You called
I can't hear a thing
I have got no service,
in the "car", you see, see..."


Sim, um celular no cockpit da Renault!

Ao parecer o vídeo a seguir foi divulgado pela própria equipe Renault e trata-se de uma conversa pela rádio entre Robert Kubica e a equipe, no 3º treino livre do Grande Prêmio do Bahrein:


Vi no Blog do Fábio Seixas

Kubica: Tenho um celular no meu cockpit. Alguém deixou um telefone no meu cockpit. O que eu faço? Jogo fora ou entro (nos boxes)?
Renault: Ok, Robert, box agora, box.
Kubica: Só vou parar do lado de fora da garagem, deixar o telefone e continuar, ok?
Renault: Ok, Robert, entendido. 


Agora, antes de querer saber de quem era o celular, eu pergunto: Como será que Kubica o encontrou?!;)


Humm...Piadinha em 3, 2, 1...

21 de dez. de 2010

D'Ambrosio confirmado na Marussia Virgin

O piloto belga Jérôme D'Ambrosio foi confirmado hoje, oficialmente, como piloto 2011 da equipe Marussia Virgin Racing.

D'Ambrosio, de 24 anos e recém saído da GP2, será companheiro do também confirmado Timo Glock, que já correu pela equipe na temporada 2010,quando ainda se chamava apenas Virgin, ao lado de Lucas di Grassi.



D'Ambrosio também esteve presente na equipe Virgin, no final da temporada, quando substituiu a Lucas di Grassi nos treinos livres das sextas-feiras, durante 4 sessões.

Jérôme superou Lucas di Grassi e Geido Van der Garde, que também optavam por uma vaga na equipe.

"Quando cheguei na equipe em Setembro deste ano foi tudo o que eu podia esperar. Tive que completar uma prova muito difícil porque havia uma concorrência muito grande pela vaga, mas ao mesmo tempo me sentia a vontade com a equipe e sentia que tinha encontrado meu lugar" - disse o belga esta manhã, após o anuncio oficial.

O chefe de equipe, John Booth, explicou a escolha de D'Ambrosio:

"Jérôme é um piloto que esteve no nosso ponto de mira por bastante tempo e ao que considerávamos um sério candidato para merecer um lugar para 2011.Seguimos atentamente seus avances na GP2 e tínhamos claro que era um dos melhores, mas quando pilotou nosso carro durante as 4 sextas-feiras de treinos livres e nos testes de Abu Dhabi, conseguiu superar nossas expectativas." - explicou Booth.

"Se adaptou à perfeição à equipe e caiu bem a todo mundo incluindo os patrocinadores e a imprensa. Além de suas habilidades como piloto de Fórmula 1 é uma jovem afável e é um prazer tê-lo por perto". - concluiu.

Resta saber se o brasileiro Luiz Razia seguirá como piloto de testes da equipe russa, o que parece bem provável.

19 de dez. de 2010

Top 5: Os melhores pilotos da temporada 2010

A pedido de vocês, este é o meu TOP 5 dos melhores pilotos da Temporada 2010 da Fórmula 1. A raíz disso, teremos o "TOP 5 das decepções do ano" e o "TOP 5 dos novatos do ano"(vai ser duro!), mais a frente.

De momento, "solto a 1ª bomba" logo abaixo:


1. Fernando Alonso:

Não levou o título por apenas 4 pontos, mesmo com o 3º melhor carro do grid. Cometeu erros impróprios de um Bi-Campeão do Mundo durante a temporada, mas se adaptou fantásicamente ao carro e a equipe Ferrari e quase levou o título, em sua primeira temporada. Levou a equipe nas costas...

2. Lewis Hamilton:

Teve uma segunda parte de temporada muito "anciosa", por assim dizer, o que o levou a cometer erros bobos que o afastaram do título. Chegou a liderar o Campeonato com vantagem e na última corrida ainda tinha chances matemáticas de ser Campeão. Foi a chispa da emoção em muitas corridas.

3. Sebastian Vettel:

Tinha o melhor carro do grid nas mãos e a equipe aos seus pés. Apesar de não ser o carro mais confiável, Vettel cometeu erros e não demonstrou seu potencial verdadeiro. Isso sim, em algumas corridas foi "Rei e Senhor" do fim de semana, mas não me convenceu e por isso leva o 3º lugar do Top5.

4. Mark Webber:

O veterano companheiro de Sebastian Vettel começou bem o Campeonato e foi o piloto que mais tempo esteve na liderança do Campeoanto. Talvez a briga interna tenha lhe desestabilizado um pouco na reta final do Campeonato, já que não contava com o "apoio" de sua equipe. O fato é que deixou-se ser superado, não só por Vettel, mas pelo espanhol Fernando Alonso, perdendo também o vice-campeonato.

5. Nico Rosberg:

Rosberg superou "o mito", Michael Schumacher, e dentro das pistas, pro mundo inteiro ver. Foi mais rápido, mais consistente que seu companheiro e ficou a 2 pontos apenas de ser o 6º melhor piloto da temporada.


Concorda? Discorda? Deixe seu TOP5 na caixinha de comentários...

17 de dez. de 2010

Montezemolo deixa as "coisas claras"

Luca di Montezemolo esteve presente no jantar de Natal que a Ferrari celebra todos os anos com os jornalistas e deixou bem clara suas ideias sobre vários aspectos, do presente e sobre o futuro.

Pra começar, brincou sobre o rumor de que anunciaria, neste jantar, sua candidatura a político. Ao escolher a data do encontro com a imprensa para poucos dias depois de Silvio Berlusconi se "defender" frente ao Senado italiano, aumentou as suspeitas de um anuncio relacionado à política:

"Tenho um anúncio importante a fazer" - brincou. "Começo minha própria festa! Agora sério, falei com toda a família Ferrari e posso dizer que meu futuro está aqui. Esse trabalho é minha vida e isso seguirá assim" - finalizou.

Com o rumor descartado, falou sobre o "chute no saco" que foi o resultado de Abu Dhabi, este ano: "Foi como errar um pênalti sem goleiro. Fernando só precisava dirigir como um taxista pra terminar quarto. Cometemos um erro muito grave" - sincerou.

Também teve palavras, na mesma linha das últimas declarações, para Felipe Massa: "Sua segunda parte de temporada foi muito "estranha". Já falamos com ele.(...) Quero dois pilotos brigando pelo Campeonato, não alguém frustrado na primeira corrida".  


Mas apesar da "coincidência do baixo rendimento" na segunda parte do ano(?) de Felipe com as ordens de equipe na Alemanha, Luca segue fiel ao discurso: " Fernando era mais rápido que Felipe. O que não está bem é quando ocorre nas primeiras corridas do ano", assumindo publicamente, pela primeira vez, que Áustria 2002, foi  completamente desnecessário.



Montezemolo também manteve o discurso de "apenas leves modificações" no entorno Ferrari. A grande novidade será a incorporação de Nick Fry, ex-engenheiro Mclaren, na equipe rossa.

Mas, apesar da não existência da tal notícia bombástica sobre a política, "Monti" tinha "sim" um porque desta reunião com a imprensa.

Montezemolo trouxe à tona, novamente, uma possível ruptura entre FOTA e FIA.

Segundo o Presidente da Ferrari, ainda é possível que as equipes da F1 criem uma categoria rival depois de 2012. Isso porque o atual Pacto de Concórdia finaliza ao final da temporada 2012 e as equipes seguem querendo maiores lucros.

Para Montezemolo, existe duas opções: a atual, com novos proprietários e Bernie Ecclestone ao mando, ou como a liga americana de basquete, a NBA, onde as equipes são donas do Campeonato.

"Monti" ainda frisa o tema motores, para a temporada 2013, que serão 4 cilindros e turbo:

"Ferrari nunca fabricará carros de rua com 4 cilindros. O que a FIA quer fazer é reduzir custos, mas tudo o que conseguem com isso é aumentá-los se as normas mudam a cada 5 minutos. Isso é Fórmula 1, e deveria ser a máxima "autoridade" em avance tecnológico".

Parece que mesmo depois de ter Max Mosley fora, as equipes seguem insatisfeitas com as condições oferecidas pela FIA. Será mais uma vez uma ameaça "passageira"?

Mais claro do que foi Montezemolo nesta coletiva, impossível!...

16 de dez. de 2010

Raikkonen poderia correr na NASCAR

Segundo o jornal finlandês Ilta-Sanomat, o Campeão 2007 da F1 poderia "arriscar algumas manobras" pelos circuitos americanos da NASCAR.

O mesmo jornal comenta que existe uma forte probablidade de que Raikkonen troque a equipe Citroen pela Ford para a próxima temporada de Ralli. As negociações com a equipe francesa estão paradas e as ofertas par Kimi só aumentam.


Dizem que Raikkonen tem projetos de correr nos EUA e, por isso, participaria em algumas corridas da temporada americana.

Porém, não é a única opção do finlandês: também tem uma oferta da equipe californiana de Rallis, a Monster World Rally Team, patrocinada pela marca de bebidas energéticas Monster, concorrente direta da atual patrocinadora de Raikkonen, a Red Bull.

Parado, Raikkonen, definitivamente, não vai ficar. Ou sim?! ;)

15 de dez. de 2010

Rapidinhas

Vitantonio  Liuzzi assegura que já tem contrato com a equipe Force India para temporada 2011.


 Segundo o italiano, seu contrato lhe dá direito a uma nova temporada na equipe e se diz não se importar com as especulações da imprensa que colocam a Paul di Resta em seu lugar, ou até mesmo, a Nico Hulkenberg.

De momento, a equipe Force India não há dado os nomes de seus pilotos para 2011.



Enquanto isso, Bruno Senna e Lucas di Grassi seguem em busca de um carro para 2011.


Senna perdeu um lugar na Team Lotus e segue negociando com algumas equipes que ainda tem lugar livre para o próximo ano. Já de Lucas di Grassi não se tem muitas informações mas é quase certo que perderá seu lugar na Virgin para D'Ambrosio ou Van der Garde.



Foi apresentada uma proposta para um possível Grande Prêmio no Vietnam.


A proposta foi enviada para o Ministério de Planificação e Inversão para construir um circuito de F1, com um orçamento de aproximadamente 150milhoes de dólares.

O projeto finalizaria em um prazo de 3 anos a partir do momento em que se aceite a proposta.




Pouco a pouco, as datas para as apresentações 2011 dos carros da Fórmula 1, vão sendo anunciadas.

Através das declarações de seu Presidente, Luca di Montezemolo, a Ferrari anunciou, extra-oficialmente que apresentará seu novo carro entre os dias 25 e 31 de Janeiro.

Outras equipes, como a Force India e a Lotus também anunciaram suas apresentações para Janeiro, porém sem dia certo.



Após toda a disputa sobre o domínio do nome Lotus, já temos duas equipes com o mesmo nome no grid: Lotus Renault GP Team e Team Lotus.


A primeira é a antiga Renault, que vendeu parte de suas ações e agora fornecerá motores para as equipes. A equipe pretende trazer de volta as cores que consagraram a antiga equipe Lotus: o preto e dourado.

Já a Team Lotus, após nova briga pelas cores das equipes, ficará com as cores atuais da equipe: verde e amarelo.

14 de dez. de 2010

FIA será mais severa com as penalizações em 2011

Depois da reunião da FIA, que nos adiantou algumas regras para as próximas 3 temporadas, surgem novas informações sobre como a FIA administrará a temporada 2011.

Em 2011, a FIA será mais severa com os pilotos com respeito as penalizações. Os comissários de cada GP terão, por exemplo, a possibilidade de excluir um piloto da seguinte corrida se assim achar necessário.


Além das já conhecidas punições, - como o drive-through, os 20seg. somados ao tempo final, a perda de posições no grid, etc... - os comissários poderão decidir se excluem o piloto do resultado final da corrida, ou até mesmo da seguinte corrida, como comentado anteriormente.

A FIA aproveitou para "exemplificar" situações que a partir de agora serão puníveis:

* Não se permitirão manobras que obstacularizem a outros pilotos, tais como várias mudanças de direção para defender a posição, deslocamento deliberado do carro além do borde da pista ou qualquer outra mudança anormal de direção;

 - Exemplo: o zig-zag de Hamilton quando se defendia de Petrov, agora, será punido.

* Os pilotos devem a usar a pista em todo momento. Para evitar qualquer dúvida, as linhas brancas que definem os bordes da pista se consideram parte da pista, mas os bordes não são. O piloto que saia da pista sem que nenhuma parte do carro este em contato com a mesma será objeto de penalização.

 - Exemplo: Alonso e Kubica, em Silverstone; as inúmeras brigas por posição dentro dos boxes( acredito a regra também vale para a linha branca dentro do pit lane);

* Em caso de que saia com o carro da pista por algum motivo, o piloto poderá voltar para a corrida, desde que seja seguro e sem obter qualquer vantagem;

 - Exemplo: Qualquer saída de pista onde o piloto se reincorpore como um louco, obrigando os demais a desviar, será punido;

* O piloto retardatário deverá permitir a ultrapassagem imediatamente ao ser alcançado pelo carro de melhor posição. Se não permite a ultrapassagem, indicaram o dever com a bandeira azul. Qualquer piloto que se considere estar fazendo caso omisso, poderá ser penalizado.

 - Exemplo: Não tenho exemplos, mas no antigo regulamento, o piloto tinha um certo "tempo" para permitir a ultrapassagem;

13 de dez. de 2010

Vídeo: Gala FIA 2010

Já temos pela internet o vídeo da Gala de fim de ano, de 2010, da FIA, realizada em Mônaco. Como todo ano, o resumo é fantástico, mas dessa vez vou ter que destacar os momentos entre os minutos 05:06 até o 06:46. Brilliant!;)



Opinem!

10 de dez. de 2010

FIA define regras para as próximas temporadas

A FIA esteve reunida hoje, em Mônaco, e confirmou algumas mudanças no regulamento para as próximas temporadas da Fórmula 1.

Para a seguinte temporada, em 2011, a FIA manteve a regra dos dois compostos de pneus para cada corrida, "obrigando" cada piloto a realizar pelo menos um pit-stop.

A regra do safety-car foi "retocada": Charlie Whiting poderá fechar os boxes "quando lhe parecer necessário", por questões de segurança, quando o SC entrar em pista.

Entre as mudanças técnicas, a asa traseira móvel, recurso a ser usado pelos pilotos dentro do cockpit, foi confirmada. As caixas de câmbio terão de "aguentar" 5 corridas e não mais 4, como em 2010.

Mas o mais destacado das decisões para 2011 é a anulação do artigo que proíbe as ordens de equipe. Mas existe um porém: as equipes deverão ter em conta que, qualquer episódio que provoque o descrédito do esporte, serão tratadas pelo código 151c, do Código Esportivo Internacional.


Ou seja, "Fernando is faster than you", não pode. "Guarde gasolina", sim. Ok?!

Para 2012, a mudança mais "interessante" é o fato de que todas as comunicações de rádio poderão ser retransmitidas. Além disso, se anuncia o uso do biocombustível na categoria.

Em 2013, os motores serão turbo. Com o uso do Kers, o consumo de combustível cairá um 35%, reduzindo o uso de motores por ano para cada piloto a cinco.

9 de dez. de 2010

Crashgate: Piquet x Renault

A família Piquet venceu na justiça a ação de difamação contra a equipe Renault pelo caso conhecido como "Crashgate", em Cingapura 2008.

Os Piquet's processaram a equipe Renault, que na época contava com Briatore no comando, depois que esta os acusou de chantagem.

Em um comunicado, a Renault se desculpou publicamente com Piquet, pai e filho "pelo sofrimento e vergonha causados". Além disso, a equipe reconheceu os comentários desafortunados e infundados e reafirmou que cobrirá todos os custos do processo, com uma compensação econômica por danos ocasionados aos dois.

Mas apesar de passados mais de dois anos desde o sucedido, como toda boa novela de "amor e ódio", que dessa vez não terminou com final feliz, por mais que se conheça bem a história, sempre existe algo a ser contado que te prende a ela novamente.

Nelsinho conta tudo com detalhes

Dessa vez, conhecemos a história contada em primeira pessoa, com detalhes, por Nelsinho Piquet, em entrevista ao The Times, frase-a-frase, daquele "infeliz" fim de semana:

O cenário da história era este: Alonso tem problemas na classificação, no sábado, e consegue apenas o 15º lugar. Nelsinho Piquet larga logo atrás.



"Olha os dois carros estão muito atrás no grid, me disse Symonds", conta Piquet. "Estamos em uma situação que não iremos a nenhuma parte nessa corrida a menos que algo extraordinário aconteça. Briatore estava de acordo".

"Fiquei sentado escutando porque não podia entender de que ia aquilo. Os dois estavam muito nervosos e a situação era muito tensa. Não disse uma palavra. Cinco minutos depois, Flávio comentou: "Olha a única maneira de aproveitar essa corrida é conseguir que o SC entre no momento oportuno", explicou.

"Fiquei ali sentado, olhando. Os dois me lembraram do que aconteceu na Alemanha quando alguém bateu logo depois de que eu saísse dos boxes e acabei segundo na corrida. " Você quer ajudar a equipe?", me disse Flávio. " Se você bater no momento certo, poderia mudar tudo", seguiu.

"Depois de um tempo comecei a ficar nervoso. Estava tentando refazer minha reputação na Fórmula 1 e ele sempre me lembrava que meu destino estava em suas mãos. Fiz de tudo para agradar, mas apenas recebia criticas".

Naquele momento, Piquet tinha um contrato para 2009 com uma cláusula que permitia a equipe Renault se "desfazer" dele a qualquer momento, dado seu baixo rendimento. Nelsão foi contra a assinatura desse novo contrato."Quando Flávio pensou que estava deixando ele de lado, ficou louco", disse Piquet. " Me chamou ao seu escritório e começou a gritar: " O que você pensa que está fazendo? Não fez nada este ano. Ninguém , além de nós, te quer". Lembro de ter chorado falando pelo telefone com meu pai a noite antes da classificação de Cingapura. Não podia suportar mais."

Com todo esse panorama em frente, Piquet concordou, então, em provocar o acidente que daria a vitória a seu companheiro de equipe, Fernando Alonso. "Pensei que era uma forma de satisfazer-lhe(ao Briatore), de fazer algo de minha parte". 

Com o acidente já combinado, faltavam os detalhes: "Eles queriam que o Safety-Car saísse na volta 14. Na verdade, me sentia bem por estar fazendo algo para a equipe depois de todas as criticas que recebi. Sequer considerei que fosse uma imoralidade" - comentou Nelsinho.


Symonds mostrou a Piquet o mapa do circuito e indicou o melhor lugar para provocar o acidente, já que ali não existe via de escape


"A medida que as voltas passavam, sabia o que iria acontecer, mas era dif´cil acreditar no que eu ia fazer. Eu estava quase mais preocupado por favorecer a equipe que por minha própria segurança. Estava tão assustado que quase não podia respirar. Cheguei a chicane na volta 14 e tinha um nó no estômago. Eu estava muito assustado, era como um sonho. Toquei com a roda traseira no muro e logo pisei o acelerador para bater contra a outra parede. Não senti nenhuma dor pelo impacto, mas a adrenalina estava disparada".


O resultado disso na corrida nós já sabemos como foi, e a famosa palmadinha nas costas de Briatore para Piquet, se encontra em inúmeros vídeos do youtube. Mas aí começa o "lado B" da história...


Nelsinho foi despedido pela Renault no meio do ano, e decidiu, então, denunciar o caso à FIA: " Se sou honesto, acho que contei mais pela ira acumulada contra o Flávio (Briatore) que pelo desejo de limpar minha consciência" - admitiu Piquet, que denunciou os fatos mais de um ano depois do acontecido.


Novamente, chegamos a um ponto da história que já conhecemos: a imunidade "política" para Piquet e as suspensões de Briatore e Symonds para o resto da vida, que ao final ficou reduzido a 3 anos. 


Apesar de se arrepender do feito, Nelsinho não consegue apagar de sua memória, nem da do resto do mundo, aquele "triste" fim de semana. "Olhando pra trás, parece que se passou uma vida, mas nunca poderei dissipar essa sombra. Peço desculpas pelo que fiz. Só espero que as pessoas entendam as pressões às que estive submetido. Não é uma desculpa, mas eu era uma pessoa profundamente infeliz. Hoje sou um homem mais forte e se me propusessem de novo, tenho certeza que teria forças pra dizer que não".


Segundo o advogado da Família Piquet, o pedido de desculpas da Renault e a compensação econômica são apenas o começo de uma longa batalha que a família terá contra a equipe...


Olha, pra mim, o Nelsinho até agora não tinha perdão, mas lendo seu depoimento, me deu dó do cara. Imagina como não estaria a cabeça dele, pra, como ele mesmo disse, pensar mais na equipe que nele mesmo?! Parece que ele se sentia uma m*rda e queria agradar o chefe de qualquer jeito. Quem já não se viu nesta situação? Porém, mostrou pro mundo inteiro que o crime, não compensa. Acho que faltou o Nelsão ali do lado...


Opinem!

7 de dez. de 2010

Ecclestone nos dá uma lição de bom humor e "visão de mercado"

Bernie Ecclestone provou, mais uma vez, porque é o "Sr. Burns" da vida real, na F1.

"Mr. E." como é conhecido no mundo que dirige, a Fórmula 1, resolveu fazer "caixa" com a agressão sofrida  no mês de Novembro, quando assaltantes lhe roubaram e agrediram, levando-o ao hospital.

Resulta que ao invés de ver um velho ferido, como vimos todos, Bernie Ecclestone encontrou uma forma de fazer merchandising e vender seu novo produto: o novo relógio oficial da categoria.

Clique para aumentar

Com o slogan "Olhe o que as pessoas farão por um Hublot", Bernie Ecclestone aparece na foto tal qual depois da agressão e dando-nos mais uma vez, uma lição de bom humor e "visão de mercado".

5 de dez. de 2010

Vídeo: Como não celebrar uma vitória

O vídeo que segue mostra exatamente "como não celebrar um vitória".

Daniel Morad é o nome do protagonista da cena em questão. Ele foi o Campeão Mundial da categoria DD2 Rotax, de Kart deste ano.

No vídeo, Morad cruza a linha de meta em primeiro, o que lhe deixava a um passo do título. Porém, cruzou a meta celebrando muuuito, e aí....



E ainda ficou com o cadarço preso no freio...Tsc,tsc,tsc

Vi no Racingpasion.com

2 de dez. de 2010

Montezemolo marca coletiva para dentro de duas semanas

Luca di Montezemolo convocou a imprensa internacional para uma coletiva de imprensa, em Fiorano, no próximo 16(ou 17) de Dezembro.

Poderia ser uma simples coletiva para anunciar os "pequenos ajustes" na Scuderia, que Montezemolo anunciou a poucos dias atrás, mas o rumores mais fortes apontam para outro tipo de anúncio: Montezemolo poderia entrar para a política!



Claro que tudo são rumores, mas seguindo o "fio da notícia", Montezemolo tem uma grande amizade com o Presidente do Congresso Italiano, Gianfranco Fini, que não se leva bem com o Primeiro Ministro, Silvio Berlusconi. As constantes "manchetes extra-oficiais" de Berlusconi, que se espalham como bala pelo mundo, deixando o país em ridículo, aumentam um pouco mais as chances de veracidade dos rumores sobre Montezemolo.

O Chefe da Ferrari aproveitaria assim sua imagem e popularidade para dar o salto à política.

Curiosamente, a coletiva de Montezemolo será dada apenas dois dias depois de que Berlusconi se enfrente a uma moção de censura no Parlamento italiano, onde precisa ganhar a confiança do mesmo, para evitar umas eleições antecipadas.


O rumor não fala sobre que cargo exerceria Luca di Montezemolo, mas a intenção de entrar na política, é clara!

Outro rumor, porém com menos força, é o de que a Volkswagen comprará parte da Ferrari. Esse rumor existe a algum tempo, mas pouco a pouco foi perdendo força. Com as declarações de Montezemolo de que não haveria despidos, mas sim, "pequenos ajustes", o rumor voltou à tona.

Sergio Machionne, sócio de Montezemolo, desmentiu no mês passado a intenção de vender parte das ações do grupo Fiat. Mas a Fiat pretende entrar no mercado americano e portanto, considerariam vender parte das ações....da Ferrari!

A Fiat mantém 85% das ações da Ferrari, portanto, a ideia seria mais ou menos essa: vender parte de suas ações para "alguém" - que não necessariamente tem que ser a Volks - e assim investir na entrada da Fiat no mercado americano.

O que não explicaria a estratégia seriam os 17% de aumento nas vendas da Ferrari, pelo mundo, em 2010. Talvez com estes dados consigam mais interessados...


Montezemolo já avisou que apesar da idéia de vender parte das ações, a Ferrari seguiria sendo de total domínio dos italianos.

O total das ações a serem postas em venda seria de uns 2.500.00€, aproximadamente, o que para a Volkswagen seria uma "mixaria".

A marca alemã comprou, recentemente, parte da Lamborghini e da Audi.

Dentro de duas semanas sairemos de dúvidas, mas acho, sinceramente, que a Ferrari não se aliaria a uma marca alemã de carros. Seria "misturar" demais e o "puro sangue italiano" é o que faz da marca "uma religião", como costumam dizer.

Acredito que se de verdade vendem as ações da marca seria para outros interessados.

Resta a opção da política como tema da coletiva.

Opinem!

1 de dez. de 2010

Williams: Pastor Maldonado é, oficialmente, confirmado na equipe

A equipe Williams confirmou, oficialmente, o venezuelano Pastor Maldonado como piloto da equipe na temporada 2011, ao lado de Rubens Barrichello.

"Me sinto um privilegiado de que Williams tenha me escolhido como um de seus pilotos titulares" - disse Maldonado após a confirmação da notícia.

Pastor Maldonado

Pastor Maldonado é o atual Campeão da GP2, com uma fantástica temporada e chega a Williams com os 2000Km de experiência subido a um F1, graças aos testes para jovens pilotos realizados em Abu Dhabi, onde testou pela equipe Hispania e pela própria Williams.

O trabalho como piloto titular da Williams começa em Fevereiro, nos primeiros testes da pré-temporada.




Apesar da alegria pela escolha da Williams, Maldonado não esquece quem lhe "estendeu a mão":;)

"2011 será a primeira vez em quase 30 anos que um venezuelano pilota um carro de F1, assim que tentarei  conseguir bons resultados em agradecimento ao apoio que meu país me deu para conseguir que hoje em dia eu esteja aqui".


A equipe aproveitou também para confirmar Valtteri Bottas como piloto de testes e reserva da equipe.

Segundo a lista de inscritos da FIA, Maldonado levará o nº12 em seu Williams.

30 de nov. de 2010

FIA divulga lista com pilotos e equipes de 2011

A FIA divulgou hoje a lista com equipes e pilotos, com seus devidos números, já inscritos para a Temporada  2011 de Fórmula1.


Entre as equipes, algumas mudanças nos nomes das mesmas:

A Sauber, por fim, já não conta com o nome BMW e a Virgin Racing do passado incorpora o Marussia como primeiro nome.

A Lotus segue em sua "briga particular" sobre os direitos do nome da equipe, mas aparece na lista como Team Lotus.

Red Bull, Ferrari, Mclaren, Mercedes, Sauber e Toro Rosso já tem seus pilotos confirmados. A equipe Lotus também aparece "completa" na lista da FIA, apesar de que não foi feito nenhum comunicado oficial.

Kubica, na Renault e Rubens Barrichello, na Williams já estão garantidos também, à espera apenas de conhecer o nome de seus companheiros. Na Renault dão quase por certa a renovação de Vitaly Petrov, apesar de que Heidfeld e Glock aparecem como candidatos, enquanto na Williams, Pastor Maldonado segue sendo o nome do "cavalo ganhador", da vaga de Hulkenberg.

Na equipe Force India, Adrian Sutil a poucos dias atrás confirmava sua renovação com a equipe, por "falta de opção", mas ainda aparece sem equipe e sem número na lista da FIA. Como seu companheiro surgem nomes como o de Paul di Resta, piloto de testes da FI, Nick Heidfeld, ou até mesmo de Karun Chandhok.

A Hispania, seguirá no grid em 2011, mas ainda não decidiu seus pilotos. Duas opções da equipe são os espanhóis Pedro Martínez de la Rosa, que correu pela Sauber em 2010, até ser substituído por Nick Heidfeld, e Andy Soucek, Campeão da F2 em 2009 e ex-piloto de testes da Virgin Racing, em 2010.

De la Rosa precisa de um grande apoio financeiro para conseguir essa vaga na Hispania, o que parece estar praticamente descartado. Chandhok, Senna, Klien e Yamamoto também são opções a serem consideradas pela equipe. Até mesmo Hulkeberg surge como possível nome para a equipe espanhola, mas o alemão já avisou que "não paga pra correr".

Na Marussia Virgin, Di Grassi e Glock podem seguir desde que o dinheiro não fale mais alto para Richard Brenson. Petrov e Aleshin, russos, poderiam "ajudar" e muito a equipe. D'Ambrosio e Van der Garde também surgem com possibilidades.

A lista da FIA está tão confusa - ou não? - quanto nós, seguidores, mas a verdade é que sobram poucas vagas para muitos pilotos. 

O dinheiro será a moeda de troca em todas estas ocasiões.


Confira a lista divulgada pela FIA:


Red Bull Racing 

1. Sebastian Vettel
2. Mark Webber

Vodafone McLaren Mercedes

3. Jenson Button
4. Lewis Hamilton

Scuderia Ferrari Marlboro

5. Fernando Alonso
6. Felipe Massa

Mercedes GP Petronas F1 Team

7. Michael Schumacher
8. Nico Rosberg

Renault F1 Team

9. Robert Kubica
10. Por confirmar

AT&T Williams

11. Rubens Barrichello
12. Por confirmar


Force India F1 Team

14. Por confirmar
15. Por confirmar


Sauber F1 Team

16. Kamui Kobayashi
17. Sergio Perez

Scuderia Toro Rosso

18. Por confirmar
19. Por confirmar


Team Lotus

20. Jarno Trulli
21. Heikki Kovalainen

HRT F1 Team

22. Por confirmar
23. Por confirmar


Marussia Virgin Racing

24. Por confirmar
25. Por confirmar


29 de nov. de 2010

Gala Ferrari, em Valência: Finali Mondiali 2010

Todos os anos, a Ferrari celebra seu fim de ano com uma enorme festa, para deleite de fãs e admiradores da Scuderia.

Desde o ano passado, por razões que não preciso explicar, a Ferrari passou a celebrar suas "festas" na Espanha. São 4 dias de apresentações e competições Ferrari, no circuito de Cheste, em Valência.

O vídeo abaixo mostra um resume da Gala realizada este fim de semana:



Vi no Octeto

26 de nov. de 2010

Ecclestone é assaltado e ferido

O chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, sofreu, na 4ªfeira passada, um assalto em sua própria casa.

Os ladroes entraram na casa de Ecclestone em Londres e levaram, aproximadamente, 280.000€ entre jóias e outras pertences.

Sua namorada, a brasileira Fabiana Flosi, estava junto a Ecclestone e viu como os ladroes feriam ao "Sr. Burns", provocando-lhe um traumatismo crânio-encefálico moderado e uma ferida superficial na cabeça.

O "ataque" aconteceu quando o casal chegava a casa e foi surpreendido. Segundo o jornal britânico The Sun, Bernie Ecclestone levou chute e socos, enquanto os ladroes exigiam jóias e dinheiro.

O que vem a seguir já é a parte #p*tasacanagem com o "Sr. Burns" ;):

Jackie Stewart, Flavio Briatore, Max Mosley, Simon Gillet e Ron Dennis

O Voando Baixo, do Rafael Lopes, reproduziu uma foto que o Blog Sniff Petrol postou com os "suspeitos" do caso.

Genial! Só espero que o Alonso tenha um álibi...hahaha

25 de nov. de 2010

Red Bull X-1 Prototype

O Red Bull X-1 Prototype é a nova jóia crida por Adrian Newey, e que poderemos "encontrar" no próximo jogo de Playstation 3: GT5 - Gran Turismo 5.


Em colaboração com a Red Bull, Adrain Newey e Polyphony Digital, o Red Bull X-1 Prototype poderia ser considerado um Fórmula 1 "a mão livre".


Propulsado por uma turbina de gás, quase 1.500 cavalos de potência, 545Kg de peso, velocidade máxima de 400Km/h, rodas e cockpit carenado(coberto) e efeito solo através de um ventilador.

O Prototype nas mãos de Sebastian Vettel, em simulador, no circuito de Suzuka, foi quase 20 segundos mais rápido que um F1: marcou um tempo aproximado de 1:11:540, enquanto em corrida, com o RB6, marcou 1:30.


O X-1 segue sendo um protótipo, mas hoje mesmo Jaime Alguersuari esteve em Madrid para testá-lo.

Seria esta a Fórmula1 do futuro?!

Fotos:Racinpasion.com
Fonte:Motorpasion.com

24 de nov. de 2010

Novidades na Toro Rosso?

O final de temporada da equipe júnior da Red Bull, a Toro Rosso, não foi lá grandes coisas. Foi o primeiro ano com um chassis independente da Red Bull e, na verdade, a má sorte condicionou muitas das corridas e, consequentemente, o resultado da equipe.

Mas, o importante é a evolução, ou melhor, a avaliação de seus pilotos por parte dos chefes e, é aí onde a história começa a se "torcer".

O programa de jovens pilotos da Red Bull tem agora as vistas postas em Daniel Ricciardo, um australiano de 21 anos, que surpreendeu nos testes para jóvens pilotos, realizados na semana passada, em Abu Dhabi.

Daniel Ricciardo

Franz Tost, chefe da equipe Toro Rosso, foi colocado à prova ao ser perguntado sobre seus atuais pilotos: Sebastian Buemi e Jaime Alguersuari.

Sobre Buemi disse que  "no começo da temporada fez pontos e teve um nível muito bom de rendimento. mas ao final da temporada lhe custou um pouco".

Já sobre Alguersuari, a "avaliação" foi um pouco mais positiva: "Foi melhorando passo a passo e vai pelo caminho correto".

Os dois pilotos da equipe tem lugar garantido na equipe, já que tiveram seus contratos renovados, mas o forte apoio de Helmut Marko a Ricciardo parece criar uma pequena confusão.

Inclusive Tost, conclui sua entrevista com um "enquanto aos pilotos e a continuidade, já veremos"...


Os planos de Jaime Alguersuari na equipe parecem estar um pouco mais claros, já que o piloto está bem cotado, inclusive, para substituir a Mark Webber na equipe "oficial" - Red Bull - a partir de 2012.

O mais provável é que as posições continuem tal como estão: Buemi e Alguersuari como pilotos oficiais e Ricciardo, mais um ano, como piloto de testes.

Já em 2012, uma possível saída de Alguersuari deixaria o posto livre para o australiano.

Kobayashi e o seu "segredo do sucesso"

Em entrevista, o japonês Kamui Kobayashi, revelação da temporada 2010 de Fórmula 1, deixou-se conhecer um pouco mais fora das pistas.

Um resumo das perguntas( e suas respostas), você lê a continuação:



Qual foi o melhor momento de 2010 pra você?
Acho que fiz uma corrida interessante no Japão. Foi um momento muito bonito pra mim e para os torcedores japoneses.

E qual foi a pior experiência?
Quando me acidentei na primeira volta do Grande Prêmio do Canadá.

Qual é o seu segredo para ultrapassar?
Como sou japonês tenho os olhos pequenos, então não posso ver todos os pilotos.

E, em sério?
Se sinto que posso ultrapassar o faço. Isso é tudo não tem segredo.

O que você quer alcançar em 2011?
Meu objetivo pessoal é cometer "zero" erros. Da equipe espero que tenhamos um bom carro e ser capazes de lutar pelos pontos de forma regular para melhorar nossa posição no Campeonato.

Si pudesse pedir um desejo, qual seria?
Essa é fácil de responder. Em japonês Mangas é um tipo de porta " para onde você quiser ir". Você decide pra onde gostaria de ir, caminha através dessa porta especial e estará ali. Essa poderia ser um ótima "coisa" para ter: poderia ter uma bonita casa em qualquer lugar do mundo, talvez em uma bonita ilha, e dormir ali todo os dias!

2010 foi o primeiro ano completo de Kamui Kobayashi na F1, e terminou a temporada na 12ª posição, com 32 pontos.

21 de nov. de 2010

Nico Rosberg "Spears"?!

Nico Rosberg postou hoje em seu Twitter a seguinte foto, com uma frase que dizia, "mais ou menos", assim:


Clique na imagem para aumentar


@nico_rosberg: "Chegada a Dubai. O recepcionista ficou chocado quando viu o passaporte. Alguém pregou a Britney no meu passaporte. Não tenho ideia de quem foi".


Jenson Button, não perdoou e re-twittou:

@The_Real_JB"Clássico! Te pegaram, Britney!"


O que ninguém sabe ainda é se realmente tudo não passou de uma brincadeira do próprio Rosberg, ou se, ele realmente foi surpreendido pela foto do novo passaporte.

Se foi surpresa deve ter ficado muito P...! hahhahahah

20 de nov. de 2010

Segunda sessão de treinos com pneus Pirelli

Segundo dia de treinos da Fórmula 1 com os novos pneus Pirelli e mais uma vez deu Ferrari na frente.

Dessa vez com Fernando Alonso, a Ferrari deu 105 voltas e testou novas peças para o carro de 2011. Com isso, Alonso fez um tempo de 1:40:529, pouco mais de uma décima mais rápido que a Mercedes de  Michael Schumacher, que teve seu tempo finalmente anulado por ter cortado uma das chicanes..

Alonso não viu muita diferença entre o desempenho da Ferrari com Bridgestone para os Pirelli:

"Não existe muita diferença, então acredito que a transição não será complicada, nem haverá dramas".

Sebastian Vettel foi o 3º melhor do dia, marcando um tempo, também, na casa de 1:40. O Campeão Mundial teve, assim como na sexta-feira, problemas com os pneus traseiros.


Rubens Barrichello, colocou a Williams na 4º posição, depois de 100 voltas e com pouco mais de 6 décimos para o melhor tempo de Alonso.

Pastor Maldonado voltou a testar com a Hispania, neste sábado e cravou seu melhor tempo alguns milésimos mais rápido que Glock com a Virgin.

Os tempos do treino que fechou os testes em Abu Dhabi:

1. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 1:40.529 (105 vueltas).
 2. Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - 1:40.685 (74).
 3. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - 1:40.825 (66).
 4. Rubens Barrichello (BRA/Williams) - 1:41.294 (100).
 5. Robert Kubica (POL/Renault) - 1:41.614 (91).
 6. Gary Paffett (GBR/McLaren-Mercedes) - 1:41.622 (46).
 7. Oliver Turvey (GBR/McLaren-Mercedes) - 1:41.740 (30).
 8. Paul di Resta (GBR/Force India) - 1:41.869 (35).
 9. Kamui Kobayashi (JPN/BMW Sauber) - 1:42.110 (43).
 10.Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso) - 1:42.145 (97).
 11.Tonio Liuzzi (ITA/Force India) - 1:42.416 (46).
 12.Sergio Pérez (MEX/BMW Sauber) - 1:42.777 (46).
 13.Jarno Trulli (ITA/Lotus) - 1:44.521 (83).
 14.Pastor Maldonado (VEN/Hispania) - 1:44.768 (65).
 15.Timo Glock (ALE/Virgin) - 1:44.783 (82).

19 de nov. de 2010

Rapidinhas

Sebastian Vettel assina seu primeiro contrato após a conquista do Mundial de Fórmula1.


Segundo notícias vindas da Alemanha, Vettel assinou um contrato milionário para representar a marca de shampoos H&S.

Vettel não tem empresário e está sendo assessorado por um advogado e um experto em finanças, e já negocia com outra marcas.



"Até a segunda semana de Dezembro". Esse foi o prazo que a empresária de Vitaly Petrov deu para que seu futuro seja decidido.




A verdade é que o russo não tem problemas econômicos para seguir na categoria, o que abre um "leque de possibilidades" para o atual piloto da Renault.


Após toda a repercussão de sua pilotagem no Gp de Abu Dhabi, quando "segurou" Fernando Alonso, Petrov parece ter apagado um pouco das más atuações durante a temporada e ganhado a confiança da equipe Renault, onde pode seguir em 2011.




A (re-re-re-) volta de Pedro Martínez de la Rosa à Fórmula1 parece se complicar.


O piloto espanhol estava próximo  de um acordo com a equipe Hispania para ser um de seus pilotos em 2011, porém a falta de pagamentos da equipe a Toyota quebrou o acordo entre as duas empresas e a equipe necessita, novamente, de pilotos de pago.

Entre 8 e 10 milhões é o que deve conseguir o piloto se quiser correr na HRT em 2011



A saída de Nico Hulkenberg não foi muito bem recebida por seu empresário, Wily Weber e pelo próprio piloto Hulkenberg. O fato da equipe Williams ter esperado até o último fim de semana de Gp para anunciar a não renovação do alemão, "chateou" o empresário que agora vê difícil ver a Nico na Fórmula1 em 2011.


Seu nome foi ligado à Renault, mas o patrocínio de Petrov torna quase certa sua permanência na equipe, e o mais absurdo foi ver seu nome no lugar de Felipe Massa na Ferrari, desmentido pelo piloto e pela equipe.

Primeira sessão de treinos com pneus Pirelli

Primeira sessão de treinos da F1, pós-temporada, com os novos pneus Pirelli, aconteceu hoje, em Abu Dhabi..

Treze pilotos estiveram em pista, e o mais rápido deles foi Felipe Massa, com o F10. O brasileiro, que foi 3 décimos mais rápido que Sebastian Vettel, marcou o melhor tempo de 1:40:170, em um total de 94 voltas.

Cena curiosa: Felipe Massa utilizando um segundo capacete, todo vermelho

A primeira impressão é boa, já que Felipe culpou os pneus Bridgestone por seu péssimo desempenho desta temporada, o que indica que para Massa, os pneus funcionaram muito bem.

O terceiro melhor foi  Gary Paffet, da Mclaren, que ficou a 7 décimos do tempo marcado por Massa.



Única equipe a testar com dois pilotos, nesta sexta-feira, a Force India teve Paul di Resta, o atual piloto de testes, na frente do titular, Adrian Sutil. O escocês foi quase 8décimos mais rápido que Sutil.

Rubens Barrichello, recém-renovado com a Williams, marcou o 6º melhor tempo do dia, com 1:41:425, depois de 91 voltas.


O brasileiro, assim como Felipe Massa elogiou os novos pneus, afirmando ser esta a marca que mais lhe agradou depois de tantas que ele testou.

Sebastian Vettel

Já não opina o mesmo Nico Rosberg, que segue sem encontrar o ponto exato entre carro e pneus, e foi apenas o 8º melhor.

Amanhã, os treinos seguem em Yas Marina, com a 2ª sessão dos testes.

Os tempos de hoje:


1. Felipe Massa Ferrari 1:40.170s 94 vueltas
 2. Sebastian Vettel Red Bull 1:40.500 77 v.
 3. Gary Paffett McLaren 1:40.874 94 v.
 4. Kamui Kobayashi Sauber 1:40.950 83 v.
 5. Robert Kubica Renault 1:41.032 39 v.
 6. Rubens Barrichello Williams 1:41.425 91 v.
 7. Paul di Resta Force India 1:41.615 20 v.
 8. Nico Rosberg Mercedes 1:41.778 81 v.
  9. Jaime Alguersuari Toro Rosso 1:42.019 71 v.
 10. Adrian Sutil Force India 1:42.859 20 v.
 11. Timo Glock Virgin 1:44.124 78 v.
 12. Heikki Kovalainen Lotus 1:44.686 88 v.
 13. Pastor Maldonado Hispania 1:45.728 83 v.

17 de nov. de 2010

Webber reconhece a estratégia de Abu Dhabi

A equipe Red Bull segue celebrando seu Mundial de Construtores e o de pilotos, com Sebastian Vettel.

Em entrevista a um programa de Tv Austríaco, Mark Webber e Sebastian Vettel, demonstraram que aprenderam dos erros e que ganhavam mais juntos do que afastados.

Mas, mais surpreendente que descobrir a boa relação dos pilotos da Red Bull, foi a declaração de Webber confirmando a teoria de que seu precipitado pit-stop em Abu Dhabi, foi uma estratégia para que a Ferrari "caísse" e deixasse o título nas mãos de Vettel.

Assistam!

16 de nov. de 2010

Resultado do Bolão: GP de Abu Dhabi e Vencedor

Fim da temporada 2010 de Fórmula1. Sabemos que Sebastian Vettel é o novo Campeão Mundial, mas...Quem venceu o 1º Bolão Guard Rail ?!

Bom, muita gente já sabe, até porque não é difícil fazer as contas( menos para essa que os escreve...rs) e descobrir quem ganhou. Mas só pra fazer um pouco de suspense, anunciamos, portanto, o vencedor:


...

¡¡¡Guilherme (RJ)!!!

A disputa foi dura durante todo Campeonato, mas na reta final, alguns candidatos já se perfilavam como favoritos. Porém as posições mudavam a cada etapa e a distância entre todos diminuía. 

As inesperadas posições de Alonso e Webber na corrida de Abu Dhabi, afetaram o panorama das apostas.

Ao final, nem Massa, nem Hamilton, nem Vettel...o grande responsável por decidir o Bolão foi...Vitaly Petrov! 

Aqui temos os pontos da etapa:


B'Hengler, o líder até então do Bolão, tinha 5 pontos de vantagem para o 2º colocado, Guilherme(RJ).

Analisando as apostas, Guilherme apostou por Petrov na 5º posição, enquanto B'Hengler, curiosamente, apostou pelo outro piloto da Renault, Robert Kubica

A diferença para o Campeão foi mínima e, coincidentemente, assim como no Mundial, de 4 pontos:




O Guilherme é o novo dono do "Campeoníssimo"  Hot Wheels Ferrari F2007, de Kimi Raikkonen.


*Com todos os erros e acertos, esse foi o 1º Bolão do Guard Rail. Espero que tenham se divertido e desculpem as moléstias, os erros de contagem, etc....rs . Vamos tentar melhorar pro ano que vem.

OBRIGADA a todos!... E ano que vem tem mais!

Red Bull também lidera em treinos de jovens pilotos

A temporada 2010 já terminou para a "1ª divisão" da Fórmula1, mas o trabalho para a temporada 2011 já começou.

Começando com a "divisão de base": os jovens pilotos. Assim como no ano passado, as equipes aproveitam os testes, uma vez finalizada a temporada, para dar a oportunidade de testar um F1 a suas jovens promessas.

A pista que, no último fim de semana, coroou Sebastian Vettel como novo Campeão Mundial da F1, viu como Daniel Ricciardo, novo piloto de testes da Red Bull marcava o melhor tempo, apenas 2 décimos mais lento que o tempo marcado por Vettel na pole-position de sábado, em Yas Marina.

Oliver Turvey(Mclaren) e Felix da Costa(Force India) completaram os 3 melhores tempos do dia. Esteban Gutierrez, novo piloto de provas da Sauber, marcou o 4º melhor tempo e Dean Stoneman(Williams) foi o 5º melhor.

O russo Mikhail Aleshin (Renault) e o francês Jean Eric-Vergne(Toro Rosso) foram 6º e 7º, respectivamente.

Aos mandos do Force India, além de Felix da Costa, também esteve o piloto de testes da equipe, o escocês Paul di Resta.

A Virgin testou com Río Harianto e com Jérôme D'Ambrosio. Pastor Maldonado, Campeão 2010 da GP2 testou com a Hispania, mas provavelmente amanha já esteja com a equipe Williams, sua "provável" equipe para 2011.

Jules Bianchi, já confirmado piloto de testes da equipe Ferrari para 2011, foi o 12º melhor do dia.

Os tempos de hoje:

1. Daniel Ricciardo - Red Bull - 1:39:616
2.Oliver Turvey - Mclaren - 1:40:725
3. Antonio Felix da Costa - Force India - 1:41:381
4. Esteban Gutierrez - Sauber - 1:41:432
5. Dean Stoneman - Williams - 1:41:522
6. Mikhail Aleshin - Renault - 1:42:073
7. Jean-Eric Vergne - Toro Rosso - 1:42:489
8. Paul di Resta - Force India - 1:42:736
9. Sam Bird - Mercedes - 1:42:985
10. Jérôme D'Ambrosio - Virgin Racing - 1:43:518
11. Pastor Maldonado - HRT - 1:43:750
12. Jules Bianchi - Ferrari - 1:43:894
13. Rodolfo Gonzalez - Lotus F1 - 1:44:924
14. Rio Harianto - Virgin Racing - 1:49:439


Os testes seguem amanhã, em Abu Dhabi.

Troféu Blogueiros - GP de Abu Dhabi

Fim de temporada na F1 e fim do Troféu Blogueiros, também. Mais uma vez, o Campeão nas pistas foi o Campeão do nosso Troféu, assim como no ano passado.


Lucas di Grassi foi "disparado" o pior estreante, dos que correram do princípio ao fim, da temporada, enquanto na ponta a diferença da média entre os 5 primeiros foi mínima, mostrando que  aqui os pequenos detalhes também fazem a diferença, para bem ou para mal.

As médias, corrida a corrida:

Clique para aumentar

O Troféu Blogueiros de 2010 terminou assim:


Os blogueiros do Troféu são:

Bárbara Franzin: Velocidade
Paulo "Speeder": Continental-Circus
Jorge Pezzolo: Pezzolo.tv
Gustavo Coelho: Esporte a motor
Thiago Raposo: Café com F1
E eu...;)

Voltamos na próxima temporada!

15 de nov. de 2010

Legende a foto

Eeeerrr...Acho que não estavam falando de orçamento das equipes...
????????????

14 de nov. de 2010

Gp de Abu Dhabi

"Existia um alemão no meio do caminho. No meio do caminho existia um alemão";)

A esperada ordem de equipe não foi necessária. Sebastian Vettel  é o mais novo Campeão da Fórmula1, após vencer brilhantemente, de ponta a ponta, o Grande Prêmio de Abu Dhabi, em Yas Marina.


Lhe acompanharam no pódio as duas Mclarens, os únicos que puderam seguir o ritmo do alemão.

Na largada ninguém assumiu riscos desnecessários e apenas Button superou a Alonso, antes mesmo da 1ª curva. O panorama ainda favorecia o espanhol, mas ainda era a 1ª volta de 55. E logo, mais a frente, um acidente assustador entre Schumacher e Liuzzi provocou o 1º e único SC da corrida, o que ajudou a mudar o futuro da mesma.

Com o safety em pista, muitos entraram para fazer sua troca de pneus. Lá na frente ninguém se arriscou.


Foi na volta13, quando a Red Bull deu seu "golpe de mestre" e passou o título para as mãos de seu 1º piloto, Sebastian Vettel: a equipe chamou prematuramente a Mark Webber para os boxes para provocar que a Ferrari copiasse a estratégia, se "protegendo" do australiano.


O primeiro foi Massa, porém não pode superá-lo em pista. Com os tempos rápidos do australiano, a Ferrari não duvidou em chamar Alonso também.


O problema é que a parada foi muito prematura e tudo nao passava de uma "isca", que a Ferrari "pescou" direitinho. Preocupados com Webber, o que a Red Bull fez foi afastar Alonso do título, enquanto Vettel voava na ponta.

Os pneus macios sequer chegaram a desgastar e Vettel e Mclarens, que seguiram em pista por muito mais tempo - o normal - ,  mantiveram suas posições sem grandes problemas.

O que não serviu para Alonso, que se  viu, de repente, na 7º posição, superado, devido a estratégia de pit-stop's, por Rosberg, Kubica e Petrov, que trocaram pneus durante o SC.


Petrov aliás que não deu qualquer chance para o Bi-Campeão ultrapassar já que contava com a melhor velocidade máxima da pista, contra uma Ferrari sem potência.

Webber, ao ver-se atrás de Fernando e sem qualquer chance de vencer o Campeonato, sequer "assustou" durante a prova.

Para Alonso, tudo deu errado: a estratégia, o set-up, o SC.  Webber, mostrou desde o início uma passividade fora do normal. Com o melhor carro etendo que vencer, sequer ameaçou a Alonso. Hamilton fez o que pode, mas Vettel estava realmente em seu dia de "estrela".

Com a jogada mestra da Red Bull conseguiram o que queriam: Vettel Campeão. O mais novo Campeão Mundial da F1, já que supera em precocidade a Lewis Hamilton.

Os tempos da corrida:


1.  Vettel        Red Bull-Renault           
 2.  Hamilton      McLaren-Mercedes           +     10.1s
 3.  Button        McLaren-Mercedes           +     11.0s
 4.  Rosberg       Mercedes                   +     30.7s
 5.  Kubica        Renault                    +     39.0s
 6.  Petrov        Renault                    +     43.5s
 7.  Alonso        Ferrari                    +     43.7s
 8.  Webber        Red Bull-Renault           +     44.2s
 9.  Alguersuari   Toro Rosso-Ferrari         +     50.2s
10.  Massa         Ferrari                    +     50.8s
11.  Heidfeld      Sauber-Ferrari             +     51.5s
12.  Barrichello   Williams-Cosworth          +     57.6s
13.  Sutil         Force India-Mercedes       +     58.3s
14.  Kobayashi     Sauber-Ferrari             +     59.5s
15.  Buemi         Toro Rosso-Ferrari         +   1m03.1s
16.  Hulkenberg    Williams-Cosworth          +   1m04.7s
17.  Kovalainen    Lotus-Cosworth             +     1 lap
18.  Di Grassi     Virgin-Cosworth            +    2 laps
19.  Senna         HRT-Cosworth               +    2 laps
20.  Klien         HRT-Cosworth               +    2 laps
21.  Trulli        Lotus-Cosworth             +    4 laps

O Campeonato terminou assim:

1º Vettel - pts, 2º Alonso - 252 pts, 3º Webber - 242 pts, 4º Hamilton - 240 pts, 5º Button - 214pts, 6ºMassa - 144 pts, 7º Rosberg - 142 pts, 8º Kubica - 136 pts, 9º Schumacher - 72 pts, 10º Barrichello - 47 pts,...

13 de nov. de 2010

Classificação - GP de Abu Dhabi

A pole do último Gp do ano, a corrida que decidirá o Campeão de 2010, ficou com o alemão Sebastian Vettel. O piloto da Red Bull conseguiu a pole por 0.031 seg, a frente de Lewis Hamilton.

Mas a briga mais importante estava entre os dois principais candidatos ao título: Mark Webber e Fernando Alonso.


Com a dobradinha da qualificação já impossível para a Red Bull, restava saber as posições de saída dos dois pilotos em questão. e aí, apareceu a estrela de Fernando Alonso que mesmo com a carro "menos forte" dos favoritos, marcou o 3º melhor tempo.


Mark Webber nao teve " aparentemente" problemas nos pneus nem no carro o que faz da sua 5ª posiçao, decepcionante.

O 4º colocado no grid de amanhã, em Abu Dhabi, será Jenson Button. Felipe Massa largará ao lado de Mark Webber, e pode ser de grande ajuda a Alonso, de cara ao título.


A surpresa da classificação de hoje foi Robert Kubica, que pela primeira vez no ano não passou para a Q3. Sim, o fez seu companheiro, Vitaly Petrov.

A corrida de amanha se apresenta com interessantes primeiras filas:

Vettel - Hamilton
Alonso - Button
Webber - Massa

Vettel tem muito que perder, Hamilton nada. Alonso tem muito que perder, Button nada e Webber tem muito que perder e Massa, nada.

Faltam algumas horas para descubrir quem arriscará na 1º curva de Yas Marina e 55 voltas para conhecer o novo Campeão da Fórmula1.


     Piloto             Equipe            Q1         Q2         Q3   
 1.  Vettel       Red Bull-Renault     1m40.318s  1m39.874s  1m39.394s
 2.  Hamilton     McLaren-Mercedes     1m40.335s  1m40.119s  1m39.425s
 3.  Alonso       Ferrari              1m40.170s  1m40.311s  1m39.792s
 4.  Button       McLaren-Mercedes     1m40.877s  1m40.014s  1m39.823s
 5.  Webber       Red Bull-Renault     1m40.690s  1m40.074s  1m39.925s
 6.  Massa        Ferrari              1m40.942s  1m40.323s  1m40.202s
 7.  Barrichello  Williams-Cosworth    1m40.904s  1m40.476s  1m40.203s
 8.  Schumacher   Mercedes             1m41.222s  1m40.452s  1m40.516s
 9.  Rosberg      Mercedes             1m40.231s  1m40.060s  1m40.589s
10.  Petrov       Renault              1m41.018s  1m40.658s  1m40.901s
11.  Kubica       Renault              1m41.336s  1m40.780s
12.  Kobayashi    Sauber-Ferrari       1m41.045s  1m40.783s
13.  Sutil        Force India-Ferrari  1m41.473s  1m40.914s
14.  Heidfeld     Sauber-Ferrari       1m41.409s  1m41.113s
15.  Hulkenberg   Williams-Cosworth    1m41.015s  1m41.418s
16.  Liuzzi       Force India-Ferrari  1m41.681s  1m41.642s
17.  Alguersuari  Toro Rosso-Ferrari   1m41.707s  1m41.738s
18.  Buemi        Toro Rosso-Ferrari   1m41.824s
19.  Trulli       Lotus-Cosworth       1m43.516s
20.  Kovalainen   Lotus-Cosworth       1m43.712s
21.  Glock        Virgin-Cosworth      1m44.095s
22.  di Grassi    Virgin-Cosworth      1m44.510s
23.  Senna        Hispania-Cosworth    1m45.085s
24.  Klien        Hispania-Cosworth    1m45.296s

12 de nov. de 2010

Treinos Livres - Gp de Abu Dhabi

Surpresa nos primeiros treinos livres em Yas Marina. A chuva apareceu em Abu Dhabi e a 1º sessão de treinos começou com a pista molhada.


Sebastian Vettel foi o mais rápido da manhã seguido de Lewis Hamilton, que parece ter acertado, por fim, o set-up do novo aerofólio traseiro de seu Mclaren, fato mais que comprovado com a 3ª posição de Jenson Button.

Mark Webber foi apenas o 4º a mais de 1 segundo do melhor tempo, enquanto Fernando Alonso foi o 6º.


Pela tarde, Lewis Hamilton foi quem levou a melhor marca do dia "pra casa". O inglês, foi mais de dois décimos mais rápido que Sebastian Vettel. A dois décimos de Vettel aparece Fernando Alonso, que conseguiu superar a Mark Webber.


Se a corrida terminasse com esse panorama, Alonso seria o Campeão. Isso faz com que Lewis Hamilton tenha um papel importantíssimo amanha e no domingo da corrida. O Mp4/25 se adapta perfeitamente ao circuito de Yas Marina, assim como no ano passado, quando o inglês marcou a pole.

Mercedes e Renault, fora excessão, dividiram as 4 posições que sobram do Top10.

 - 1ª Sessão de Treinos Livres
 - 2ª Sessão de Treinos Livres

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More