GP da Espanha

Espanha volta a ser "território Alonso"

GP da China

Alonso vence o "quebra-cabeça" chinês

GP da Malásia

Vettel "dá o bote" em Webber e vence a corrida

GP da Austrália

Raikkonen vence a primeira do ano

Vodafone deixará Mclaren no fim da temporada

Parceria terminará após 7 anos

30 de abr. de 2012

Sauber anuncia novo patrocínio

A Sauber anunciou esta manhã, em sua página web, a parceria com o time de futebol inglês Chelsea FC.

Será a primeira vez que um clube de futebol e uma equipe de F1 se unem e já poderemos ver o logo da equipe inglesa nos carros da Sauber a partir do GP da Espanha, aproveitando toda a publicidade internacional que a F1 alcança. Em troca, o logo da Sauber será visto na camiseta dos jogadores Blues, no placar do estádio do Chelsea e durante as entrevistas.

Ron Gourlay, chefe executivo do Chelsea, explicava a inovadora união:

"Este é um patrocínio inovador que unirá uma equipe de futebol com uma equipe de F1 como nunca antes se viu, combinando dois dos maiores esportes do mundo e unindo nossos fãs. Acreditamos que a equipe suíça, a quarta mais antiga do grid atual, reflete nossos ideais perfeitamente. Em um ano em que o Chelsea comemora a 20ª temporada na primeira divisão, Sauber o faz como equipe de Fórmula1. Compartimos várias filosofias, desde o desenvolvimento de jovens talentos até o esforço por conseguir o exito. Este patrocinio beneficia a ambos enormemente e conta com o potencial de criar oportunidades comerciais únicas. Estamos ansioso por trabalhar de perto com a equipe Sauber e lhes desejamos toda a sorte para a temporada da F1".

Rumores apontavam para Jet Blue

Durante o GP da China e o GP do Bahrein, o C31 apresentou em seu chassi frases que ligavam o misterioso novo patrocínio a companhia aérea americana Jet Blue.

O nome da equipe de Roman Abrahamovich fui um dos primeiros nomes que se "rumoreavam" quando a Sauber confirmou que teria um novo patrocinador em breve. Porém, a inovadora ligação e as frases ligadas a companhia americana despistaram sobre o verdadeiro parceiro da equipe suíça.


Com o mistério desvelado e confirmado, de momento, essa é a imagem que a Sauber terá para o GP da Espanha, que acontece em 2 semanas:
Clique para aumentar




27 de abr. de 2012

[ATUALIZADO] Confira quem estará em Mugello

Os testes em Mugello antes do Grande Prêmio da Espanha serão uma dose extra de ânimo e esperança para algumas equipes que necessitam de tempo para evoluir seus carros.

Os pilotos de teste terão a oportunidade com os carros, apesar da presença dos pilotos oficiais.


Surpreende que, no fim de semana do GP do Bahrein, a Ferrari, por exemplo, disse que o treino não seria importante e que focariam nos pneus, sem ter, portanto, a necessidade de ter seus pilotos oficiais na pista. Com o desempenho do Bahrein mudaram de idéia...

A Mclaren, de momento, é a única que dará descanso a seus pilotos oficiais e deixará os testes nas mãos de seus pilotos reserva.

Mercedes, Red Bull e Sauber ainda não confirmaram os pilotos que estarão nos três dias extras de teste desta temporada. A HRT foi a única que confirmou que não estará na Itália já que não terão nenhuma grande novidade no carro e preferem se centrar na mudança da fábrica para Madri.

Mugello se apresenta como o último degrau para as equipes que querem chegar à Europa com bons resultados de cara ao campeonato.

Agenda dos treinos [completa]:

1º de Maio: Turvey/Paffet (Mclaren), Alonso, D'Ambrosio (Lotus), Bottas (Williams), Bianchi (Force India), Vergne , Gonzalez (Caterham), Pic, Schumacher/Rosberg, Webber, Kobayashi

2 de Maio: Paffet (Mclaren), Massa, Raikkonen, Senna, Di Resta, Vergne/Ricciardo, Petrov, Pic/Glock, Schumacher, Webber/Vettel, Kobayashi

3 de Maio: Turvey (Mclaren), Alonso, Grosjean, Maldonado, Hulkenberg, Perez, Ricciardo, Kovalainen, Glock, Rosberg, Vettel, Perez

24 de abr. de 2012

Resultados do Bolão - GP do Bahrein

Grande Prêmio do Bahrein superado! 


É, não foi fácil, mas entre trancos e barrancos, podemos dizer que assim como a Ferrari, "salvamos pontos valiosos antes de receber as primeiras atualizações". ;-)


Também superamos a barreira dos 100 pontos. Bom, na verdade nós não! Quem conseguiu a proeza foi o Guilherme(RJ) que lidera o Bolão, de momento. Confira!


A Fórmula 1 para por 3 semanas antes de aterrizar em Barcelona para o Gp da Espanha.

23 de abr. de 2012

Ecclestone confirma retorno do GP da França

Bernie Ecclestone confirmou, durante o Grande Prêmio do Bahrein, que chegou a um acordo com as autoridades francesas e que a falta de apenas alguns detalhes, o GP da França está de volta ao calendário da Fórmula 1.

"(...)ainda estamos discutindo alguns temas de dinheiro com relação à corrida: você me dá isso, eu quero o outro..."


"Por mim assinamos agora mesmo, enquanto os franceses estiverem preparados, inclusive antes do resultado das eleições presidenciais se eles quiserem".


Sendo assim, o GP da França volta ao calendário do Mundial da F1 a partir de 2013, revesando a realização do GP com a Bélgica, em Spa-Francorchamps.

Paul Ricard foi, finalmente, o circuito que ganhou a "batalha" contra Magny Cours e que receberá a F1 no ano que vem.

Portanto, a partir do próximo ano teremos alternância de Grandes Prêmios entre Barcelona e Valência e entre França e Bélgica.

22 de abr. de 2012

GP do Bahrein

Quarta prova da temporada, quarto vencedor no ano. Sebastian Vettel deixou pra trás o regular início pessoal e da Red Bull no campeonato e venceu a primeira do ano, com direito a pole position e volta rápida da corrida. De quebra, leva "pra casa" a liderança do Mundial de pilotos e de Construtores.

Foi um vitória de ponta a ponta -respeitando os pit stop's, claro- de Sebastian Vettel onde apenas foi ameaçado por Kimi Raikkonen. O finlandês marcou um ritmo incrível durante a corrida e antes do último pit stop ameaçou a liderança de Vettel, mesmo tendo largado desde a 11ª posição.


Mas o momento passou, Vettel recuperou o ritmo e Raikkonen finalmente voltou ao pódio, algo que não acontecia desde 2009, quando abandonou a F1.

Na terceira posição, o outro carro da Lotus, com Romain Grosjean. Foi outra grande corrida do francês que escolheu uma estratégia distinta a de Raikkonen, o que explicaria um pouco o rendimento dos dois pilotos. Ultrapassou quando tinha que ultrapassar e fez uma corrida tranquila sem ver seu lugar no pódio ameaçado.

Na 4ª posição encontramos, mais uma vez, a Mark Webber. Foi o quarto 4º lugar de Webber no ano em uma corrida bem discreta.

Totalmente o contrário da corrida de Nico Rosberg, que hoje foi um dos destaques, não precisamente positivo, no Bahrein. Rosberg teve dois episódios de extrema "agressividade" em pista, para defender a posição, que foi analisado pelos comissários depois da prova e que não deu em nada, nem mesmo em uma reprimenda.

O fato é que Rosberg "jogou", em uma ocasião, a Lewis Hamilton pra fora da pista e logo a Fernando Alonso, obrigando os dois pilotos a saírem da pista. Hoje o alemão saiu no lucro com os 10 pontos no bolso, fruto de sua 5ª posição.

Sexto lugar para Paul di Resta, um dos destaques da corrida. O escocês optou pela estratégia de apenas dois pit stop's, brigou por posições durante toda a corrida e sofreu com a degradação dos pneus no fim da corrida. Uma volta mais e teria perdido sua posição também com Fernando Alonso.

O espanhol terminou no sétimo lugar finalizando a 10 pontos do líder do Mundial essa etapa que a Ferrari considera que já faz parte do passado. Os pneus de composto médio preservados na classificação de ontem não funcionaram como esperado e a 7º lugar foi uma posição aceitável para o F2012.

Um F2012 que se beneficiou dos erros de pit stop da Mclaren com Lewis Hamilton. Oitava posição para o inglês que não merecia tao pouco, mas que anima o Mundial de pilotos.

E os pontos chegaram pra ele. Felipe Massa marcou seus primeiros pontos na temporada ao chegar na 9ª posição, a pouco mais de 2seg. de Lewis Hamilton. Massa fez boa largada, recuperando várias posições e andou sempre perto do Alonso.


Fechando o top 10, Michael Schumacher, que largou desde a 22ª posição e ainda conseguiu arranhar um pontinho. Tá faltando sorte pro alemão!

Assim terminou a prova no Bahrein:

1 – Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull –57 voltas
2 – Kimi Raikkonen (FIN) - Lotus – a 3s3
3 – Romain Grosjean (FRA) - Lotus – a 10s1
4 – Mark Webber (AUS) - Red Bull – a 38s7
5 – Nico Rosberg (ALE) - Mercedes – a 55s4
6 – Paul di Resta (GBR) - Force India – a 57s5
7 – Fernando Alonso (ESP) - Ferrari – a 57s8
8 – Lewis Hamilton (GBR) - McLaren –a 58s9
9 – Felipe Massa (BRA) - Ferrari – a 1min4s9
10 – Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – a 1min11s4
11 – Sergio Pérez (MEX) – Sauber – a 1min12s7
12 – Nico Hulkenberg (ALE) - Force India – a 1min16s5
13 – Kamui Kobayashi (JAP) - Sauber – a 1min30s3
14 – Jean-Éric Vergne (FRA) - Toro Rosso – a 1min33s7
15 – Daniel Ricciardo (AUS) - Toro Rosso – a 1 volta
16 – Vitaly Petrov (RUS) - Caterham – a 1 volta
17 – Heikki Kovalainen (FIN) - Caterham – a 1 volta
18 – Timo Glock (ALE) - Marussia – a 2 volta
19 – Pedro de la Rosa (ESP) – HRT – a 2 volta
20 – Narain Karthikeyan (IND) – HRT – a 2 volta
21 – Jenson Button (GBR) - McLaren – Abandonou
22 – Bruno Senna (BRA) - Williams – Abandonou
23 – Pastor Maldonado* (VEN) - Williams – Abandonou
24 – Charles Pic (FRA) - Marussia – Abandonou


Dentro de semanas a F1 chega ao continente europeu para o GP da Espanha, em Barcelona. Ali esperamos ver as melhoras que cada equipe teve 2 meses para conseguir. Lembrando que antes, as equipes estarão em Mugello para mais uma bateria de testes.

21 de abr. de 2012

O misterioso novo patrocinador da Sauber

A Sauber apresentou no Grande Prêmio da China uma mensagem, que nem todo mundo reparou e, que representa a chegada de um futuro patrocinador.



"Out of the Blue" era claramente visto na carenagem do carro pilotado por "Checo" Pérez e Kamui Kobayashi durante o GP, em Xangai.

Desde então, os rumores começaram a surgir sobre o misterioso novo patrocinador da Sauber. IBM, AT&T, Intel, e um nome que ganhava mais força entre os citados: o time de Roman Abrahamovich, Chelsea FC.

A Sauber já comunicou que o anúncio da nova parceria será feito apenas no GP da Espanha, próximo destino da Fórmula 1, mas ainda assim intrigava a mais de um, apesar de ninguém duvidar do poder econômico do russo, a união entre as duas marcas.

O motivo pela busca imediata de um forte patrocinador estaria justificada com a saída de Sérgio Pérez e, consequentemente, com a saída da Telmex, ou pelo menos da diminuição da participação por parte do patrocinador.

Porém, os rumores agora apontam para outros "ares": Se trata da companhia aérea Jet Blue.



O interesse da Jet Blue, companhia aérea americana, seria pela intenção de aproveitar a atenção mediática que o Estados Unidos receberá da F1 a partir do ano que vem, bem como aproveitar o bom momento de Sérgio Pérez, e fazer-se notar para os compatriotas mexicanos do piloto.

No GP do Bahrein pode-se ler outra frase no chassi do C31:

"True Blue"

Comenta-se que com a chegada do novo patrocinador o C31 sofreria uma leve mudança em suas cores para destacar o patrocinador.

Em poucas semanas saberemos se a notícia se confirma.

Classificação - GP do Bahrein

Sebastian Vettel voltou a conseguir uma pole position, algo que desde o GP do Brasil do ano passado não acontecia.

O alemão conseguiu a primeira pole do ano nos instantes finais da classificação, em um final super apertado, onde apenas Hamilton poderia "roubar" o melhor tempo, algo que não sucedeu, confirmando a pole para Vettel.


Hamilton, isso sim, quebrou a dobradinha que até então a Red Bull formava na 1ª fila e largará na 2ª posição, ao lado de Vettel.

Webber, na terceira posição, terá como companheiro de fila ao outro Mclaren, o de Jenson Button.

Na 5ª posição, Nico Rosberg, que depois do esplêndido fim de semana na China, deixou a mais de um esperando um melhor resultado. Rosberg apostou tudo em apenas uma volta rápida na Q3, para economizar pneus, e acabou não fazendo uma volta tao boa, pois errou. O resultado é este 5º lugar no grid, mas com um jogo a mais de pneus novos que seus concorrentes diretos.

Ao lado de Nico Rosberg outra das surpresas da classificação, Daniel Ricciardo. O australiano diz ter se sentido bastante comodo, até o momento, com o carro e as novas atualizações trazidas pela equipe para o STR7.

Sétima posição ficou com Romain Grosjean, que consegue mais uma vez entrar para o Top10. O francês alega ter cometido um pequeno erro em sua volta rápida que provavelmente o deixou mais atrás no grid do que o esperado.


Completando a quarta fila do grid, Sérgio Pérez, com a Sauber e mais uma ótima classificação. O mexicano largará justo a frente de Fernando Alonso, que tem sido "seu companheiro de viagem" nas últimas corridas.

O espanhol, que larga na 9ª posição não marcou tempo na Q3 para economizar um jogo de pneus novos. Largará na frente de Paul di Resta, já que o da Force India tao pouco marcou tempo, por ter feito o melhor tempo dos dois na Q2.

É a primeira vez que a equipe consegue colocar um de seus carros entre os 10 melhores do sábado.


O grid de largada do Gp do Bahrein ficou assim:

1 – Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull – 1min32s422
2 – Lewis Hamilton (GBR) - McLaren –1min32s520
3 – Mark Webber (AUS) - Red Bull – 1min32s637
4 – Jenson Button (GBR) - McLaren – 1min32s711
5 – Nico Rosberg (ALE) - Mercedes – 1min32s821
6 – Daniel Ricciardo (AUS) - Toro Rosso – 1min32s912
7 – Romain Grosjean (FRA) - Lotus – 1min33s008
8 – Sergio Pérez (MEX) – Sauber – 1min33s394
9 – Fernando Alonso (ESP) - Ferrari – Sem Tempo no Q3
10 – Paul di Resta (GBR) - Force India – Sem Tempo no Q3
11 – Kimi Raikkonen (FIN) - Lotus – 1min33s789
12 – Kamui Kobayashi (JAP) - Sauber – 1min33s806
13 – Nico Hulkenberg (ALE) - Force India – 1min33s807
14 – Felipe Massa (BRA) - Ferrari – 1min33s912
15 – Bruno Senna (BRA) - Williams – 1min34s017
16 – Heikki Kovalainen (FIN) - Caterham – 1min36s132
17 – Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – 1min34s865
18 – Jean-Éric Vergne (FRA) - Toro Rosso – 1min35s014
19 – Vitaly Petrov (RUS) - Caterham – 1min35s823
20 – Charles Pic (FRA) - Marussia – 1min37s683
21 – Pedro de la Rosa (ESP) – HRT – 1min37s883
22 – Pastor Maldonado* (VEN) - Williams – 1min34s639
23 – Timo Glock (ALE) - Marussia – 1min37s905
24 – Narain Karthikeyan (IND) – HRT – 1min38s314




Maldonado, penalizado


O venezuelano será punido no grid de largada de amanha com a perda de 5 posiçoes por trocar a caixa de câmbios do FW34. A equipe encontrou uma falha na unidade depois do GP da China.



Tv's decidem não ir a Bahrein

A situação da Fórmula 1 no Bahrein parece tranquila dada a maioria das opiniões de pilotos e jornalistas que acudem ao Grande Prêmio bahrenita neste final de semana.


A verdade é que a situação no Bahrein não está nada tranquila e muito menos controlada, mas o exército está tratando de "esconder" da categoria a verdade sobre os fatos, vigiando 24hs os acessos ao circuito, etc.

É por essa razão que algumas tv's que retransmitem o Mundial de Fórmula1 para seus países decidiram não acudir ao país.

MTV3, da Finlândia, FujiTV, do Japão e, Sky Deutschland foram as primeiras em confirmar que não enviariam suas equipes para Sakhir. Agora é a TV francesa TF1 quem confirma que tao pouco terá enviados.



Force India decide não participar do 2º treino livre

A equipe Foce India decidiu não participar do 2ª treino livre para voltar cedo ao hotel e nao pegar o momento crítico das manifestaçoes. No dia anterior, membros da equipe sofreram alguns episódios de risco na cidade e foram liberados pela equipe para voltarem pra casa.

Oficialmente, a equipe alegou ter sido por um tema de logística.

19 de abr. de 2012

Apostas do Bolão - GP do Bahrein

O GP do Bahrein finalmente se realiza e, apesar de alguns poucos incidentes, aparentemente o clima é de traquilidade na cidade bahrenita.

Com isso, voltamos com o post das apostas para o Bolão. Para participar é fácil: clique aqui!

O piloto coringa do GP do Bahrein é:

Nico Rosberg

Boa sorte!

18 de abr. de 2012

Sakhir: Apenas uma zona para o DRS

Assim como o GP da China, que contou com apenas uma zona de detecção e uma zona de ativação do aerofólio móvel, o traçado de Sakhir também terá apenas uma zona para o DRS.


O ponto de detecção estará na última reta, antes da curva 14, na freada da última curva.  270 metros depois da curva 14, estará o ponto de ativação do DRS, disponível para ser utilizado durante toda a reta de meta do traçado.

Vídeo: "One nation in celebration" (?)

Enquanto o resto do mundo questiona a realização do GP do Bahrein, que acontece este fim de semana no circuito de Sakhir, os bahrenitas tentam esquecer os distúrbios e os problemas político-sociais que seguem acontecendo no país e publicitam seu Grande Prêmio de Fórmula 1.


Abaixo você encontra algumas destas propagandas em prol do Grande Prêmio:











Opinem!

17 de abr. de 2012

Resultados do Bolão - GP da China

A vitória de Nico Rosberg no GP da China e as trocas de posições até o final da prova deixaram os apostadores a ver navios nessa 3ª etapa do Bolão.



Apenas 2 apostadores fizeram mais de 20 pontos e graças a Button e Hamilton no pódio foram distribuídos a maioria dos pontos.



Com os pontos conseguidos (ou não!) a tabela do Bolão ficou assim:



O Bolão volta já nessa 5ª feira com as apostas para o GP do Bahrein!

15 de abr. de 2012

GP da China

O agitado Grande Prêmio da China desta temporada finalizou com Nico Rosberg no lugar mais alto do pódio. O alemão venceu a primeira corrida desde sua estréia na F1 e fez história com a equipe Mercedes, depois de mais de 55 anos da equipe sem vencer na F1, e desta vez, com um alemão.


Schumacher também vinha em boa corrida, mantendo a segunda posição, mas um erro no pit stop - foi liberado antes do tempo - deixou o heptacampeao fora da corrida depois da terceira curva.

A corrida teve uma igualdade incrível entre os pilotos do meio do pelotão para frente, onde em certos momentos houve um "trenzinho" de carros que ia do 2º colocado ao 11º. Mas a corrida esquentou no final da prova, quando a degradação dos pneus começou a afetar as estratégias. Impossível comentar todas!

Completando o pódio ao lado de Rosberg, as duas Mclarens. Já haviam demonstrado que seriam os mais fortes deste final de semana e, apenas um erro no pit stop de Jenson Button deixou um mal sabor de boca para os ingleses já que Button brigava diretamente com Rosberg pela vitória.


Quarta posição ficou com Mark Webber, um dos "valentes" que brigou até o final, inclusive com seu companheiro de equipe(!), por subir posições. Sebastian Vettel foi o 5º colocado com uma impressionante corrida de recuperação. Apostou certo pela estratégia e sofreu apenas no fima da prova com a degradação excessiva dos pneus, já que foi um dos que apostou por fazer apenas 2 pit stops.

Romain Grosjean conseguiu terminar sua primeira corrida da temporada e em grande estilo. Terminou no 6º lugar, depois de ter largado desde a 10ª posição. Também optou por duas paradas e se defendeu como pode dos ataques rivais. Foi o verdadeiro "come-quieto" do GP. ;-)

Bruno Senna mais uma vez em excelente corrida, depois do 6ª lugar na Malásia, termina o GP da China na 7ª posição. Junto com Pastor Maldonado, o oitavo, mostram que este ano a Williams tem carro para estar brigando sempre por pontos. Vide que os de Groove brigaram mais uma vez de "teti-a-teti" com a Ferrari de Alonso, e em alguns momentos com a de Felipe Massa.

Maldonado, inclusive, foi um dos "responsáveis" pelo nono lugar de Fernando Alonso. Em uma disputa pela 7ª posição, Alonso tentou ganhar a posição por fora, na curva, e ao tocar a parte suja do traçado, saiu da pista e chegou a perder a 10ª posição com Sérgio Pérez.

A verdade é que o 9º lugar da equipe italiana apenas reflete a realidade da Ferrari.

Fechando o top 10 do domingo, Kamui Kobayashi, que desta vez superou seu companheiro de equipe, Sérgio Pérez(11º), que optou por uma estratégia diferente, de apenas 2 paradas.

Assim terminou o GP da China:

1 – Nico Rosberg (ALE) - Mercedes – 56 voltas
2 – Jenson Button (GBR) - McLaren – a 20s6
3 – Lewis Hamilton (GBR) - McLaren – a 26s
4 – Mark Webber (AUS) - Red Bull – a 27s9
5 – Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull – a 30s4
6 – Romain Grosjean (FRA) - Lotus – a 31s4
7 – Bruno Senna (BRA) - Williams – a 34s5
8 – Pastor Maldonado (VEN) - Williams – a 35s6
9 – Fernando Alonso (ESP) - Ferrari – a 37s2
10 – Kamui Kobayashi (JAP) - Sauber – a 38s7
11 – Sergio Pérez (MEX) – Sauber – a 41s
12 – Paul di Resta (GBR) - Force India – a 42s2
13 – Felipe Massa (BRA) - Ferrari – a 42s7
14 – Kimi Raikkonen (FIN) - Lotus – a 50s5
15 – Nico Hulkenberg (ALE) - Force India – a 51s2
16 – Jean-Éric Vergne (FRA) - Toro Rosso – a 51s7
17 – Daniel Ricciardo (AUS) - Toro Rosso – a 1min3s1
18 – Vitaly Petrov (RUS) - Caterham – a 1 volta 
19 – Timo Glock (ALE) - Marussia – a 1 volta 
20 – Charles Pic (FRA) - Marussia – a 1 volta
21 – Pedro de la Rosa (ESP) – HRT – a 1 volta 
22 – Narain Karthikeyan (IND) – HRT – a 2 voltas 
23 – Heikki Kovalainen (FIN) - Caterham – a 3 voltas
24 – Michael Schumacher (ALE) - Mercedes – Abandonou

No Mundial de pilotos, Hamilton assume a primeira posição(45pts), apesar de ainda não ter vencido, mas graças a sua regularidade. Button(43) e Alonso(37) vem logo a seguir.

14 de abr. de 2012

Classificação - GP da China

Nico Rosberg marcou o melhor do sábado de Grande Prêmio da China e largará pela primeira vez na carreira, desde a pole-position.


O alemão marcou um estratosférico tempo, 0,5 décimos mais rápido que o segundo melhor tempo, que foi de Lewis Hamilton com apenas uma tentativa, já que decidiu guardar um jogo de pneus novos para a corrida.

Apesar do tempo marcado, Hamilton cumprirá a penalização recebida por trocar a caixa de câmbios e largará desde a 7ª posição, alterando portanto as posições dos pilotos imediatamente a sua frente.

Portanto, Michael Schumacher herda a 2ª posição do inglês e teremos no grid de amanhã a primeira dobradinha da Mercedes dos últimos 3 anos.

Kamui Kobayashi comprova o excelente momento da equipe Sauber. Largará desde a 3ª posição, ao lado de Kimi Raikkonen, 4º colocado, que talvez tenha razão quando diz que a equipe Lotus precisa apenas de um pouco de sorte. O campeão de 2007, mesmo com o bom resultado, não esteve satisfeito com o ritmo do carro. A Lotus levou melhoras para este GP que, segundo Raikkonen, não funcionaram.

Quinta posição no grid será de Jenson Button, que se mostrou algo decepcionado com o resultado. Precisamente Button, Webber e Alonso, sofreram com a caída da temperatura no final da Q3, o que prejudicou em suas voltas rápidas. Alonso chegou a apontar também uma mudança de direção do vento. Button largará ao lado de Mark Webber, o sexto colocado.

A 8ª posição no grid ficou com Sérgio Pérez que sofreu um pouco com a subviragem no carro e não pode ir além da 4ª fila, ao lado de Hamilton.

Na 5ª fila, nona posição, largará Fernando Alonso. O circuito de Xangai é um dos circuitos que mais "penaliza" a falta de tração e velocidade do F2012 e a nona posição maquia um pobre ritmo em classificação.

Romain Grosjean fecha o Top 10 sem marcar tempo já que preferiu guardar pneus para a corrida, depois de utilizar todos os pneus novos na Q2.

Vettel fora do Top10




Sebastian Vettel pela primeira vez, desde 2009, não passou para a Q3. O alemão e sua equipe calcularam mal o tempo conseguido, e o necessário, para uma nova tentativa. Se viu superado por Fernando Alonso por 49 milésimos na briga pela Q3.

Além disso, a decisão de seguir com os velhos escapes no RB8 parecem ter sido de fraca ajuda para o alemão. Webber, com novos escapes, foi 0,3 décimos mais rápido que o companheiro de equipe na mesma Q2.


Assim ficou o grid de largada para o Grande Prêmio da China:

1 – Nico Rosberg (ALE) - Mercedes – 1min35s121
2 – Michael Schumacher (ALE) - Mercedes – 1min35s691
3 – Kamui Kobayashi (JAP) - Sauber – 1min35s784
4 – Kimi Raikkonen (FIN) - Lotus – 1min35s898
5 – Jenson Button (GBR) - McLaren – 1min36s191 
6 – Mark Webber (AUS) - Red Bull – 1min36s290
7 – Lewis Hamilton* (GBR) - McLaren – 1min35s626
8 – Sergio Pérez (MEX) - Sauber– 1min36s524
9 – Fernando Alonso (ESP) - Ferrari – 1min36s622
10 – Romain Grosjean (FRA) - Lotus – Sem tempo no Q3
11 – Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull – 1min36s031
12 – Felipe Massa (BRA) - Ferrari – 1min36s255
13 – Pastor Maldonado (VEN) - Williams – 1min36s283
14 – Bruno Senna (BRA) - Williams – 1min36s289
15 – Paul di Resta (GBR) - Force India – 1min36s317
16 – Nico Hulkenberg (ALE) - Force India – 1min36s745
17 – Daniel Ricciardo (AUS) - Toro Rosso – 1min36s965
18 – Jean-Éric Vergne (FRA) - Toro Rosso – 1min37s714
19 – Heikki Kovalainen (FIN) - Caterham – 1min38s463
20 – Vitaly Petrov (RUS) - Caterham – 1min38s677
21 – Timo Glock (ALE) - Marussia – 1min39s282
22 – Charles Pic (FRA) - Marussia - 1min39s717 
23 – Pedro de la Rosa (ESP) – HRT – 1min40s411
24 – Narain Karthikeyan (IND) – HRT - 1min41s000

13 de abr. de 2012

FIA confirma o GP do Bahrein

A FIA confirmou nessa 5ª feira que o GP do Bahrein será disputado tal como estava programado.

A Federação confia nas medidas de segurança que o Governo bahrenita oferece ao evento e, através de um comunicado, confirmou que a quarta corrida do ano acontecerá.


Esse são alguns trechos do comunicado da FIA:

"(...) a FIA assegura que qualquer evento que forme parte de um Campeonato do Mundo da FIA está organizado de acordo com os estatutos da FIA e dos regulamentos esportivos e técnicos pertinentes e que a segurança dos espectadores, oficiais, pilotos e equipes está garantida em todo momento durante o evento"


" A FIA deve tomar decisões racionais em base a informação proporcionada pelas autoridades do Bahrein e pelo titular dos direitos comerciais. Além disso, nos esforçamos em valorar a situação atual no Bahrein"


" Em base a informação atual que a FIA dispõe neste momento, está convencida de que rodas as medidas de segurança que se devem tomar para realizar um evento do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 no Bahrein estão sendo executadas"


"Por tanto, a FIA confirma que o Grande Prêmio Gulf Air do Bahrein de Fórmula 1 será realizado tal e como estava previsto".

Lewis Hamilton perderá 5 posições no grid

Lewis Hamilton sofrerá uma penalização no grid de largada, na China, devido a uma troca da caixa de câmbios.


O inglês foi o mais rápido na primeira sessão de treinos livres mas mesmo marcando o melhor tempo no sábado, largará, como mínimo, na 6ª posição, pois perderá 5 posições.

A pesar do contratempo, o Campeão do Mundo de 2008 se diz otimista por recuperar posições e não descarta vencer.

12 de abr. de 2012

Apostas do Bolão - GP da China

Duas semanas de descanso da Fórmula 1 foram mais que suficientes e a categoria volta com tudo este final de semana para o Grande Prêmio da China.

Os pilotos já estão em Shangai e a disputa da terceira corrida do ano acontece entre um eletrizante GP da Malásia e uma expectativa tremenda a espera da decisão da realização ou não do GP no Bahrein.

Mas vamos ao que interessa que é o nosso Bolão e o piloto coringa, que pode tirar muita gente "do buraco".

O piloto coringa do GP da China é:

Sérgio Pérez

Boa Sorte!

11 de abr. de 2012

DRS em Shangai será na reta oposta

A FIA já definiu qual será o ponto para a ativação do DRS no Grande Prêmio da China, que acontece neste final de semana.


Na verdade, a FIA manterá apenas um ponto de detecção e ativação, assim como no ano passado.



O ponto de detecção se encontra na saída da curva 12 e a ativação do dispositivo móvel poderá ser feita a partir da segunda metade da reta oposta, podendo ser utilizado até 752 metros antes da curva 14.

9 de abr. de 2012

Equipes se preparam em caso de cancelamento do GP do Bahrein

A FIA segue afirmando que tem a situação no Bahrein controlada, mas não é o que se vê. As protestas contra a luxúria que a Fórmula 1 representa em seu país, por parte dos bahrenitas, segue preocupando as equipes da categoria.


Os responsáveis pela realização do Grande Prêmio afirmam estar preparados para receber a F1 e que a "guerra política" não tem nada a ver com eles:

"A corrida não é controlada pelas autoridades, a corrida se realiza porque Bahrein tem sido o lugar do esporte a motor no Oriente Médio. Não sei porque nos estão metendo em temas políticos. Esse é um evento social, um evento esportivo e queremos que siga sendo assim" - disse Zayed R. Alzayani, presidente do circuito.






Segundo informações do jornal inglês The Guardian, as equipes preparam um "plano B" caso o GP do Bahrein não venha acontecer. Compraram duas passagens de volta: uma para casa e outra para o Bahrein.

Os bahrenitas deixam claras suas idéias a respeito da realização do GP, a pouco mais de uma semana para que se realize o Grande Prêmio.



(vía F1aldía.com)

6 de abr. de 2012

Group Lotus abandona a equipe Lotus

O Group Lotus finaliza sua participação com a equipe Lotus F1 Team, de Kimi Raikkonen e Romain Grosjean. e deixa de ser o patrocinador oficial da equipe.

Depois de tanta briga nos tribunais pelo nome "Lotus" resulta que agora a equipe fica sem o patrocinador que dava nome à equipe.



A relação entre a Genii Capital e o Group Lotus começou em 2010 e, além de levar o lendário nome Lotus na equipe, os carros também passaram a levar as cores que fizeram da marca tao conhecida e querida.

Se espera que já para o GP da China os carros já não levem os adesivos que fazem alusão ao Group Lotus.

Apesar do fim da relação entre as partes o nome poderá ser utilizado pela equipe até 2017.

Contando com o alto patrocínio da Unilever e da Microsoft, a Lotus não passa por nenhum apuro financeiro mas já busca um patrocinador máster para lhes acompanhar no que resta de temporada e o que falta por vir, em busca da evolução não só nessa temporada como para os próximos anos.

4 de abr. de 2012

Ferrari prepara uma traseira como a do C31

Uma grande evolução do F2012 já está sendo preparada pela equipe Ferrari para ser apresentada no GP da Espanha, quarta etapa do Mundial 2012 da Fórmula 1.

A equipe italiana está preparando uma nova parte traseira copiando a estratégia da equipe Sauber, o que levou a Autosprint, que divulgou a notícia, a apelidar o "novo" F2012 de "Ferrauber".

(Reprodução: Autosprint)

El C31 se mostrou muito competitivo nos dois primeiros Grandes Prêmios do ano e foi, simplesmente, o carro mais rápido em pista durante a parte final do GP da Malásia. O próprio Adrian Newey foi um dos que copiou a traseira do C31, incorporada no RB8-B, ainda durante a pré-temporada.

O fato de que a equipe suíça utilize o motor Ferrari, ajuda muito na hora de recompor os elementos do carro para receber a nova traseira. Uma traseira que terá novos spoilers, com novos radiadores, e novos escapes.

A nova versão do F2012 será testada nos testes de Mugello que serão realizados nos entre os dias 1º e 3 de Maio, antes do GP da Espanha.





GP da França: nada confirmado

Apesar dos rumores que davam como certa a volta do GP da França ao calendário da Fórmula 1, nada ainda está confirmado.


O anúncio eminente sobre a volta do GP francês à Fórmula 1, em um revezamento com o GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, a partir de 2013, ainda não se pode dar como certo por um desentendimento de valores.

A realização ou não do GP da França depende de 2 milhões de euros, que é agora mesmo a cifra que separa o "sim" do "não" para Paul Ricard.

Segundo Francois Fillon, Primeiro Ministro francês, a FOM aprovou o plano de intercâmbio de Grandes Prêmios para 2013 com SPA, "sem indicar qual seria o outro país".

Se se confirma a volta de Paul Ricard à categoria seria o fim de mais de duas décadas do traçado longe da Fórmula 1. Sua última participação foi em 1990.

Magny Cours, indignado


Como último circuito a sediar o GP da França, Magny Cours acusa a Fillon de insistir em Paul Ricard por questões políticas.

Segundo um dos responsáveis pelo circuito francês, Magny Cours, ao contrário de Paul Ricard, está preparado para receber a F1.

"Ao contrário do que se espera de um chefe de governo, o primeiro ministro se esforça em implementar uma solução baseada em considerações partidistas e questões pessoais, longe do interesse geral" - comentou. 

2 de abr. de 2012

As notícias da F1 no dia 1º de Abril

O dia oficial da mentira passou e nos deixou pérolas pela internet dignas dos melhores mentirosos.

O primeiro foi Nico Hulkenberg que, através de seu twitter, postou um link seguido dos dizeres: "Um pouco decepcionado, mas a vida continua". O link nos levava a uma notícia em sua web oficial que dizia que por uma assinatura mal feita, seu visto para entrar na CHina teria sido negado e que por essa razão o piloto alemão da Force India não poderia fazer parte do GP chinês.

Horas depois, o piloto voltou ao twitter para desfazer a "pegadinha".



Outra "notícia" que não demorou muito para recorrer o mundo foi sobre a contratação iminente de Narain Karthikeyan para o lugar de Felipe Massa, na Ferrari.


Mas a que mais "reboliço" causou foi a notícia da Lotus afirmando ter encontrado o problema do Kimi Raikkonen com a direção hidráulica do E20.

A equipe não tinha percebido um pequeno detalhe: que Kimi é canhoto e, com mudar os botoes do volante para o outro lado, todos os problemas estavam resolvidos.

O fato é que Raikkonen segue sendo destro e muitas publicações caíram na piada do Lotus Team...e até hoje, apesar de já ter sido desmentido.

A notícia no dia 1ª de Abril


Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More