28 de fev de 2008

Angela Gallego - Uma agulha no palheiro

É a única engenheira espanhola com opçoes de chegar na Fórmula1.


Não é fácil ser mulher no mundo do motor.Hormônios a flor da pele,muitas horas fora de casa,vida de feirante e poucas companheiras para conversar.O respeito se ganha com trabalho duro,como Ângela Gallego,saudosa dos muitos carnavais perdidos por causa das corridas.

Ela é única nas competições motoras na Espanha.Com 29 anos,aprende o ofício na equipe de Alejandro Agag e Adrián Campos,na GP2.

Seu objetivo é chegar a elite,porém pouco a pouco."Agora estou totalmente concentrada na Fórmula 3 e nas colaborações que faço na GP2.Não tenho pressa.Para estar na F1 sem fazer nada prefiro seguir ganhando experiência",diz a engenheira de telecomunicações,licenciada na Universidad Européia de Madrid.

Enviou currículo para várias equipes e finalmente ,lhe chamou Adrián Campos para que se incorporasse a sua escuderia.Sua missão era desenvolver um simulador.Depois ,Ângela
saltou a pista para ampliar sua influência.Em 2006, ajudou a ganhar a Copa da Espanha e em 2007 conseguiu que seu piloto,Germán Sanchez,na Fórmula3 espanhola,fosse o melhor "rokkie" do ano.Ascendida a engenheira de pista,se transformou em uma verdadeira "chefa" dentro da equipe.

"Faço muitas coisas,desde controlar telemetrias até vigiar se um triângulo se dobrou".Mulher pra tudo.Com o capacete posto,tranquiliza ao piloto,vigia para que a configuração do veículo este pronta...Se a obedecem?"É bem raro ver uma mulher mandando nos boxes,mas me tratam muito bem, me obedecem e me respeitam,mas ainda tem gente que se surpreende de ver uma mulher neste negócio".

Na Fórmula 1 a presença feminina aparece com conta gotas,mas aparece...


Fonte e foto: www.elmundo.es
Parte do texto foi traduzido do texto original de Jaime Rodríguez.

9 comentários:

Torço mto para que a F1 tenha uma maior participação feminina, tanto na area de pilotagem como na engenharia.

Muito legal isso né?!!
tomara que ela consiga chegar a F1!!!

Tati

Ay querida amiga, cuanta falta me hacia ver tu blog :(

Nuvolari.

Ao menos, se ela não for um piloto lá muito bom, ela é bonita e deixaria a f1 mais charmosa. Acho o Alonso muito feio. Ela seria um colirio. As vezes acho que sou muito maldoso.

Acho que a mídia nem precisaria de ficar comentando que existe mulher aqui ou acolá...hoje as mulheres trabalham em todas as áreas e já tomaram muito espaço dos homens...com justiça!

Seria normal se ela aparecesse na F-1!

Oi Pri. Concordo que raramente vemos mulheres no esporte motor, mas também penso que é desnecessário comentários da mídia sobre isso. Realmente as mulheres estão sempre trabalhando. E isso já faz parte da vida moderna a bastante tempo.
Beijo Pri.
SAVIOMACHADO

Acho legal mostrar isso, porque apesar de já ser uma realidade as mulheres em funçoes de alto nível na F1,as oportunidades sao poucas.Imagina ela no lugar do Pat Simons?Ou Jean Todt?Ou seja,nao estamos falando de "pouca coisa".

Espero que assim como o 1º piloto negro, a F-1 possa ter a 1ª pilota mulher um dia...... quem sabe a Danika Patrick !!!!!!!

É Priscilla, as mulheres vão dominar o mundo! Escreva o que estou te falando, hahaha!

Concordo com a afirmação do Schumacher, não há nada que um homem faça que uma mulher também não seja capaz de fazer! Prova disso é que já tivemos cinco garotas na F-1!

Bom, como sempre, fica o convite pra dar uma passadinha pelo Motor Haus! Aliás, muito obrigado pelos parabéns ao blog, é um prazer tê-la como nossa leitora, hehe!

Um beijo!

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More