17 de ago de 2009

FIA libera Renault para Valência

A FIA resolveu punir apenas econômicamente à equipe Renault depois do "episódio II das porcas", na Hungria.

Ao final, o que em um primeiro momento foi um castigo severo à falta de "atenção", - por chamar de algo - da equipe, ficou apenas em 50.000€ de multa para a equipe.


Portanto, Fernando Alonso correrá em Valência, para o deleite de seus torcedores.

O único anúncio que nos falta, até o fim de semana, é o nome do novo companheiro de equipe do bi-campeão espanhol.

Roman Grosjean será anunciado ainda esta essa semana, porém, curiosamente, nem mesmo a demissão de Nelson Piquet foi anunciada, oficialmente, pela equipe.

12 comentários:

Priscila,

A Renault fora dessa prova,na casa do Alonso,nunca acreditei nisso.

Paga-se algumas cestas basicas e a vida segue

Priscila,

A Renault fora dessa prova,na casa do Alonso,nunca acreditei nisso.

Paga-se algumas cestas basicas e a vida segue

Eu só gostaria de entender qual o argumento que levou a FIA a suspender a Renault e deixou a BrawnGP correr na Hungria sem sequer investigar o carro da equipe!!!

Por sinal, dizem por aí que a equipe BrawnGP ainda tem a maior parte das ações de posse da Honda, acreditem!!!

E hoje é aniversário do Piquet (pai - 57) e o Latueiro nem "tchum"!!!

Caminho logico e sensato.
Não esperava menos e não acho que foi pizza.
Ta tudo certo agora.

B`Hengler...

O caso da Renault foi de negligência e a própria equipe admitiu a falha... e não dava pra encobrir a bobagem. Mal saiu dos boxes já se viu que algo havia dado errado e o piloto não havia sido avisado.

Já na BrawnGP, o caso foi tratado como um incidente. Não deveriam punir a equipe, né...

Da mesma forma que aliviaram a Renault agora...

Quanto ao Latueiro... me parece que ele ficaria sem internet. Ele havia dito isso num post da semana passada, se não me me engano.

Seria um erro proibir Alonso de correr em casa. Foi uma atitude certa tanto no campo esportivo quanto comercial.

@Guilherme

Neglicência isso não é, é erro humano. Pq isso não foi a primeira vez e nem será a última. Como sempre uma multa e uma repreensão seria a punição mais adequada. Mas quiseram dar uma resposta, para as duas últimas fatalidades.

Muita sorte raros os acidentes em que o carro se despedaça todo, houve feridos na plateia por conta dos pedaços. Em Monza teve um fiscal que morreu por conta de uma roda que se desprendeu depois de uma batida violenta. Aí vai culpar o piloto por isso?

FIA devia causar menos estardalhaço e trabalhar ainda mais na segurança dos esportes motores.

Lee,

Nesse caso da Renault, a punição da FIA era pela negligência da equipe em não comunicar ao Alonso que houve a falha humana na troca dos pneus.

A própria equipe admitiu que não o comunicou na hora, mesmo sabendo que houve o erro no pit-stop.

Justifica até porque a FIA não puniu a Brawn... nesse caso só houve a falha humana (se é que houve mesmo) da mola que se soltou do carro do Rubinho.

Abraços!

@Guilherme

A negligência foi do mecânico, não da equipe. O que é muito diferente. Mas claro que a punição tem q ser para o time, como sempre foi.

@Guilherme & Lee...

Desculpem, mas não consigo entender porque é que a equipe precisa avisar ao piloto que a roda está solta!!! Será que o Alonso não conseguiu perceber que a roda estava solta??? Faça-me o favor...

Além do mais, eu duvido que algum piloto encostasse o carro por um problema desses, no mínimo ele faria o lógico, andaria mais devagar e tentaria levar o carro até os boxes para consertar o erro!!! Não???

E aí eu pergunto novamente: e a BrawnGP, a equipe estava avisando ao Rubinho pelo rádio para abortar a volta rápida que algo havia se desprendido do carro... Então não vão puní-la??? Afinal, porque a BrawnGP pode recolher o carro para os boxes e a Renault não??? Só porque está na disputa pelo mundial de construtores???

E tenho lá minhas dúvidas se essa mola se desprendeu "por acaso"!!!

B'Hengler, amigo, tudo bem?

Bom, até onde sei, o Fernando achou que o problema podia ser um furo no pneu. Não sei se essa percepção é tão nítida assim pro piloto, por mais que ele seja experiente.

O fato é que pra nós, espectadores, algumas situações parecem extremamente claras e óbvias, mas acho que pra quem está no cokpit, as coisas não são bem assim.

O fato é que a FIA não tinha outra escolha, e tomou a decisão mais sensata "deixando" o espanhol correr em casa.

A propósito, meus sentimentos ao Alonso pela perda da avó. Fiquei sabendo que a sua ligação com ela era bastante forte. E que, apesar disso, ele consiga fazer uma grande corrida em casa.

Abraços pra todos,

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More