5 de jul de 2012

Maria de Villota segue em situação crítica porém estável

Após o grave acidente ocorrido na terça-feira, a piloto de testes da equipe Marussia, Maria de Villota foi transferida para um hospital de Cambridge e foi operada de suas feridas, tanto craneais como faciais durante 11 horas. A piloto se encontra neste momento em estado crítico porém estável, é o que contam as últimas informaçoes.

Apesar de não correr risco de morte, a má notícia que nos chegava vía comunicado era a de que Maria de Villota perdeu seu olho direito, dando portanto, fim ao seu sonho de competir com um F1.

Desde este humilde blog, todo a força do mundo para Maria de Villota que sempre foi uma lutadora, esforçada e conciente de seu potencial, e por isso chegou onde chegou. É uma pessoa muita querida na Espanha e que não precisa provar nada a ninguém. #fuerzamaria


Sobre o acidente

Segundo a revista Racecar Engineering, uma possível causa do acidente seria a reação de um sistema incluído nos carros de F1 para impedir que o motor se apague repentinamente:

"Os pilotos sem experiência podem ver-se surpreendidos por isso. Quando reduzem o carro para parar ou para fazer uma curva lenta, levantam o acelerador e as revoluçoes caem. A centralita eletrônica detecta e ativa o acelerador ao 50% com o carro em 1ª marcha, o que dá como resultado uma aceleraçao como a que se descreveu".

Abaixo um mapa do local onde se realizavam os testes (via @ElenaF1) o qual nos permite entender melhor o acidente.

É possível observar que ao lado do caminhão branco, com o qual Maria se chocou, está a marcaçao do "parking" do carro.

Clique para aumentar

Entenda o caso

A piloto Maria de Villota sofreu um acidente nesta terça-feira enquanto realizava testes aerodinâmicos com a equipe Marussia no Aeródromo de Duxford, na Inglaterra.

Logo após a primeira volta de aquecimento, por volta das 10 da manhã, enquanto retornava para os boxes improvisados, uma estranha reaçao do carro levou Maria de Villota a bater direto contra um dos caminhoes que se encontravam no local.

A gravidade se deu ao fato de que a plataforma traseira justamente desse caminhão estava á meia altura, na altura da cabeça do piloto no cockpit.

5 comentários:

Lamentavel como tem blog ae de jornalista famoso que não deu uma merreca de linha falando sobre o acidente da Maria de Villota.
Afinal, não é piloto famoso e é mulher, né?
Se fosse acidente com o Schumacher ou o Hamilton, eram linhas e linhas de noticias.

Nota zero pra esses caras.

Se esta porcaria de teste da porcaria da Marussia pudesse ter sido feito em um autódromo, isto não teria acontecido, mas a ridícula proibição né... já viu.

Tomara que ela se recupere bem. O melhor que puder.

Este comentário foi removido pelo autor.

melhoras para ela!

PS: Siga o velhinho mais gostoso na F1 agora no twitter!

@tio_bernie

Vai em Paz....Maria de Villota

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More