22 de out de 2008

Detalhes da reunião com a FIA

A FIA se reuniu nessa terça-feira com a FOTA, a associação de pilotos, representada por Luca di Montezemolo e John Howett, para discutir a redução de custos na categoria.


Segundo adiantou o site Autosport.com, quatro pontos foram de suma importância na reunião:

* A partir de 2009, os motores terão que durar três corridas e não apenas duas.

* Os fabricantes terão que fabricar 25 unidades de motores para as equipes-cliente, com um preço máximo de 10 milhões de euros.

* Após o Gp Brasil, haverá uma nova reunião para limitar a kilometragem dos testes para 2009 e para falar sobre a introdução do KERS para 2010/2011, apesar de defenderem a idéia de que já poderá ser usado ano que vem.

* Nessa mesma reunião, serão discutidas medidas para reduzir custos com relação à produção do chassis e o uso por parte das equipes-cliente.

Pelo menos, com esses dados já sabemos que as equipes-cliente serão permitidas, sim.

Porém, não sabemos ainda até que ponto. Segundo o site F1-live, Bernie Ecclestone estaria pensando em abrir excessoes a equipes com mais de uma década na F1. A equipe Mclaren está prestes a anunciar uma parceria com a Force India para 2009.

Esperemos a reunião depois do Gp Brasil para esclarecer melhor os pontos discutidos, já que de momento, um porta-voz da FIA apenas comentou que "seria inapropriado comentar algo nesse momento".

Fonte: autosport.com

3 comentários:

A tecnologia caminha para a perfeição. Isso vai ficar bom para os carros de rua no futuro. Em breve teremos motores muito mais resistentes.
Beijos Pri.
SAVIOMACHADO

Como diria aquele bardo, tanto barulho por tão pouco...

Olá Priscilla!!!

Idéias são ideías até que de fato são postas em prática. Só acredito depois de anunciado!!!

Até mais...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More